segunda-feira, 1 de outubro de 2012

DESTAQUES

Exposição “Guerra e Paz” de Portinari em exibição no Espaço Cultural Unifor 
Os painéis feitos entre 1952 e 1956 pelo artista plástico brasileiro Candido Portinari, que fica na sede da ONU, em Nova York, está circulando pelo Brasil e chega agora a Fortaleza, em exposição no Espaço Cultural Unifor, até 20 de janeiro de 2013
Desde o dia 26 de outubro a capital cearense pode conferir a exposição Guerra e Paz, do consagrado artista plástico brasileiro, Cândido Portinari. A mostra, que será exibida no Espaço Cultural Unifor Anexo, é composta por cerca de 50 estudos originais para os painéis “Guerra e Paz”, além de documentos históricos, cartas, jornais da época e fotografias.
Entre 1952 e 1956, Candido Portinari realizou seus dois últimos e maiores murais, Guerra e Paz, encomendados pelo governo brasileiro para presentear a sede da ONU, em Nova York.  Dag Hammarskjold, secretário-­geral da ONU à época da doação, afirmou ser aquela a mis importante obra de arte monumental doada à organização.
Localizados em local nobre, no hall de entrada da Assembleia Geral, mas de acesso restrito aos delegados das Nações, os murais Guerra e Paz não podem ser vistos- nem mesmo durante as visitas guiadas da ONU- por razões de segurança. Por esse motivo, o Projeto Portinari sempre sonhou em expor Guerra e Paz ao grande público, e uma grande reforma do edifício sede da ONU, entre 2010 e 2014, proporcionou esta oportunidade inédita.
Em dezembro de 2010, o retorno de Guerra e Paz ao Brasil foi celebrado com a exposição dos murais no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O evento reuniu mais de 44 mil pessoas em apenas 12 dias. Em seguida, passaram por um rigoroso trabalho de restauro no Palácio Gustavo Capanema, em ateliê aberto ao público, durante quatro meses. Em maio de 2012 os painéis foram expostos em São Paulo no Memorial da América Latina, junto cerca de 100 dos estudos originais preparatórios, além de documentos históricos. A exposição reuniu quase 200 mil pessoas.
A exposição Guerra e Paz, de Portinari [estudos] apresenta cerca de 50 estudos originais preparatórios para os painéis Guerra e Paz, junto a documentos históricos, entre cartas, recortes de jornais e fotografias, que contam, em detalhes, a trajetória de criação das obras monumentais doadas pelo governo brasileiro para a sede das Nações Unidas, em Nova York, em 1956. A mostra conta ainda com emocionante conteúdo audiovisual, o Carroussel Raisonnè: uma imagem da diversidade e criatividade de Portinari, como o próprio pintor nunca viu. Além disso, um sistema de projeções com inovadora tecnologia oferece a visão de conjunto da obra completa do pintor, mais de 5 mil obras, em ordem cronológica, durante 9 horas de projeção ininterrupta.
Completa a exposição um conjunto de vídeos produzidos durante a realização do Projeto Guerra e Paz, exibidos durante a exposição dos painéis em São Paulo.  Entre eles, destaca-se o breve documentário Guerra e Paz, com direção de Carla Camurati, que contextualiza a produção dos painéis no pós guerra, a partir das aspirações mundiais diante a criação da Organização das Nações Unidas.

SERVIÇO
Portinari na Unifor
Visitação: 26 de outubro de 2012 a 20 de janeiro de 2013
Terça a sexta das 8h às 20h. Sábados e domingos das 8h às 18h.
Entrada Franca.
www.unifor.br
www.guerraepaz.org.br // www.portinari.org.br






CINEMA

'007 - Operação Skyfall' tem maior estreia da série no Brasil
 

Novo longa da franquia do agente secreto britânico arrecadou 6,4 milhões de reais neste fim de semana, 28% a mais que seu antecessor
 

‘Operação Skyfall’ é o mais ambicioso da era Daniel Craig e celebra os 50 anos da série no cinema
 

Longa-metragem dirigido por Sam Mendes (de 'Beleza Americana' e 'Estrada Para Perdição') tem vilão interpretado pelo ator espanhol Javier Bardem 


O filme 007 - Operação Skyfall se tornou o filme de James Bond com a melhor bilheteria de estreia no Brasil neste fim de semana. Entre sexta-feira e domingo, o longa arrecadou 6,4 milhões de reais, segundo o site Box Office Mojo. Trata-se de uma abertura 28% maior que a de seu antecessor, 007 - Quantum of Solace, que estreou com 5 milhões de reais em 2008. Nos 25 países em que estreou na sexta-feira, o filme que traz Daniel Craig como protagonista arrecadou 77 milhões de dólares. É um número surpreendente, levando em conta que ele ainda não estreou nos Estados Unidos -- onde chega no dia 9 de novembro.
No Reino Unido, sua "terra natal", o filme arrecadou 32,4 milhões de dólares em sua estreia, a segunda maior abertura da história do país, atrás somente de Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 -- que foi exibido em 3D, diferentemente do filme de James Bond. Outros países - O longa também conquistou o primeiro lugar em países como França (9,1 milhões de dólares), Rússia (8,6 milhões de dólares) e Coreia do Sul (6,05  milhões de dólares). Os recordes podem ser explicados pela alta expectativa gerada pelo longa, que foi muito bem avaliado pela crítica especializada. Embora ele seja o primeiro da série a ser exibido em formato Imax, que tem ingressos mais caros que o formato normal, a arrecadação nesse tipo de cinema, neste fim de semana, foi de apenas 3,5 milhões de dólares no mundo todo.
Vigésimo-terceiro filme oficial da série e terceiro estrelado por Daniel Craig, o sexto ator a interpretar James Bond, 007 – Operação Skyfall estreou após um atraso na produção, que começou em 2010 mas teve de ser adiada devido à quase falência da MGM, um dos estúdios envolvidos
Apesar de o roteiro de Skyfall ter sido mantido em segredo durante meses e de o trailer fazer suspense sobre o filme, sabe-se que Bond e o serviço secreto MI6 estarão correndo grande perigo. Após o fracasso de uma missão em Istambul, Bond desaparece e é dado como morto. Para piorar, o nome de vários agentes secretos vaza na internet. A sucessão de desastres põe em xeque a credibilidade de M (Judi Dench): ela terá sua capacidade de comando questionada pelo governo inglês e verá alguns segredos do passado serem revelados.
Para o fotógrafo oficial do filme, Greg Williams, estar no set foi a experiência mais emocionante desde 007 - Casino Royale. “O filme tem muito da história de James Bond que nunca foi contada nos filmes, os fãs vão amar. E é ótimo ver Daniel Craig trabalhar. Eu já o conhecia antes de ele interpretar Bond e foi muito interessante vê-lo incorporar o personagem. Além disso, Sam Mendes (Beleza Americana, Estrada Para Perdição) é um grande diretor e Javier Bardem está fantástico no papel.” Bardem, aliás, deve ser o grande destaque do filme como o vilão Raoul Silva (loiro, em sua caracterização mais impressionante desde Onde os Fracos Não Têm Vez). De acordo com sites especializados, Silva vai alegar ter conexão com M e Bond. O agente secreto, por sua vez, aparece deprimido e descrente da profissão depois do fracasso na Turquia.
A mais recente música da saga foi composta por Paul Epworth e por Adele, que também a canta. A canção vazou na internet antes de o filme 007 - Operação Skyfall.  Outros destaques serão a Bond girl Séverine, interpretada pela bela francesa Bérénice Marlohe – papel para o qual ela afirma ter se inspirado em Xenia Onatopp (Famke Janssen), vilã de 007 contra GoldenEye – e Eve, personagem da atriz inglesa Naomie Harris que tem sido descrita como uma agente de campo do MI6. Para muitos fãs, porém, Eve pode ser na realidade a personagem Moneypenny, a secretária de M que vive uma constante tensão sexual com o agente 007.
"Certamente, o filme é um dos melhores 'Bonds' da história moderna", afirmou o crítico Geoffrey McNab nas páginas do jornal "The Independent". Em sua resenha, McNab exalta o trabalho de Sam Mendes - pelo fato de ter "voltado ao básico, perseguições, acrobacias e brigas" -, e aplaude a atuação de Bardem em seu papel de vilão.
O jornal "The Express" também trouxe elogios ao ator espanhol, que, segundo a crítica, "nunca falha na hora de surpreender e ainda nos faz rir, o que torna seu personagem ainda mais ameaçador". Já o jornal "The Times" ressalta que o novo filme de Bond "é um grande 'bulldog' do cinema britânico".
"Desde o momento no qual soam os primeiros acordes de Adele, produzindo um calafrio de nostalgia em toda a audiência, sabemos que será um retorno triunfante do Bond clássico", afirmou a crítica do "The Times". O "The Daily Telegraph", por sua vez, resolveu destacar o trabalho do diretor de fotografia, Roger Deakins, por ter conseguido fazer as cenas de ação "mais bonitas" da história de Bond.
Apesar de todos os elogios em torno da nova saga do agente 007, o jornal "The Guardian" pareceu não ter se convencido, já que o filme "007 - Operação Skyfall" aparece com somente três estrelas (de cinco) em sua classificação.
O ator espanhol Javier Bardem, o grande vilão do novo filme de James Bond, Skyfall, elogiou em entrevista à AFP o método de trabalho do cineasta britânico Sam Mendes, que transformou as filmagens em "um grande laboratório criativo, onde todos puderam experimentar o que queriam fazer.
Interpretado pela terceira vez pelo ator britânico Daniel Craig -, Skyfall também marca o 50º aniversário do agente secreto a serviço de Sua Majestade nos cinemas, desde a estreia, em 1962, de James Bond 007 contra Dr. No, com Sean Connery. "A primeira vez que vi um filme de James Bond, eu tinha doze anos e foi o Moonraker: 007 Contra o foguete da morte. Desde então, assisti a todos eles", contou à AFP Javier Bardem, que
interpreta em Skyfall o cyber-terrorista Raul Silva. "Minha geração e muitas outras cresceram com James Bond e foi um luxo e uma honra ser convidado para participar do filme que celebra o seu 50º aniversário", acrescentou o ator, de 43 anos, Oscar de Melhor Ator Coadjuvante em 2008 por seu papel como um assassino psicopata em Onde os fracos não têm vez, dos irmãos Coen. "Sam e eu trouxemos muitas ideias e nós trabalhamos sobre como abordar a mesma cena com vários tons e nuances diferentes", explicou o ator. "Isso fez as coisas nascerem. E Sam usou estas coisas para configurar a cena como aparece no filme". O mesmo vale para o aspecto físico de Silva, que usa uma estranha peruca loira e quase sempre esboça um sorriso muito largo e quase infantil, inesperado no rosto de um psicopata.
"A aparência física de um personagem deve sempre, absolutamente sempre, ter uma justificativa dramática. Nada pode ser feito gratuitamente, caso contrário, torna-se uma simples exibição da vaidade de um ator", disse Javier Bardem, marido da atriz espanhola Penélope Cruz. "Com Silva, queríamos criar situações constrangedoras para as pessoas que estivessem em frente a ele. E este constrangimento devia estar presente no aspecto físico, de maneira muito explícita. Daí a ideia de criar um aspecto físico embaraçoso", de modo que o espectador que assiste questiona: "O que é está acontecendo com esse cara?", explicou o ator.
É difícil não ver em “007 – Operação Skyfall” uma rara oportunidade de reflexão na franquia, justamente no longa que comemora os 50 anos da criação máxima de Ian Flemming na telona. A meia-idade de James Bond não é mostrada apenas no mundo real, mas um ponto central da trama de sua nova aventura.  Após 50 anos do primeiro filme, James Bond continua em forma.





