quinta-feira, 29 de setembro de 2016

CENTRO CULTURAL BNB

Coletivo Artístico As Travestidas apresenta espetáculos no encerramento da VII Mostra de Teatro Despudorado 

A sétima edição da Mostra de Teatro Despudorado oferece ao público a oportunidade de assistir e vivenciar obras de teatro, dança e literatura que estão no limite entre o real, a fantasia, o erótico e o subversivo. Como sempre, desde sua primeira edição, a mostra objetiva trazer à luz do palco alguns preconceitos, fantasias e tabus para serem despidos e discutidos por meio da linguagem artística.
O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza convida para uma jornada sensorial e sensível ao universo escuro da sensualidade criado pela própria sociedade e mantido por nós mesmos."

Quem Tem Medo de Travesti?
Coletivo Artístico As Travestidas 
Dias 29 e 30, quinta e sexta, 18h
Um jovem se suicida por não suportar mais um mundo de preconceito e discriminação. Crianças brincam sem medo do desejo. Pessoas sem classe social. Uma mãe que perde o filho por causa de uma sociedade cruel. Seres da noite, vampiras, lobisomens, centauros urbanos, bixas, viados. Quem Tem Medo de Travesti é um olhar artístico sobre o "Universo Trans", Um espetáculo epidérmico-sensível-agressivo. Um olhar delicado e cru sobre o medo do que não se conhece. É um trabalho sobre existir e a necessidade de gritar.Direção e Dramaturgia: Jezebel De Carli e Silvero Pereira. 70 min. Classificação: 14 ano
Coletivo As Travestidas: AS TRAVESTIDAS é um Coletivo Artístico composto por Atores, Transformistas, Artistas Plásticos, Fotógrafos, Músicos, Publicitários e Designers resultante de uma pesquisa de 10 anos, realizada pelo ator e diretor Silvero Pereira, sobre o universo das travestis e transformistas. O primeiro passo desse processo está na construção do soloUMA FLOR DE DAMA (2005), que após 8 anos de existência firma-se como um dos espetáculos mais representativos da atual cena nordestina, somando mais de 300 apresentações, entre inúmeras temporadas, festivais, mostras e intervenções, e uma excelente repercussão junto ao público e à opinião especializada, contabilizando mais de 80.000 espectadores em todo o Brasil, além de mais de 10 prêmios.
Críticas ao espetáculo:



quarta-feira, 28 de setembro de 2016

EM FORTALEZA E SOBRAL

Feira da Música faz festa de aniversário e celebra sua 15ª edição com uma programação especial, para os profissionais e amantes da boa música

Evento comemora 15 anos de pioneirismo e criatividade, mostrando que o cenário independente pode, e deve, ser ainda mais valorizado  

A 15ª edição da Feira da Música, que acontece de 12 a 15 de outubro, reunirá espectadores, expositores e músicos de todo o País, que serão brindados com uma programação para lá de especial comemorando o aniversário do evento. Com apresentações musicais, rodada de negócios, entre outras ações. A Feira da Música chega ao seu debute com edições consecutivas, lançando ideias, buscando novas tendências e reinventando-se a cada ano. Essas são apenas algumas das características da Feira, evento que ajudou a fomentar o mercado da música independente, incentivando centenas de artistas e produtoras em toda a América Latina. E em 2016 não poderia ser diferente.  

Ao longo desses 15 anos ininterruptos, a Feira da Música se destacou por ser um espaço de convergência de interesses, que, de forma democrática e criativa, estimula a troca de informações e conhecimento, intercâmbio, circulação e geração de negócios para o setor. Também deu visibilidade para uma centena de artistas e bandas que subiram ao palco do evento para mostrar o seu talento para um público cada vez mais vibrante e entusiasmado pelo que é produzido dentro da cena independente.  

“Percebemos que, desde 2002, quando foi realizada a primeira edição, houve um processo de amadurecimento desse mercado, tanto no Ceará quanto nos outros estados, uma vez que foi a partir desse ano que se começou a pensar a música enquanto negócio. Para além dos profissionais, a Feira da Música também deixa como legado uma programação cultural totalmente gratuita, tornando, assim, um patrimônio para o cenário da música local e nacional”, explica Ivan Ferraro, coordenador geral do evento.

A Feira da Música também foi pioneira no modelo de atividades estratégicas, realizando atividades fora de Fortaleza. Assim, abriu espaço em outros locais, como forma de fortalecer o relacionamento entre as cidades. Prova disso é que neste ano, além da capital, o evento também será realizado em Sobral, nos dias 14 e 15 de outubro.

E ainda dentro da proposta de fomento ao setor e à capacitação de profissionais que atuam ou desejam atuar nesse vibrante mercado, aFeira também desenvolve o Laboratório de Produção, com uma série de ações voltadas para a formação de jovens de todo o País. O Entrepontos, por exemplo, é o programa de interiorização da Feira da Música, com cursos e oficinas, técnicas, produção e gestão. O resultado dessas aulas é a própria realização de um evento nas cidades por onde o projeto passa, como Tauá, Quixadá e Pacatuba, sob o comando dos próprios alunos. Há ainda ações desenvolvidas com comunicadores e agentes de todo o Brasil, que passam porvivências dentro da própria Feira, como forma de promover o intercâmbio e o aprendizado desses jovens.   

Também merece destaque o Lab Feira da Música, evento realizado em parceria com o Instituto de Artes e Técnicas em Comunicação – IATEC, escola que que atua na formação de profissionais em diversos setores do entretenimento, e o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. O pioneirismo, no entanto, vai além. “Hoje, é comum haver feiras de negócios nos festivais de música, prova de que o modelo daFeira da Música não foi apenas aceito, mas também replicado em todo o País, de Roraima ao Rio Grande do Sul”, reforça Ivan Ferraro.

15ª Edição
Assim como nas últimas edições, a 15ª Feira da Música promoverá o Encontro Internacional da Música, promovendo debates, rodadas de negócios e rodas de conversas com produtores, músicos e público participante. E, como não poderia deixar de ser, dois palcos - localizados na Praça dos Leões, dentro da proposta de ocupação do centro da cidade, e no Anfiteatro do Dragão de Mar -receberão mais de 30 bandas e artistas de todo o Brasil. A Feira de Negócios ocorrerá na sede da Prodisc (Travessa Morada Nova, Sala 11, segundo andar, Praça dos Leões, Centro, Fortaleza), com o objetivo de oferecer aos participantes uma oportunidade de fechar parcerias no setor de entretenimento, produção, comercialização, industrialização e demais atividades do setor musical. E para contar sempre com uma inovação, nesta edição especial de aniversário, o evento contará com um espaço dedicado totalmente à gastronomia sob comando de um chef local.

Serviço - 15ª Feira da Música

Fortaleza – 12 a 15 de outubro
Local: Praça dos Leões, Dragão do Mar e Prodisc

Sobral – 14 e 15 de outubro
Local: à definir

LADY SINGS THE BLUES

Festival Ceará Jazz Series tem novo show no Teatro do Dragão do Mar sexta, 30/9, com Idilva Germano cantando Billie Holiday

Nesta sexta-feira, 30/9, às 20h, com entrada franca, o festival Ceará Jazz Series leva ao Teatro do Centro Dragão do Mar o show "Lady Sings the Blues - IdilvaGermano canta Billie Holiday". A apresentação tem entrada franca e será precedida por um debate com Idilva Germano e os músicos do show, também no Teatro Dragão do Mar. Tudo com entrada franca. Será um reencontro da grande intérprete cearense com o repertório da diva norte-americana, revisitado por Idilva no Festival Jazz & Blues em Guaramiranga, em 2001. 

Desde então, Idilva lançou um dos mais esmerados e aplaudidos discos da história da música cearense, o CD "Urbanita", e se dedicou a outros projetos, retornando mais recentemente aos palcos, justamente na edição do Ceará Jazz Series em dezembro de 2015, também no Teatro do Centro Dragão do Mar. Novos shows e parcerias musicais depois, o momento é de consolidar o reencontro de Idilva Germano com o público cearense, através do retorno a um dos repertórios mais admirados pela intérprete, que tem Billie Holiday entre suas maiores influências.