 






CINEMA NACIONAL


"Gonzaga - De Pai pra Filho" conta a difícil relação de dois grandes artistas da música brasileira
 

Após “2 Filhos de Francisco” e “À Beira do Caminho”, diretor Breno Silveira faz emocionar de novo com história de Luiz Gonzaga e sua relação com seu filho Gonzaguinha
Depois de "2 Filhos de Francisco", campeão nacional de público em 2005, com 5 milhões de espectadores, o diretor Breno Silveira não pensava em fazer mais nenhuma biografia. Recebia ofertas de dezenas de projetos do gênero, mas não se animava com nenhum. Até que apareceu "Gonzaga - De Pai pra Filho", que estreou neste final de semana cercado da mesma expectativa: no centenário do Rei do Baião , se consagrar nas bilheterias. Não que Gonzaga seja exatamente um astro contemporâneo. O autor de "Asa Branca" continua soberano nas festas de São João, mas ao longo do ano, não é bem assim. "Para fazer um filme de sucesso, seria muito mais fácil pegar Aviões do Forró", comentou o diretor, durante conversa com jornalistas em São Paulo.
A ideia partiu de Maria Hernandez, que há sete anos começou a investigar a vida de Gonzaga indiretamente, já que Daniel, filho de Gonzaguinha, havia sugerido resgatar a história do pai. Como não se pode falar de um sem o outro, toneladas de informações valiosas sobre Gonzagão foram desenterradas. Em especial, fitas cassete gravadas por Gonzaguinha no início da década de 1980, em que ele conversava com o pai sobre sua vida e a relação dos dois, até então estremecida. Antes disso, pai e filho mal se falavam, fruto de uma infância e adolescência marcada por abandono, rebeldia, mágoa e embates violentos. As gravações marcaram a reconciliação da dupla, que logo depois saiu em turnê pelo país. Silveira contou que se comoveu ao escutar as fitas e, a partir delas, percebeu o caminho que deria tomar: o filme seria sobre "um filho tentando entender o pai". Foi isso que o teria convencido a topar o projeto, mais do que a vida atribulada de Luiz Gonzaga.
O primeiro passo foi convencer a família Gonzaga, em conflito há muito tempo, representada por Daniel, o neto, e Rosinha, filha adotiva de Gonzagão. "Juntamos eles depois de 15 anos num jantar", lembrou o diretor. "A partir daí essa família passou a se unir de novo. Foi como se a gente tivesse dado nó em pingo d'água." Deu tão certo que hoje o gerenciamento dos direitos autorais de Luiz Gongaza, antes fragmentado, está todo nas mãos de Daniel, também músico.
Resolvida essa etapa, o próximo desafio foi escalar o elenco. Depois de testar vários atores conhecidos para o papel principal, Silveira desistiu. "Comecei a entender que ninguém era parecido, cantava ou tinha a voz de Gonzaga. Ninguém parecia completo. Mas sabia que em algum canto desse país devia ter um Gonzaga."
A equipe iniciou, então, uma campanha Brasil afora e o retorno foi avassalador: apareceram cinco mil interessados. Depois de um processo descrito como "longo e desgastante", eles foram reduzidos a cinco e levados para um apartamento no Rio de Janeiro, numa espécie de "Big Brother" particular. De lá saiu o paulista Chambinho do Acordeon, sem nenhuma experiência no ramo, mas craque no baião. "Ele tinha voz, empostação e uma sanfona muito parecida com a do Gonzaga. Precisava de alguém que tivesse alma de sanfoneiro, não de ator", explicou Silveira.
As outras duas encarnações de Gonzagão foram menos problemáticas: na adolescência, assumiu o mineiro Land Vieira, e na velhice, Adélio Lima, na vida real funcionário do museu dedicado ao músico em Exu (PE), sua cidade-natal. Encontrar Gonzaguinha, por outro lado, não ofereceu nenhuma dificuldade. Fã do cantor desde os oito anos, Júlio Andrade ("Cão Sem Dono", "Hotel Atlântico") foi fazer o teste já transformado para o papel: roupa branca, barba comprida, peruca, cigarro e violão a tiracolo, tão diferente que nem amigos que também iam conversar com o diretor o reconheceram. "Quando Júlio acabou, mandei todo mundo que ainda estava esperando embora", contou Silveira. "Era como se fosse um presente, depois de um ano tentando achar o Gonzaga, encontrar o Gonzaguinha na segunda pessoa a fazer o teste."
Silveira disse estar confiante que o boca a boca funcione, mas ele esperava o mesmo de "À Beira do Caminho", inspirado nas músicas de Roberto Carlos, que estreou em agosto e teve carreira decepcionante (200 mil espectadores). "Era um filme mais íntimo, fechado, para dentro", justificou o diretor. "Todo mundo saía do cinema super emocionado, mas talvez ele não fosse capaz de irradiar para uma grande plateia. Ao mesmo tempo, 'Beira' estava subindo quando foi tirado de cartaz. Se o boca a boca ia funcionar mais para frente, não se sabe."

No centenário de Luiz Gonzaga (1912-1989), uma biografia para o cinema do rei do baião seria mais do que bem-vinda. Nas mãos de Breno Silveira , no entanto, o que teria tudo para ser apenas um produto oficial ganha a capacidade de emocionar multidões.
Ao mesmo tempo em que se aprofunda no relacionamento distante entre os dois, “Gonzaga” percorre os caminhos do nascimento, do sucesso e do declínio do rei do baião e sua busca por superar a infância pobre e o preconceito por suas origens no interior de Pernambuco.









SHOWS

PLANET HEMP FAZ GRANDE SHOW EM FORTALEZA
 

O grupo retorna aos palcos e promete fazer um grande show em Fortaleza no dia 9 de novembro, na barraca de praia Biruta.
 


Após uma pausa de mais de 10 anos, o grupo Planet Hemp faz show em Fortaleza no dia 9 de novembro, na barraca de praia Biruta. As atrações Crespo Salem (Chile), Sacal, Bujão e DJ Biruta também estarão presentes para animar ainda mais a noite. Os ingressos para esse grande evento estão sendo vendidos no site Ingresso Rápido, na loja Ferrovia e no Konibaa Temakeria.
O Planet Hemp marcou o cenário musical da década de 90 com letras de músicas e posicionamento revolucionários para a época. Assim, a banda, que lançou quatro discos durante toda a carreira, conquistou uma legião de fãs que se identificaram com a forma de pensar do grupo. Sucessos como “Mantenha o respeito”, “Legalize Já” e “Fazendo a Cabeça” são alguns dos mais conhecidos.
Além da volta do grupo, também se comemora o retorno dos vocais Marcelo D2 e BNegão, que seguiram carreiras separadas quando a banda decidiu sair de cena. No show, os rapazes do Planet Hemp prometem cantar todo o repertório do CD “Usuário”, lançando em 1995, e também outros sucessos da carreira do grupo.
Além da capital cearense, o grupo vai apresentar a “Planet Hemp Tour 2012” em mais 10 cidades brasileiras. A Arte Produções garantiu dois grandes shows da banda pelo no Nordeste: um em Fortaleza e outro no Recife, que acontece no dia 10 de novembro.
SERVIÇO
Local: Barraca Biruta
Data: 9 de novembro
Ingressos:
Pista: R$50,00
Frontstage: R$100,00
Pontos de venda: Site Ingresso Rápido, lojas Ferrovia (North Shopping e Iguatemi) e Konibaa Temakeria (Dom Luís).









Marisa Monte traz a turnê “Verdade uma Ilusão” a Fortaleza

A cantora se apresenta na capital cearense nos dias 25 e 26 de janeiro de 2013, no Siará Hall
 
Estão confirmadas duas apresentações da cantora Marisa Monte em Fortaleza. A Arte Produções traz esse grande ícone da MPB para subir aos palcos do Siará Hall nos dias 25 e 26 de janeiro de 2013. A venda dos ingressos para os dois dias de espetáculo começa no dia 5 de novembro. As entradas, que variam de R$60 a R$250, estarão à venda no próprio local do show e no site BilheteriaVirtual.com.
A turnê que vai ser apresentada em Fortaleza, “Verdade uma Ilusão”, já passou por Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo. Os ingressos dos espetáculos esgotaram em muitas dessas cidades, o que fez com que outras datas de apresentação fossem marcadas. Essa é a primeira turnê da artista após um recesso de cinco anos.
Com 25 anos de carreira, três Grammy e nove milhões de discos vendidos em todo o mundo, Marisa traz a Fortaleza as canções de seu mais recente álbum, “O que Você Quer Saber de Verdade”. O disco, lançado em 2011 no Brasil e em mais 27 países, está entre os mais tocados nas rádios brasileiras.
Além dos temas do novo disco como Depois, Amar Alguém, O que se Quer e Ainda Bem, Marisa vai interpretar sucessos de todas as fases de sua carreira – Beija Eu, Eu Sei, Não Vá Embora, Amor I Love You e Velha Infância, entre outros.
A Arte Produções também leva a cantora para se apresentar na capital pernambucana nos dias 15, 16 e 17 de janeiro, no Teatro Guararapes.
VENDAS
O local do show será dividido em três setores: mesa, camarote e cadeira. As mesas serão vendidas com no mínimo quatro lugares. Para quem desejar, também é possível adquirir um ou dois lugares adicionais por mesa. Da mesma forma que as mesas, os camarotes só poderão ser adquiridos completos (com 10 lugares), não sendo permitida a venda avulsa dos lugares. Em relação às cadeiras, cada pessoa poderá comprar no máximo cinco ingressos desse setor. Diferente das mesas e dos camarotes, as cadeiras não terão lugares determinados no ato da compra.
O direito à meia-entrada é exclusivo de estudantes, idosos (acima de 60 anos) e professores. Para evitar qualquer constrangimento, os estudantes e professores que adquirirem ingressos de meia-entrada (tanto no ponto de venda quanto no site) devem mostrar a carteirinha no dia do evento, bem como os idosos devem apresentar a identidade. Não será aceito nenhum outro documento que pretenda comprovar o direito à meia-entrada.
Para agilizar o processo virtual, o cadastro para compras no site já pode ser feito anteriormente no endereço online.

INGRESSOS
Mesa: R$250,00 (por pessoa)
Camarote: R$170,00 (por pessoa)
Cadeira: R$180,00 (inteira) | R$90,00 (meia)
Obs.: As compras podem ser feitas com dinheiro e cartão de crédito ou débito (Visa, Master ou Diners). Os bilhetes poderão ser divididos em até duas parcelas.

SERVIÇO
Local: Siará Hall
Temporada: 25 e 26 de janeiro de 2013
Início do show: 22h | Abertura dos portões: 19h
Vendas: A partir do dia 5 de novembro no Siará Hall e BilheteriaVirtual.com
Classificação: Livre







TEATRO



Festival de Teatro de Maracanaú apresenta 14 espetáculos
 

De 30 de outubro a 05 de novembro, o Festival de Teatro de Maracanaú reúne grandes espetáculos no Teatro Dorian Sampaio, em Maracanaú. A entrada é franca.
Tem mamulengo para crianças e adultos (A bruxa Catifunda), tem comédia pra lá de divertida com carpideiras (As bondosas) e uma outra em que a convivência entre vizinhas inesperadas vira uma grande e inesperada marmota, um verdadeiro ‘destroço’ (As vizinhas).
Para a criançada, o sucesso consagrado da Galinha Pintadinha (A festa da galinha pintadinha),a tragicomédia cativante de Bily Macarrão (A triste história de Catarina e Bily Macarrão) e o mundo encantado das fadas (O pássaro azul).
Para quem gosta de teatro, Grandes Espetáculos Brasileiros reúnem no Teatro Dorian Sampaio, de 30 de outubro a 5 de novembro (com exceção do dia 02/11, feriado) espetáculos cearenses consagrados pelo público.
 O projeto Grandes Espetáculos é realizado pela Lumiar Comunicação e Consultoria, através do Ministério da Cultura. A entrada é gratuita.
Confira a programação abaixo:



Data
Horário
Espetáculos
Grupos


30/out
09h00
Uma lógica particular
Grupo Com Vida


15h00
O Pássaro Azul
Pavilhão da Magnólia



31/out
09h00
Circo Alegria (infantil)
Grupo Garajal


15h00
Quando as Galinhas Gemem
Teatro em Película




1/nov
09h00
Anônimos
Grupo Teatro novo


15h00
A Bruxa Catifunda
Grupo Formosura


19h00
Romeu e Julieta
Grupo Garajal




3/nov
09h00
Zé Pretim Mamulengo


19h00
As Bondosas
Cia de Teatro Lua




4/nov
09h00
Galinha Pintadinha
Carri


19h00
As Vizinhas
Carri




5/nov
09h00
Rainha de Nada
Epidemia


15h00
Billy Macarrão
Epidemia


19h00
O Urso
Cia Independente de Teatro







Sesc apresenta espetáculo inspirado na cultura popular nordestina

"Bagaceira, Cana e Engenho" mostra as expressões culturais do sertão nordestino


Na terça-feira (30), o Sesc apresenta o espetáculo  Bagaceira, Cana e Engenho, da Cia. Vita - inspirado na obra do poeta pernambucano Ascenso Ferreira. O evento é gratuito e faz parte do projeto Caminhos da Leitura. A peça é encenada às 19h, no Teatro Sesc Senac Iracema.