"Billie é uma grande inspiração para muitas cantoras. Para mim, que tenho um trabalho muitas vezes situado entre o jazz e a música brasileira, a influência da musicalidade dela é muito forte e especial", testemunha Idilva Germano, apontando que partiu de canções do disco "Lady Sings The Blues", de 1956, mas também selecionou para o show faixas de outros álbuns de Billie.

"São tantas músicas incríveis e de interpretação tão rica, que seria muito difícil focar exclusivamente em um disco. Mas partimos do 'Lady Sings The Blues' e trazemos mais algumas surpresas para o público, revisitando também outros discos", aponta Idilva Germano, que interpretará no Teatro Dragão do Mar, na sexta-feira, 30/9, clássicos como "Autumn in New York", "Body and soul", "Love is here to stay", "The end of a love affair", além da faixa-título, "Lady Sings The Blues".

No show da sexta-feira, 30/9, Idilva Germano estará ao lado de um grupo formado por nomes do primeiríssimo time da música cearense: Luciano Franco(guitarra, violão e direção musical), Tito Freitas (piano), Jerônimo Neto (contrabaixo acústico) e André Benedecti (bateria).

Próximas edições do Ceará Jazz Series

O festival Ceará Jazz Series já tem novos shows marcados, para os meses de novembro e dezembro, no Teatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

No dia 4 de novembro, o grande guitarrista, violonista, compositor e professor universitário Marcos Maia recriará a obra de Django Reindhart, em um show que mergulhará no jazz manouche, o gipsy jazz, ou jazz cigano, em mais uma vertente do jazz contemplada pelo Ceará Jazz Series, com a presença de instrumentistas de diversas gerações.

Já no dia 2 de dezembro, o saxofonista, flautista, compositor, arranjador e também professor universitário Márcio Resende arregimenta grandes instrumentistas para um novo desafio: recriar ao vivo no palco o disco "Time Further Out", de Dave Brubeck, lançado em 1961. Nada menos que o álbum que sucedeu o clássico "Time Out", uma das obras mais bem-sucedidas da história do jazz, com Dave Brubeck, Paul Desmond, Eugene Wright e Joe Morello mergulhando ainda mais fundo na experimentação rítmica e na criação sobre compassos compostos. O disco "Time Out", que foi recriado no palco em uma das primeiras edições do Ceará Jazz Series, foi tema de um dos shows mais aplaudidos do projeto. Que venha então o desafio deste novo espetáculo.

SERVIÇO:
Festival Ceará Jazz Series. Show "Lady Sings the Blues - Idilva Germano canta Billie Holiday". Sexta-feira, 30/9, no Teatro Dragão do Mar. ENTRADA FRANCA.

17h começa a distribuição de ingressos, nas bilheterias do Centro Dragão do Mar (até dois ingressos por pessoa). 18h30 tem bate-papo com os músicos, também com entrada franca. Às 20h começa o show. Facebook: Ceará Jazz Series.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

POCKET SHOW E SESSÃO DE AUTÓGRAFOS

Mel Mattos lança o álbum Démodé?! no próximo dia 08/10 (sábado), na Livraria Cultura