Com direção de Valéria Pinheiro, o espetáculo propõe uma viagem pelo sertão do nordeste brasileiro, embalado pelos folguedos da região, fundindo do sapateado americano ao coco, baião, frevo, maracatu, cabaçal e outras manifestações folclóricas.

No palco, os integrantes da Cia. Vita transformam-se em brincantes que harmonizam tradição e contemporaneidade da música, dança e poesia nordestina, tendo como mote as obras de Ascenso Ferreira. Ao final da apresentação, a Cia. propõe uma conversa com o público a fim de explicar o processo criativo do espetáculo, a partir da obra literária do poeta pernambucano.

Sobre o Caminhos da Leitura

O Projeto Caminhos da Leitura faz parte das ações do Programa Cultura do Sesc e realiza mensalmente diálogos entre literatura e as mais variadas possibilidades interativas, como teatro, música e cinema. As ações apresentam a amplitude da produção literária na percepção das diversas linguagens artísticas e visam difundir a pratica da leitura.

SERVIÇO

Caminhos da Leitura – Bagaceira, Cana e Engenho da Cia. Vita
Local: Teatro SESC SENAC Iracema (R. Boris, 90 – Praia de Iracema)
Data: 30/10
Horário: 19h
Informações: 3252-2215 / 3452-1242
:::Gratuito:::







PELO INTERIOR

Tradição e solidariedade marcam a 14ª Mostra Sesc Cariri de Culturas

Entre os dias 8 e 13 de novembro, a região do Cariri, no sul do Ceará, abre as cortinas para a diversidade cultural. A 14ª Edição da Mostra Sesc Cariri de Culturas, que percorre 25 cidades da região, sendo Juazeiro do Norte, Crato, Nova Olinda e Barbalha os principais pólos das apresentações, reúne espetáculos de teatro, dança, exposições, shows, rodas literárias, performances poéticas e mostras de cinema e vídeo.
Além de difundir as diversas culturas, a Mostra também promove a solidariedade. Neste ano, para ter acesso aos espetáculos em ambientes fechados, os participantes farão uma doação de 2kg de alimentos não perecíveis, que serão destinados à Campanha “Nossos irmãos não podem mais esperar” - em prol das vítimas de estiagem em 178 municípios cearenses.
Reconhecida por produzir, fomentar e levar cultura aos lugares mais longínquos, a Mostra vem, a cada ano, ampliando o potencial das expressões artísticas. Em 2012, serão 81 grupos selecionados por edital, sendo 32 do núcleo de artes cênicas, 14 de artes visuais, 23 de música, 5 de audiovisual e 7 de literatura -  vindos de 14 estados do Brasil. Além de 44 grupos da tradição popular convidados pelo Sesc, como previsto no edital do evento.
Nesta edição, a Mostra Sesc Cariri de Culturas surge com sutis demonstrações de que, sem deixar de valorizar e contemplar o país inteiro em sua programação, a cultura cearense e, principalmente, da região do Cariri será apresentada de forma mais destacada. “A região do Cariri, berço da cultura de um povo que abre seus saberes e acolhe todas as tribos que vêm se aconchegar em sua Terra, neste ano irá alçar vôos maiores no evento”, explica o gerente de Cultura do Sesc/CE, Paulo Leitão.
O incentivo às manifestações populares, transmitidas pela oralidade, como os Reisados, Cocos do litoral e do sertão, a herança indígena e Cantos de Sagração estarão presentes na programação de forma diferenciada, nesta edição.
As tradições orais, conhecidas como Brinquedos – que contemplam os Reisados, os Bois, o Maracatu, o Coco, dentre outras expressões culturais – terão um único Terreiro, específico para os grupos que irão participar. O objetivo desta mudança é fazer com que integrantes de diferentes grupos e visitantes do evento tenham a oportunidade de participar de todas as terreiradas e com isso, haja um intercâmbio entre todos.
A partir do pensamento de Antônio Conselheiro de que “o sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”, a Mostra promove um importante e inédito encontro: grupos de Dança do Coco do sertão e do litoral farão juntos, pela primeira vez no Cariri, uma bela e emocionante apresentação. Este momento acontecerá durante o Seminário “A Reinvenção do Nordeste”, entre os dias 12 e 13 de novembro. O tema central do evento, que está na 3ª edição, será “As novas metrópoles do sertão e as cidades globais do litoral: interconexões” e contará com professores, teóricos, gestores e artistas que irão debater sobre arte, cultura e o desenvolvimento nas novas metrópoles do sertão nordestino.
Como forma de destacar uma das expressões culturais mais fortes do Nordeste, o evento terá também um momento dedicado às manifestações religiosas com a apresentação de grupos de Penitentes e de Carpideiras, em Barbalha. A ocasião contará com participação de Maria do Horto, mestre reconhecida por suas cantigas e pelos cantos de versos de peças tradicionais do Ceará.
“Assim como o objetivo de toda programação da Mostra é valorizar a cultura popular, a ideia do Canto de Sagração é reforçar que o sagrado não é apenas o que é voltado para o religioso, mas também para a realidade de cada povo e como ele a encara”, explica Ezequias Arruda, supervisor de Cultura na área da Tradição e Artes Cênicas. 
A identificação cultural do povo indígena será representada na 14ª edição da Mostra Sesc Cariri de Culturas. O Nação Cariri – Encontro de Tóre e Torém, será um momento especial para reforçar que a cultura dos índios permanece forte entre as etnias e em construção constante. Quatro grupos indígenas irão se apresentar em Juazeiro do Norte. “O objetivo é mostrar, com as apresentações de Toré e Torém, seus rituais e características próprias, que as etnias estão presentes no mundo, de forma viva e em evolução”, ressalta Ezequias Arruda.

  

 

 

 

Bienal Internacional de Dança – De Par em Par 2012 vai ao interior

 

Limoeiro, Tabuleiro do Norte e Trairi estão no roteiro do evento esta semana

 

Na próxima quinta-feira, dia 1º de novembro, o projeto CirculaDança, da Bienal, chega a Limoeiro do Norte com três apresentações de cearenses: “II Dois” (Geane Albuquerque e John Pessoa), “Procura-se MaLu” (Luiz Otávio Queiroz e Magno Pontes) e “Pele” (Fátima Muniz). Será às 19 horas no Teatro Municipal (Rua Coronel Jose Nunes, 571).
O CirculaDança também vai a Tabuleiro do Norte no feriado, 02 de novembro, com Folgança, 12’37” e Remanso (Paracuru Cia. de Dança) e Escolhas e Sob-pressão (Cia. de Dança Ciclos). No sábado, a Ciclos reapresenta Sob Pressão. Nos dois dias, a programação começa às 20h na Praça Central.
Trairí também fecha a programação geral da Bienal De Par Em Par 2012, com três espetáculos no sábado, às 19h, no CTTA Trairi.  São eles: “Love Dance” (Arte em Rua), “É carona” (Cia. em Dois) e “Caso por acaso”.









TRIBO ELETRÔNICA

 FW se consolida como o maior evento de música eletrônica do Nordeste

Balada acontece no dia 14 de Novembro no Mucuripe Club trazendo os maiores astros da música eletrônica do mundo como Armin Van Buuren, Paul Van Dyk e Skazi

A FW Eletronic já tem data marcada no calendário de Fortaleza, um projeto que nasceu dentro do Ceara Music agora anda com suas próprias pernas em direção à conectividade entre as pessoas, pois agora é projeto assinado pela Ballantine’s. A edição da FW Eletronic 2012 foi lançada no restaurante Grazie no Salinas Casa Shopping nesta última quinta (25). O lançamento teve a presença do diretor da FW Eltronic Pedro Neto e Lucas Couto, gerente de marketing da Ballantine’s. O evento acontecerá dia 14 de Novembro no Mucuripe Club e contará com top DJ’s internacionais como Armin Van Buuren, Paul Van Dik, Felguk e Skazi.
A marca de Whisky escocês Ballantine’s  vem mostrando seu potencial no Nordeste, por ser a região brasileira que consome 45% de whisky importado no país, representando uma participação de 30% de vendas da marca nas principais capitais como Salvador, Recife e Fortaleza, transformando o Brasil como o segundo maior consumidor de Ballantine’s logo após os Estados Unidos. A marca trouxe no ano passado para Recife o Top Dj Tiësto e agora investe em Fortaleza com o conceito “Impulsing Your Mind”. A ideia é conectar as pessoas num mesmo espaço para sentir uma energia única desencadeada pelas batidas e vibrações contagiantes da música eletrônica. 
A Ballantine’s FW Eletronic também abre espaço para 4 DJ’s locais que serão selecionados pela curadoria do evento e submetidos à votação pelo público para tocar nas pick-ups do Mucuripe Club, abrindo portas e reconhecendo os artistas locais que autenticam a capital da música eletrônica no Nordeste. Os produtores tem uma expectativa de 10 mil pessoas, com acessos de pista e camarote, proporcionando um evento top de linha que marcará o ano de 2012 na cidade.



A Ballantine’s tem forte presença digital, sendo uma das maiores comunidades no Facebook, o whisky apresenta seu mais novo projeto, as T-shirtOS, que são camisetas que interagem através de um celular com acesso à internet, por meio de um sistema eletrônico implantado em sua malha que possui micropontos de LED. A camiseta com tecido especial forma uma “tela” que projeta imagens, permitindo o compartilhamento de status do Facebook, tweets, fotos e músicas puxadas diretamente do iTunes.



A FW Eletronic transformou o cenário musical do Estado a partir do Ceara Music, convidando o público para apreciar as batidas do House, Trance, Drum’n’Bass, Techno e Minimal e desde o ano passado tem uma data exclusiva para realização do evento. A FW este ano trará o DJ considerado o melhor do mundo de acordo com o ranking da MAG Top 100, o astro Armin Van Buuren que tem seu estilo próprio e contagiante, o que garantiu o mesmo título nos anos de 2007, 2008, 2009 e 2010, mas ano passado ficou em segunda posição, porém em 2012 já retornou ao posto de melhor DJ do mundo.



Além de Armin, o evento trará o alemão Paul Van Dyk considerado um dos principais nomes da música da atualidade e a dulpa Felguk que foram convidados para remixar a música “Celebration” de Madonna, além de serem convidados para outras participações oficiais com David Guetta e Black Eyed Peas. O DJ Skazi, israelense considerado o maior astro do Psy Trance, também agitará a noite com suas performances únicas que conquistou fãs em todos os cantos do planeta. Já para quem curte House Music, Chris Lake é a melhor opção da noite, com sua vibe diferente. (Texto e fotos: Carlos Augusto Puton)











Didi Moraes lança o livro Cego Eu?

Dia 27, será lançado a segunda edição do Livro, às 17 horas, no Auditório da Livraria Cultura

O Livro de Dimaranje José Moraes é uma forte e simples narrativa que conta a história de como um menino brasileiro nascido na zona rural, deficiente visual, torna-se um multi-instrumentista, músico compositor e trabalhador da informática.  O carioca-cearense, Didi Moraes, escreveu “CEGO, EU?” em homenagem à escola que o formou para a vida – o Instituto Benjamin Constant (uma escola de cegos, do RJ) – e para falar dos novos projetos e processos de educação inclusiva do sistema educacional brasileiro, contando histórias de videntes e cegos.

Não tenha dúvida de que essa história instigante de um menino homem, que, perdendo a visão, aos cinco anos de idade, conta como formou sua visão de mundo e encontrou caminhos de enxergar a vida, fará você chorar, rir, aprender, emocionar-se e divertir-se.
A capa da publicação é do artista plástico cearense Descartes Gadelha.

No lançamento de “CEGO, EU?”, já na 2ª edição, no Auditório da Livraria Cultura, às 17h do próximo sábado, dia 27, Didi Moraes apresenta a Palestra Espetáculo – “Na escola da educação inclusiva: cego em tiroteio”. Cantando, declamando, tocando e conversando, apresentando cantigas autorais e da MPB, tocando chorinho, o autor faz reflexões sobre o sistema educacional brasileiro e as tentativas dos projetos de educação inclusiva. Vale a pena conferir!

Serviço:
Lançamento do Livro “CEGO, EU?”, de Dimaranje José Moraes
Dia: 27 de outubro
Horário: Ás 17 horas
Local: Auditório da LIVRARIA CULTURA. No Shopping Varanda Mall – Av. Dom Luis, 1010 - Meireles, fone 4008.0800. Entrada Franca
 






LITERATURA


X Bienal Internacional do Livro do Ceará anuncia novidades na programação

Evento que acontece de 8 a 18 de novembro no novo Centro de Eventos, celebra os 120 anos da Padaria Espiritual

A comissão organizadora da X Bienal Internacional do Livro do Ceará confirmou novos nomes que estarão presentes no evento, que ocorrerá de 8 a 18 de novembro no Centro de Eventos do Ceará. Na nova relação, figuram as presenças da escritora norte-americana Kim Edwards, de Ricardo Kelmer, Ângela Escudeiro, Thalita Rebouças, Márcia Tiburi, Benjamin Abdala, Ana Miranda, Ignácio de Loyola Brandão, Lira Neto, Luiz Tati, Benjamin Abdala e Cristina Pretti. Como já havia sido confirmado no lançamento desta edição, ocorrido no último dia 15 de maio, a Bienal homenageará e contará com a presença de ilustres nomes da literatura nacional e internacional, como o nigeriano Wole Soyinka, ganhador do Nobel de Literatura 1986; o cearense Rafael Sânzio de Azevedo, Doutor em Letras pela UFRJ, com tese sobre A Padaria Espiritual e o Simbolismo no Ceará, e membro da Academia Cearense de Letras, onde ocupa a Cadeira nº 1, cujo patrono é Adolfo Caminha; e o norte-riograndense José Cortez, ex-lavrador, que saiu do sertão e, através da literatura, se tornou um dos principais editores do Brasil, tendo fundado a Editora Cortez.
Novas presenças também foram confirmadas para os eventos que ocorrerão paralelamente à Bienal, como o Encontro de Lusófonos. Estão certos os nomes de Eduardo Quive (Moçambique), Filinto Elísio (Cabo Verde), Conceição Lima (São Tomé e Príncipe), Odete Semedo (Guiné-Bissau), Ana Nascimento, Zilda e Dramistas, Sebastião Chicute, Ari Bandeira e Alan Mendonça. O II Encontro de Ilustradores reunirá Rosana Urbes, Nathália Forte, Diego Akel, Ramon Cavalcante e Baião Ilustrado e coletivo Base. A X edição da Bienal do Livro também levará ao Centro de Eventos, como parte da diversificada programação que contempla as interfaces literárias, cineclubes que reunirão pesquisadores cearenses como Maria Inês Pinheiro Cardozo, Maria Helena Cardoso, Fernanda Coutinho, Carlos Eduardo Bezerra, Paulo Andrade e Cleudene Aragão. A programação também reserva espaço para o VI Encontro do Sistema de Bibliotecas Públicas do Estado do Ceará, com as presenças de Márcia Cavalcante, Lucília Garcez, Tânia Rosing, Nanci Nóbrega, Airton de Farias e Maria Aparecida Lavor.


Temática
Com o tema “Padaria Espiritual – O Pão do Espírito para o Mundo”, a Bienal do Livro irá prestar uma homenagem aos 120 anos do movimento artístico que escandalizou a pequena Fortaleza do final do Século XIX com o humor, o talento e a ousadia de um grupo de escritores, pintores e músicos que promoveram intensas atividades de renovação artística e literária. Além da homenagem à Padaria Espiritual, a Bienal celebrará ainda os 90 anos da Semana de Arte Moderna, e os Centenários do Rei do Baião, Luiz Gonzaga; dos escritores Jorge Amado e Nelson Rodrigues; e do cantador e violeiro Joaquim Batista de Sena, legítimo representante da poesia popular nordestina.

No total, serão disponibilizados 23 mil metros quadrados de área utilizada, aumentando em 40% a área de estandes e em 100% a área de circulação e de acessos em relação à edição anterior. Com isso, a organização da Bienal estima dobrar o número de visitantes, chegando a um público de 600 mil pessoas durante os dias da Feira.

Uma ampla e diversificada programação está sendo montada para permitir à X Bienal Internacional do Livro contemplar o maior número possível de interfaces com a literatura. Para tanto, serão promovidas mais de 500 atividades entre palestras, mesas-redondas, lançamentos de livros, exposições, shows líteromusicais, cineclubes, colóquios, convenções e debates. As atividades serão realizadas nos diversos espaços montados, entre eles o Espaço Cordel, o Café Java, o Espaço Jovem, o Espaço Infantil e o espaço Oca – Ana Miranda, entre outros.