No próximo dia 08/10 (sábado), às 19h30, no auditório da Livraria Cultura (Av. Dom Luís, 1010 - Shopping Varanda Mall), a cantora Mel Mattos lança o álbum Démodé?! com pocket show e sessão de autógrafos.  Para o pocket show será respeitado a capacidade de 100 pessoas no auditório, onde serão distribuídas senhas 1 hora antes do evento.
O CD, que estará a venda na Livraria Cultura de Fortaleza, é o primeiro produto artístico do Noites Brasileiras/WM Cultural, que é um festival multicultural das expressões e manifestações dos diferentes lugares do nosso país, com a proposta de promover o desenvolvimento sociocultural através de espetáculos de Teatro, Dança e Música, bem como o empreendedorismo cultural na produção de produtos assinando a correalização e ações de articulação de encontros entre produtores do mercado nacional e artistas locais.
Com mixagem e masterização do premiadíssimo em Grammys, Vitor Farias, Démodé?! é o segundo álbum da cantora Mel Mattos, que buscou imprimir referências pessoais e afetivas e, ao mesmo tempo, longe de rótulos, com um som híbrido e sem preconceitos e pré-conceitos. Vitor declarou que ficou muito feliz em participar do projeto e que Démodé?! “é um cd bacana com arranjos maravilhosos, e claro, com a voz emocionante e limpa da Mel”.
Formada em Estilismo e Moda pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Démodé?! é também uma referência estética da trajetória e ligação de Mel com a imagem. Por isso, o figurino tem um tratamento especial, com assinatura de Cândida Lopes e Sergio Gurgel.
Faixa a faixa a fusão de ritmos está presente como em “Nome Sujo”, uma guitarrada com participação do Mestre Aldo Sena, e “Meu Par”, um bolero sensual que tem Sidney Magal, o Amante Latino, fazendo uma dobradinha com Mel.  As letras, claro, não poderiam ser diferentes! Falam de dor, amor, ironia, cotidiano e de até como todo brasileiro saber rir da própria dificuldade.
Démodé?! foi lançado primeiro nas plataformas digitais iTunesSpotfy , Deezer e com download gratuito no site www.melmattos.com . Os arranjos são assinados pelo Klebinho Pereira, e coproduzidos por Junior Torres e Dado Fernandes. As 10 faixas autorais, foram compostas por mim, Dado, Klebinho e Júnior. A banda que gravou, também traz músicos diferentes imprimindo suas personalidades e referencias nas canções que colaboraram.

Assessoria de Imprensa
Gigi Borges
+55 85 9 9809.3000 / 9 8599.1790
Juliana Moura
+ 55 85 9 9916.2562 / 9 8804.9444

SERVIÇO
Lançamento do CD Demodé?!, com Mel Mattos - Pocket Show e sessão de autógrafos
Quando: Sábado, 08 de Outubro, às 19h30
Onde: Auditório Eva Herz - Livraria Cultura (Av. Dom Luís, 1010 - Shopping Varanda Mall)
*Capacidade de 100 pessoas no auditório. Serão distribuídas senhas 1 hora antes do evento.

Informações: (85) 4008.0800

TRIBO ELETRÔNICA

DJs desembarcam em Fortaleza nesta sexta (30) para incendiar a festa The Room 

A festa de música eletrônica contará com o paranaense Lazy Bear e o paulistano Zerb, e espera reunir fãs de deep house, house music e outros gêneros 

Imagem inline 3
                                                                                                                             DJ Lazy Bear (PR)


Fortaleza recebe nomes de destaque da cena eletrônica nacional nesta sexta-feira (30), quando cerca de 500 fãs de deep house, house music e outros gêneros musicais prometem se encontrar na The Room. O paranaense Lazy Bear e o paulistano  Zerb prometem incendiar o Palace Bistrô (Rua Major Facundo, 80, Centro) em evento já conhecido por sua sofisticação e boa música. Depois do sucesso de público da primeira edição de The Room, realizada em julho deste ano (mais de 500 pessoas compareceram, quando era esperado público de 200), a festa no coração da cidade também contará com os sets dos DJs locais Levi Lenz, Mannie, DubMode e Turn U On. 

De acordo com produtores da noite, a The Room foi criada para proporcionar uma experiência exclusiva e conceituada aos fãs de eletrônica da capital cearense, ao estilo  “boiler room” (festa na qual os DJs tocam para pequenos públicos, bastante comuns na Inglaterra), com o requinte e a sofisticação imperial do Palace Bistrô. Bar de bebidas e lounges premium, atendimento exclusivo, área para fumantes, segurança, ambiente climatizado e acessível  para pessoas com deficiência física estão garantidos na balada. Para somar música e tecnologia, os criadores da noite também prometem decoração temática, jogos de luz e efeitos de mapeamento 3D (projeção de vídeo em superfícies irregulares), e mais surpresas para uma festa completamente única.