Ainda dentro da homenagem à Padaria Espiritual, os estandes, salas, salões, auditórios e cafés receberão nomes alusivos aos “padeiros”, como eram chamados os membros do grupo, que serão ainda homenageados serão representados por atores e bonecos, que se juntarão aos visitantes. Uma exposição no Memorial da Padaria Espiritual, montada com acervo do Museu do Ceará, Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel e Instituto Histórico e Geográfico do Ceará levará livros, roupas e artigos pessoais dos padeiros e atas recém-encontradas da Padaria. O setor será acompanhado por estagiários e instrutores dos núcleos educativos do Museu do Ceará e Arquivo Público e por alunos das escolas profissionalizantes do Estado.

Nos espaços destinados à exposição e venda de livros, as principais editoras nacionais e locais apresentarão seus produtos em uma moderna e acolhedora infra-estrutura a ser montada no local. São esperados mais de 100 mil títulos, que ficarão expostos em quatro setores distintos: 1) Espaço das Editoras Cearenses, reunindo as editoras do Ceará e dando oportunidade aos editores do Estado exporem seus catálogos para o público visitante; 2) Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura, espaço destinado às editoras do Nordeste; 3) Editoras Universitárias, espaço conjunto para comercialização da produção acadêmica das editoras universitárias brasileiras e latinoamericanas; e 4) Espaço das Editoras Nacionais e Internacionais, em uma área destinada à exposição de livros de editoras nacionais e internacionais.

Com visitação gratuita e diária das 9 horas às 22 horas, a Bienal Internacional do Livro do Ceará fará uma forte ação de aproximação com os alunos da rede pública de ensino. Está prevista a presença de cerca de 20 mil alunos com idade mínima de seis anos da Capital e do Interior em projetos de visitação escolar, o dobro da última edição da Bienal, além de professores e agentes de leitura. O agendamento será feito pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará até o dia 5 de novembro através do e-mail visitacaobienal@secult.ce.gov.br, de modo que somente grupos de estudantes agendados previamente terão acesso ao evento. Os responsáveis por cada grupo receberão Kit-visitação Escolar, composto por crachás dos alunos, credencial do ônibus da escola e mapa de localização. Os estudantes serão acompanhados por monitores da Secretaria da Cultura, que orientarão a visita pelos diversos setores da Bienal.

Para estimular ainda mais o interesse do público infanto-juvenil pela leitura e facilitar o acesso ao livro, a Secretaria da Cultura irá promover a distribuição da Notinha Legal, no valor de R$ 10,00 (dez reais), com a qual as crianças das escolas públicas e comunitárias poderão comprar livros no evento. No total serão 20 mil notinhas, totalizando R$ 200 mil em incentivo a 20 mil alunos da rede pública de ensino, que concorrerão às notinhas por meio de edital ainda a ser lançado e que terá a Bienal como tema. Já os professores das escolas públicas e os alunos de escolas profissionalizantes serão beneficiados com o CardLivro, cartão de crédito para aquisição de livros.

A X Bienal Internacional do Livro do Ceará é uma realização do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria de Cultura, em parceria com o Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC) com incentivo da Coelce e da Oi por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

• X Bienal Internacional do Livro do Ceará
Data: 8 a 18 de novembro de 2012
Local: Centro de Eventos do Ceará – Fortaleza (CE)
Horário de Visitação: das 9 horas às 22 horas
Entrada gratuita

 








100 livros clássicos para download

Uma compilação com 100 obras, entre autores brasileiros e estrangeiros, escolhidas entre os 10 mil títulos disponíveis no portal Domínio Público. A lista, traz desde livros seminais, formadores da cultural ocidental, como “Arte Poética”, de Aristóteles, até o célebre “Ulisses”, de James Joyce, considerado um dos livros mais influentes do século 20, além de clássicos brasileiros e portugueses. Todo o acervo do portal DP é composto por obras em domínio público ou que tiveram seus direitos de divulgação cedidos pelos detentores legais. No Brasil, os direitos autorais duram setenta anos contados de 1° de janeiro do ano subsequente à morte do autor.



A Divina Comédia — Dante Alighieri
Ulysses — James Joyce
A Metamorfose — Franz Kafka
Don Quixote. Vol. 1 — Miguel de Cervantes Saavedra
Don Quixote. Vol. 2 — Miguel de Cervantes Saavedra
Cândido — Voltaire
Uma Estação no Inferno — Arthur Rimbaud
Iluminuras —Arthur Rimbaud
A Esfinge sem Segredo — Oscar Wilde

Viagens de Gulliver — Jonathan Swift
Poemas — Safo
O Elixir da Longa Vida — Honoré de Balzac
Arte Poética — Aristóteles

Via—Láctea — Olavo Bilac
As Viagens — Olavo Bilac
Contos para Velhos — Olavo Bilac
A Mensageira das Violetas — Florbela Espanca
Poemas Selecionados — Florbela Espanca
Livro de Mágoas — Florbela Espanca
Charneca em Flor — Florbela Espanca
Livro de Sóror Saudade — Florbela Espanca
O Livro D'ele — Florbela Espanca
O Guardador de Rebanhos — Fernando Pessoa

Poemas de Fernando Pessoa — Fernando Pessoa
Poemas de Álvaro de Campos — Fernando Pessoa
Poemas de Ricardo Reis — Fernando Pessoa
Primeiro Fausto — Fernando Pessoa
O Eu Profundo e os Outros Eus. — Fernando Pessoa
O Pastor Amoroso — Fernando Pessoa
A Cidade e as Serras — Eça de Queirós
Os Maias — Eça de Queirós
Contos —Eça de Queirós
A Ilustre Casa de Ramires — Eça de Queirós
A Relíquia — Eça de Queirós
O Crime do Padre Amaro — Eça de Queirós
Cartas D'Amor — O Efêmero Feminino — Eça de Queirós
Vozes d'África — Castro Alves
Os Escravos —  Castro Alves
O Navio Negreiro — Castro Alves
Espumas Flutuantes — Castro Alves
Eu e Outras Poesias — Augusto dos Anjos
Eterna Mágoa — Augusto dos Anjos
Os Sertões — Euclides da Cunha
Canção do Exílio — Antônio Gonçalves Dias

Dom Casmurro — Machado de Assis
Memórias Póstumas de Brás Cubas — Machado de Assis
Esaú e Jacó — Machado de Assis
Quincas Borba — Machado de Assis
Contos Fluminenses — Machado de Assis
O Alienista — Machado de Assis
As Academias de Sião — Machado de Assis
Memorial de Aires — Machado de Assis

Romeu e Julieta — William Shakespeare
A Comédia dos Erros — William Shakespeare
A Megera Domada — William Shakespeare
Macbeth — William Shakespeare
Hamlet — William Shakespeare
Otelo, O Mouro de Veneza — William Shakespeare
O Mercador de Veneza — William Shakespeare
Antônio e Cleópatra — William Shakespeare
Ricardo III — William Shakespeare
Os Lusíadas — Luís Vaz de Camões
Redondilhas — Luís Vaz de Camões
Canções e Elegias — Luís Vaz de Camões
A Carta — Pero Vaz de Caminha
Fausto — Johann Wolfgang von Goethe
Lira dos Vinte Anos — Álvares de Azevedo
Noite na Taverna — Álvares de Azevedo
Poemas Irônicos, Venenosos e Sarcásticos — Álvares de Azevedo
Obras Seletas — Rui Barbosa
A Volta ao Mundo em Oitenta Dias — Júlio Verne
Odisseia — Homero
Iliada — Homero
História da Literatura Brasileira — José Veríssimo Dias de Matos
Utopia — Thomas Morus
A Carne — Júlio Ribeiro
Édipo—Rei — Sófocles
A Alma Encantadora das Ruas — João do Rio
Memórias de um Sargento de Milícias — Manuel Antônio de Almeida
A Dama das Camélias — Alexandre Dumas Filho
Sonetos e Outros Poemas — Bocage
A Dança dos Ossos — Bernardo Guimarães
A Escrava Isaura — Bernardo Guimarães
A Orgia dos Duendes — Bernardo Guimarães
Seleção de Obras Poéticas — Gregório de Matos
Contos de Lima Barreto — Lima Barreto
O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos — Lima Barreto
Triste Fim de Policarpo Quaresma — Lima Barreto
Diário Íntimo — Lima Barreto
O Livro de Cesário Verde — José Joaquim Cesário Verde
Brás, Bexiga e Barra Funda — Alcântara Machado
Schopenhauer — Thomas Mann