Esta é a segunda vez que o projeto The Room é realizado em Fortaleza, no luxuoso Palace Bistrô. Os criadores André Lucas, Sávio Machado, Diego Borges, Markan Sabino e Rodrigo Vieira, da Feeling Produções, já realizaram edições da festa em outubro e dezembro de 2015, porém, contam, para poucos amigos, em noites “privê”. Nomes como Luiza Machado, Matheus Nogueira (DJ do projeto Turn U On), Violeta Fonseca e Camila Fonseca, Larissa Brandão, Mariana Vasconcelos, Thiago Maciel, entre outros, são figurinhas cativas e aguardadas na balada. Os interessados na noite eletrônica podem adquirir a entrada no  valor de R$ 70 pelo site bilheteriavirtual.com.br e nos quiosques da Bilheteria Virtual (quiosques dos shoppings Iguatemi e Del Paseo).

LINE UP:

Lazy Bear (PR)

O paranaense Lazy Bear é um projeto do experiente e pra lá de divertido DJ e produtor Gustavo Assis, profissional há mais de 10 anos no forefrontda produção nacional. Após lançar tracks bombásticas ao lado de Vintage Culture, e ter assinado o remix oficial para Dimitri Vegas & Like Mike, LAZY BEAR se credenciou como um dos DJs/Produtores mais importantes da atualidade. Suas tracks seguem o estilo Deep House, mas o artista não para aí,  tendo se dedicado a criar uma identidade diferenciada no seu som.




Zerb (SP)
                                        
Apesar de sua pouca idade (18 anos), Zerb vem se chamando a atenção de grandes nomes da cena nacional e internacional quando o assunto é música eletrônica. Chamado de garoto prodígio pelo parceiro Vintage Culture, Zerb vem agitando as pistas por onde passa. Após lançar o remix de “Zhu - Faded” – ao lado de Vintage Culture, um dos maiores hits do ano, o jovem deu início oficialmente à sua história profissional enquanto artista em formação. Suas especialidades são Deep House, Indie Dance, Nu Disco e Tropical House.



Levi Lenz

Levi Lenz possui influências musicais provenientes dos quatro cantos do mundo. O ex-guitarrista passou anos viajando por muitos países, conhecendo muitas culturas, e se identificou com diferentes sons responsáveis por lapidar seu gosto musical. É essa a experiência musical que o DJ expressa em cada uma de suas apresentações. Atualmente, Levi se prepara para lançar o primeiro single da carreira, com lançamento previsto para agosto deste, pelo selo SP Records.



DubMode

Os Djs JP Fontes e Savio Machado, duas promessas da cena eletrônica cearense e amigos de longa data, uniram-se no projeto DUBMODE, trazendo o que há de melhor nas novas sonoridades da E-Music mundial. Com técnica refinada e feeling apurado o projeto vem se destacando e crescendo a cada apresentação, a dupla ja se apresentou junto de artistas nacionais renomados, como Lazy Bear, WOO2TECH, Pimpo Gama. A dupla esta em ascensão e promete um set vibrante e recheado de novidades para a The Room.



Turn U On

O Projeto Turn U On (T.U.O) nasceu da união dos DJs André Guerreiro, Daniel Meneleu e Matheus Nogueira, três amigos que buscam somar gostos e habilidades individuais, mesclando diferentes vertentes da house music. O grupo imprime seu toque de originalidade às batidas e transmite energia e emoção ao público. O projeto sacode a alma de todos e deixa todo mundo ligado até o fim. O slogan do projeto é “Better be ready, cause we’re gonna turn u on!” (“Melhor se preparar, porque nós vamos te agitar!”).



Mannie

Residente do Colosso Lake Lounge e membro do Projeto Turn U On, com feeling e técnica apurados, Mannie (Daniel Meneleu) é o DJ certo pra quem curte House Music. Trazendo influências do Rock, Indie Rock e HipHop, ele constrói seus sets com um super groove criando uma atmosfera única.




Imagem inline 2
                                                                                                                    DJ Zerb (SP)

Serviço
The Room - Música Eletrônica
Dia 30 de setembro (sexta-feira), às 22h.
Local: Palace Bistrô (Rua Major Facundo, 30, Centro).
Line upLazy Bear, Zerb, Levi Lenz, Mannie, DubMode e Turn U On.
Ingressos: R$ 70 (2° lote) à venda no site e www.bilheteriavirtual.com.br e nos quiosques da Bilheteria Virtual dos Shoppings Del Paseo e Iguatemi.
Redes: @theroombr (Instagram) e /theroombr (Fanpage).
Realização: The Room e Feeling Club.