A Capital Federal — Artur Azevedo
Antigonas — Sofócles
A Poesia Interminável —  Cruz e Sousa
Antologia — Antero de Quental
A Conquista — Coelho Neto
As Primaveras — Casimiro de Abreu
Carolina — Casimiro de Abreu
A Desobediência Civil — Henry David Thoreau
A Princesa de Babilônia — Voltaire









Festival leva o melhor da música instrumental para o Parque Ecológico do Cocó 

Segunda edição do Ceará Instrumental acontecerá de quinta a sábado e homenageia Carlinhos Patriolino

Fortaleza recebe esta semana a segunda edição do Ceará Instrumental, um festival que reúne os melhores instrumentistas do estado. São três noites de shows no Parque Ecológico do Cocó. O evento, que acontece de 25 a 27 de Outubro, presta uma homenagem ao multi-instrumentalista Carlinhos Patriolino.
Diariamente, serão pelo menos quatro apresentações, com um detalhe importante: em cada uma delas, um instrumentista cearense estará no centro das atenções!  Músicos que nos acostumamos a ver em pequenos espaços, apresentam agora trabalho próprio, contando para isso com um palco ao ar livre. Tudo para desenvolver a criatividade e potencial de sua música.
A edição deste ano faz do palco uma grande celebração oferecendo ao público grandes nomes como Ítalo e Renno, Rossano Cavalcante, Rossini Cavalcante, André Rocha, Tarcísio Sardinha, Márcio Resende, Adriano Giffoni, Jazzera Trio, Thiago Almeida, Mimi Rocha, Tiago Rocha, Ricardo Leite e banda Quorum, e o mestre homenageado, Carlinhos Patriolino. São esperadas muitas participações especiais, as famosas “canjas”.
Serviço:
II Ceará Instrumental – Um evento sem palavras
Data: 25 a 27 de Outubro, a partir das 20h.
Local: Anfiteatro do Parque Ecológico do Cocó.
Informações: (85) 3246-3402.






EDUCAÇÃO

V Feira das Profissões da UFC terá programação cultural 

A Universidade Federal do Ceará (UFC) promove, de 24 a 26 de outubro, sua IV Feira das Profissões, na Praça de Eventos montada no campus do Pici. Além de 79 estandes, onde os visitantes poderão se informar sobre os cursos de graduação ofertados pela UFC e pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), foi preparada uma programação cultural para todos os dias da feira.
Hoje, quarta, 24, se apresentam o Quarteto de Violões da UFC (11h), o Grupo de Estudo de Choro da UFC (17h) e o Grupo Instrumental Realejo Viramundo (18h). Na quinta-feira (25), é a vez das bandas O Chá (17h) e Prole (19h) mostrarem seus trabalhos. Na sexta-feira (26), as apresentações são de Deise Peixoto (11h), Forró Xote dos Meninos (17h) e Roda de Compositores do DCE (19h). Todas as atrações são formadas por alunos e funcionários da UFC.

SERVIÇO
Feira das Profissões
UFC - Campus do Pici
De 24 a 26 de outubro
Em três turnos: de 8h às 12h, de 14h às 18h e de 18h30min às 20h30min
Aberta ao público em geral, com acesso gratuito








NOTAS CULTURAIS
Leilão irá beneficiar o Instituto Povo do Mar
Será realizado em 5 de novembro, na Casa Cor Ceará, o 2º leilão beneficente IPOM. Artistas como Totonho Laprovitera, Sergei de Castro, Joana Salle, dentre outros, doaram suas obras, pinturas e gravuras. Entre os objetos que serão leiloados, também estão pranchas autografadas pela molecada do IPOM. A renda será toda revertida para ajudar as crianças em situação de risco no bairro Serviluz.

Carnacumbuco com diversas bandas

Neste sábado (27), a partir das 21 horas, a Praia do Cumbuco, litoral cearense, vai se tornar palco de mais uma edição do Carnacumbuco. Carnaval fora de época que já está na agenda do entretenimento cearense e traz a mistura musical da banda baiana Oito7Nove4, Forró do Movimento e o sertanejo de Matheus Fernandes. A praia do Cumbuco fica localizada a 41 km de Fortaleza e o visual, paradisíaco, completa o cenário da festa.

Ciclo Mandacaru de Oficinas de Caligrafia
A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta o Ciclo Mandacaru de Oficinas de Caligrafia, projeto criado com o objetivo de compartilhar o conhecimento de grandes nomes da caligrafia nacional contemporânea com interessados no tema, além de estimular jovens talentosos a experimentar e desenvolver suas próprias identidades caligráficas. O curso acontece de 7 a 11 de novembro e é indicado para profissionais e amadores ligados às artes plásticas, designers, publicitários e ilustradores. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.mandacarudesign.com.br/oficinas-de-caligrafia. Informações (85) 3453.2770

Sesc Sobral realiza exposição com obras de Monteiro Lobato

De 15 a 30 de outubro o Sesc Sobral realiza, na biblioteca Aurélio Cavalcante Ponte (Rua Boulevard João Barbosa, 902), a exposição “O maravilhoso mundo de Monteiro Lobato”. Para homenagear o mestre da literatura infantil brasileira, o trabalho reúne 12 telas com os personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo. O espaço é aberto ao público com visitação das 8h às 11h e das 14 às 17h. A entrada é gratuita. Além de comemorar os 130 anos do autor, a exposição divulga a importância da obra literária infantil e revela um pouco da vida e obra de Monteiro Lobato. No espaço, o público confere contação de histórias do universo do autor.












 Polêmica biografia que desnuda a vida e obra de Gandhi chega ao Brasil

O grande líder espiritual e político do século XX é tema de “Gandhi: ambição nua”, do consagrado biógrafo e historiador inglês Jad Adams

Livro inclui o relato mais explícito já feito dos experimentos sexuais do Mahatma Gandhi
A Geração Editorial acaba de lançar o livro “Gandhi: ambição nua”, do consagrado biógrafo e historiador inglês Jad Adams. Em seu livro, Adams explora todos os âmbitos da vida de Gandhi, focando na vida política, social, espiritual, familiar e sexual do líder indiano. Em seu livro, Adams afirma que a busca pela santidade não está imune a falhas. Tudo isso utilizando material inédito, tornado disponível apenas recentemente, incluindo o relato mais explícito já feito dos experimentos sexuais do Mahatma com as esposas dos seus seguidores e com as suas sobrinhas-netas adolescentes. Uma narração primorosa, elegante e concisa sobre um dos principais personagens do século XX.
Grande líder político e espiritual do movimento de independência da Índia, pioneiro da resistência não violenta conseguida através do estímulo da desobediência civil em massa, reverenciado na Índia como”pai da nação”, Mohandas K.Gandhi inspirou movimentos de direitos civis e de liberdade política ao redor do mundo. Sua figura ficou conhecida como um líder político e espiritual, com ações que marcaram a humanidade e se tornaram exemplos para gerações. Sua mensagem de paz e amor, seus atos revolucionários pacifistas e sua ideologia são propagados no mundo até os dias atuais. Mas, por trás dos holofotes, quem de fato foi o grande líder indiano? No ponto de vista público ele era um santo, mas quando analisado no âmbito privado pode ser classificado com verdadeiro tirano.
Esta nova e controversa biografia revela o homem por trás do Mahatma e expõe a ambição ardente de Gandhi, sem incorrer na apologia das demais obras sobre o libertador da Índia, mas também sem questionar a santidade pessoal do grande apóstolo da não violência. Jad Adams nos mostra as múltiplas facetas de Gandhi: sua surpreendente autodeterminação, o empenho incansável com que recriou sua própria imagem, de um dândi londrino a um sábio seminu. O modo impiedoso e até cruel com que sacrificou a sua família em nome dos seus princípios e o seu papel na tragédia sangrenta da partição da Índia também estão no livro.
 Ao delinear a carreira de Gandhi, o autor explora as muitas contradições deste homem extremamente complexo: um pacifista obstinado, mas cujo tratamento dispensado à sua esposa e filhos chegava aos limiares da crueldade. “Gandhi – Ambição nua” apresenta as realizações, a filosofia e o legado — tanto político quanto espiritual — de um homem cuja vida realmente mudou o mundo.
SERVIÇO
Gandhi – Ambição nua
Autor: Jad Adams
Tradutor: Fulvio Lubisco
Gênero:  Biografia
Págs: 464
Preço: R$ 39,90
**** 4 ESTRELAS / Ótimo


  


Mais um domingo de praia em Fortaleza

Confira a lista de praias próprias e impróprias para banho na cidade, segundo boletim da Secretaria do meia Ambiente do Ceará - SEMACE

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), por meio Gerência de Análise e Monitoramento (Geamo), emitiu o boletim de balneabilidade da orla marítima de Fortaleza, que aponta 26 pontos próprios para banho na capital. O resultado leva em consideração a análise de amostras de água colhidas. Do total de 31 pontos monitorados pela autarquia em Fortaleza, apenas cinco encontram-se impróprios para balneabilidade. A análise é feita de acordo com a Resolução 274 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que estabelece que para um ponto ser considerado apto para à recreação de contato primário é necessário que o número de coliformes termotolerantes não ultrapasse 1.000 a cada 100 mL de água coletada nas últimas cinco semanas. O procedimento de monitoramento é feito através de amostras coletadas às segundas-feiras, no horário entre 9 e 12 horas.
Alguns fatores implicam sobre o resultado do monitoramento, entre eles as condições de maré, presença de animais, disposição inadequada de resíduos sólidos, adensamento urbano próximo e esgoto sem tratamento.
Acompanhe sempre o boletim de balneabilidade através do DIVIRTA-CE.