Classificação: 18 anos.

OFICINA DE DANÇA

"Residência Coreográfica: Discotheque" será realizada em outubro na Vila das Artes

Plataforma de criação elaborada pelo paulistano Luis Ferron chega com a intenção de agregar artistas da dança, performance e teatro

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes, contando com o patrocínio da Petrobras realiza a Residência Coreográfica: Discotheque. As aulas serão lecionadas pelo artista de dança e pedagogo, Luis Ferron (SP). A atividade acontecerá entre os dias 10 e 21 de outubro, das 14h às 20h, no Sesc-Senac Iracema (Rua Bóris s/nº- Centro). A ação integra a programação da 5aBienal Internacional de Dança do Ceará /De Par em Par.

A Residência é parte da pesquisa do coreógrafo paulistano Luis Ferron,            que, de forma geral, busca nas relações envolvendo encontros fortuitos, uma proposta córeo-performática que se estabeleça de forma horizontalizada, a partir da experiência entre artistas e espectadores. Ferron denomina de Discotheque a performance resultante de sua pesquisa.

De cunho prático, a Residência chega com a intenção de agregar artistas da dança, performance e teatro para construir uma nova possibilidade de Discotheque existir. "Discotheque é uma experiência artística que nega uma forma posta a priori e elege o espectador como autor complementar e indispensável para a inauguração de formações fugazes. Uma obra que se constrói no instante de cada tempo-espaço, junto e com os participantes", explica Ferron.

Como plataforma de criação, ao contrário de uma obra fechada, Discotheque se recriará em Fortaleza junto a artistas locais em seu tempo e espaço, a partir da Residência. É uma proposta que se desloca a fim de criar novas existências. Essa experiência já aconteceu nos seguintes espaços: Sala 209 na Usina do Gasômetro - Porto Alegre - RS; Cia. Municipal de Dança de Caxias do Sul - RS; Projeto Modos de Existir - Sesc Santo Amaro - SP, Sesc Ipiranga - SP, Universidade de Campinas - UNICAMP - SP; Sesc Presidente Prudente - SP; Sesc Campinas - SP.

Os interessados poderão se inscrever até 02 de outubro, por meio de preenchimento de ficha eletrônica: Clique aqui. Na ficha consta um espaço disponível para que os participantes possam incluir links de trabalhos que tenham sido registrados, em vídeo para efeito de comprovação curricular.

Os candidatos inscritos devem participar de uma audição que acontecerá no dia 09 de outubro, a partir das 8h. O resultado final da seleção será divulgado no dia 10 de outubro, no blog:Formação em Artes e Cultura em Fortaleza.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura Municipal de Fortaleza, vinculado à Secretaria da Cultura (Secultfor).

Sobre Luis Ferron
Artista da Dança desde 1983, pedagogo, pós graduando em Artes da Cena pela Universidade de Campinas – UNICAMP tem como característica principal a escuta e o diálogo envolvendo: espaços culturais, suas filiações corporais e a dança cênica como mote inspirador, e disparador, para as suas pesquisas em criação. A partilha em rede também faz parte da sua lógica como coreógrafo e para tanto, além da abertura para interferência de outros profissionais no seu próprio núcleo de criação, desenvolve projetos coreográficos junto a diversos grupos e artistas independentes da cidade de São Paulo e território nacional.É diretor e coreógrafo do Núcleo Artístico Luis Ferron com o qual tem verticalizado, nos últimos anos, as suas pesquisas e criações abarcando sobretudo variáveis das culturas afro-brasileiras. Inserido nesse contexto investigativo, o desenvolvimento de discursos corporais cênicos a partir de culturas diversas em tempo e espaço, assim como as resoluções estéticas construídas através das imbricações entre dança cênica, cultura popular e relações de proximidades entre artistas e público ganham destaque na sua trajetória como coreógrafo.

Serviço:
Residência Coreográfica: Discotheque
Professor: Luis Ferron (SP)
Quando: 10 a 21 de outubro de 2016
Horário: 14h às 20h
Onde: Sesc-Senac Iracema (Rua Bóris s/nº- Centro).
Público-Alvo: Bailarinos, performers e atores
Inscrições: até 02 de outubro de 2016
Ficha de inscrição: Clique aqui
Divulgação da lista dos pré-selecionados: 05 de outubro de 2016
Audição: 09 de outubro de 2016, às 8h
Nº de vagas: 15
Resultado final: 10 de outubro de 2016 (Manhã)

CAIXA CULTURAL

MART’NÁLIA APRESENTA SHOW INÉDITO EM CURTA TEMPORADA 

A cantora traz o mais recente projeto, Mart’nália em Samba, que conta com sucessos do seu último álbum, além de composições de grandes sambistas

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 6 a 9 de outubro de 2016, o show Mart’nália em samba. No projeto, Mart’nália canta sambas de vários bambas e vertentes, além dos sucessos dos álbuns mais antigos. Em circulação pelo país, o espetáculo será apresentado pela primeira vez em Fortaleza, após passar, recentemente, por Campina Grande, onde se apresentou no Festival de Inverno, e pelo Rio de Janeiro.

O repertório está repleto de composições inesquecíveis, além de sucessos que ficaram marcados na voz da sambista. Entre eles, o público cearense vai conferir Peço a Deus Pé do meu sambaEla é minha caraCabideGatas ExtraordináriasCasa de bamba e MadalenaA artista canta sambas de Vinícius de Moraes, Djavan, Candeia, Martinho da Vila, Dona Ivone Lara, Ney Lopes, João Nogueira, Luiz Carlos da Vila, Caetano Veloso, Chico Buarque, além de outros nem tão conhecidos, como Agrião, Mombaça, Fred Camacho, Thiago Mocotó.

O show tem a direção do Martinho da Vila e Mart’nália sobe ao palco acompanhada de Humberto Mirabelli (violão, guitarra e vocal), Rodrigo Villa (baixo e vocal),Macaco Branco (percussão e vocal), Menino Brito (percussão, cavaco e vocal) e Raoni Ventapane – (percussão e vocal).

Sobre Mart'nália: Ela samba desde que nasceu, sempre nas rodas com seu o pai, Martinho da Vila, e com a mãe Anália, (que também era sambista), nos bairros cariocas de Vila Isabel, Bonsucesso, River e Madureira. E, assim, ela se apaixonou pela música. Hoje, encanta plateias com tudo que sempre lhe inspirou: o tamborim, o pandeiro, o seu sambar, cantando as alegrias que o samba traz. Tudo bem em família!

Segundo as palavras do mestre Martinho da Vila, “a função do diretor não é imaginar o show dos outros como se fosse um negócio seu. O diretor tem que traduzir a personalidade de quem está no palco, colocar isso em primeiro plano e fazer de tudo para que o artista apareça da melhor forma aos olhos do público”. Talvez por conta desse cuidado paterno, que fez também a direção do DVD ao vivo, poucas vezes Mart’nália foi tão genuinamente Mart’nália quanto agora.

Biografia musical: CDS -  Mart’nália, 1987; Minha Cara, 1995; Pé do meu samba, 2002; Mart’nália ao Vivo, 2004; Menino do Rio, 2005; Mart’nália em Berlim, 2007; Madrugada, 2008; Mart’nália na África, 2010; Não tente compreender, 2012; Mart’nália em Samba!, 2014. DVDS - Mart’nália ao Vivo, 2004; Mart’nália em Berlim, 2007; Mart’nália em África, 2010; e Mart’nália em Samba!, 2014.

Serviço:
Música: Mart’nália em samba
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 6 a 9 de outubro de 2016
Horário: quinta-feira a sábado, às 20h | domingo, às 19h
Duração: 80 minutos
Classificação indicativa: 14 anos
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Vendas a partir do dia 05, das 10h às 20h, na bilheteria da CAIXA Cultural
Serviço de manobrista gratuito no local