Resultado das análises em Fortaleza:

Pontos Próprios

Caça e Pesca
Barraca Arpão Praia Bar
Barraca Itapariká
Barraca Hawaí
Praça 31 de Março
Barraca América do Sol
Barraca Crocobeach
Clube de Engenharia
Barraca Beleza
Início da Rua Ismael Pordeus
Farol
Iate
Mucuripe
Estátua de Iracema
Volta da Jurema
Edifício Arpoador
Final da Rua José Vilar
Ideal Clube
Ed. Vista del Mare
Ponte dos Ingleses (Ponte Metálica)
INACE (Ind. Naval do Ceará)
Marina’s Park Hotel
Início da Av. Philomeno Gomes
Kartódromo
Goiabeiras
Barraca Big Jeans

Pontos Impróprios
Início da Av. Pasteur
Colônias
Horta
Início da Rua Lagoa do abaeté
Barra do Ceará




Italo e Renno gravam segundo DVD autoral
 

Show aconteceu no Fiteiro Praia

Com sete anos de carreira, os músicos Ítalo & Renno preparam uma festa especial para os fãs: a gravação do segundo DVD ao vivo da dupla. Os jardins do Fiteiro Praia foi o palco desse grande show, que ocorreu dia 20 de outubro. O evento, que tem a perspectiva de receber 2 mil pessoas, contará com a participação das bandas 3x4, Forró Pé de Ouro, além da bateria da Unidos da Cachorra e do cantor Guto Ribeiro.
Intitulado “Ítalo & Renno ao vivo”, o DVD trará 20 músicas, entre canções inéditas, como “Rir da sua cara”, “Apaixonado por você” e “ Vou te beijar”, além dos hits já conhecidos pelo público, como “Se você quiser “, “Tome love” e “Depois do show a gente vê”. O novo trabalho traz um estilo balada moderna com músicas que também falam de romantismo. “O som da sanfona, que geralmente remete ao tradicionalismo, protagoniza uma música moderna, entre arranjos eletrônicos e de batida forte”, afirma Ítalo. O carro chefe deste DVD será a canção “Deixa”: uma música contagiante e envolvente, que remete a um forró moderno, falando de amor.  Com uma linguagem jovem, o show terá momentos especiais, que envolve uma grande interação com o público, dança e muita alegria. Haverá também um medley, misturando a música cearense ao funk carioca. O DVD mostra ainda o trabalho de Ítalo & Renno como compositores, arranjadores e produtores musicais. “Nós pensamos nos arranjos e na composição dos instrumentos da banda, bem como na pesquisa de sucessos que tocam o nosso público e a nós mesmos”, afirma Renno. “Este novo trabalho representa um marco na nossa carreira, pois será uma grande oportunidade de mostrar ao público jovem um trabalho moderno e repaginado, com influências interessantes e atuais. Vamos ousar, misturar sons, estilos e performances. Vai ser um barato!", contam.

Serviço
Gravação do DVD “Ítalo & Renno ao vivo”
Data: 20 de outubro

Local: Jardins do Fiteiro Prai
Horário: a partir das 16h

Confira algumas fotos de Carlos Augusto Puton na área vip do show de Ítallo e Renno











  


 
Com cultura cearense e colombiana, Tangolomango 2012 acontece de quinta a sábado
- Cena do espetáculo com o grupo La Ventana, de Bogotá 

Festival Latino-americano da Diversidade Cultural se prepara celebrar o intercâmbio das artes feitas nas cidades de Fortaleza e Bogotá

Depois de dois meses de seleção nas cidades de Fortaleza e Bogotá, a edição 2012 do Tangolomango – Festival Latino-americano da Diversidade Cultural - divulga os grupos selecionados que irão se apresentar de 18 a 20 de outubro (quinta a sábado) no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, e 02 a 04 de novembro em Bogotá. O projeto reúne em mais edição dança, teatro e circo.

- Banda Fulô do Aurora: uma das atrações cearenses
 
Após o sucesso da conexão entre as cidades do Rio de Janeiro e Buenos Aires em 2011, o Tangolomango – Festival Latino-americano da Diversidade Cultural ultrapassará novamente as fronteiras do Brasil. Para cada uma das duas apresentações, foram selecionados através de edital 10 grupos, sendo cinco do Ceará e cinco da cidade de Bogotá (Colômbia), que irão apresentar um espetáculo inédito que mistura circo, música, teatro e dança de grupos das duas cidades. Toda a programação é gratuita.
Entre as atrações cearenses o festival irá apresentar a partir de amanhã os grupos Dona Zefinha, que traz um show performático, recheado de poesias, improvisos e comicidade, Fulô da Aurora, que mergulha nas tradições populares do Ceará através de vivência direta com mestres de nossa  cultura, Coletivo Vata, grupo que utiliza a técnica do sapateado americano com ritmos nordestinos como o baião, o côco e o maracatu, Juká de Teatro, trabalho que reúne diferente linguagens, como teatro, música e bonecos de grandes proporções, e Grupo Garajal, de Maracanaú, que apresenta uma trama de lutas de espadas, danças, pau-de-fita, roda de coco e maracatu.
Dos grupos bogotanos, veremos o Tekeyé, um grupo de percussão experimental com teatro, Orquesta Capital, grupo contemporâneo que mistura salsa e a timba cubana com muita energia, a Compañía de Danza Orkéseos, grupo de dança afro, com influência caribenha, que junta teatro com coreografias afro-colombianas, Compañía de Danza Sankofa, grupo de dança afrocolombiano com um swing bem marcado, e La Ventana Producciones, grupo que mistura Circo (trapézio, cordas lisa e lira, tecido, acrobacia de solo, entre outros), Música, clown, vídeo, dança e teatro.
Realizado desde 2002 e com edições no Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, Salvador e Buenos Aires, o Tangolomango já se consolidou como um festival latino-americano, promovendo o encontro de mais de quatro mil artistas de 300 grupos vindos do Brasil, Argentina, Colômbia, Venezuela e Peru. O nome do festival é inspirado em uma brincadeira de roda popular em várias regiões do Nordeste do Brasil e expressa o espírito de seu trabalho e tem o patrocínio da Petrobras. O objetivo é articular, reunir e difundir projetos culturais de diferentes regiões do Brasil e da América Latina, para promover a diversidade cultural e a troca de experiências, visando a integração das ações desenvolvidas, a produção colaborativa e a formação de redes. As apresentações acontecem sempre em espaços públicos e com acesso gratuito.
O ator e diretor teatral Ernesto Piccolo será o diretor artístico do Tangolomango- Festival da Diversidade Cultural, que acontecerá no Dragão do Mar em outubro. O diretor que tem em seu currículo espetáculos de grande sucesso de público e crítica, como Divã, com Lilia Cabral e Alice no País das Maravilhas com Luana Piovani, será o responsável por coordenar o intercâmbio entre grupos cearenses e colombianos no festival. Como já faz parte da história do evento, nos dias de intercâmbio que antecedem aos shows, os grupos se conhecem, reconhecem e valorizam as suas diferenças e semelhanças.
Serviço:
XIV Tangolomango - Festival Latino-americano da Diversidade Cultural/ Conexão Fortaleza-Bogotá
De 18 a 20 de outubro às 19h, no Centro Dragão do Mar e 02 a 04 de novembro em Bogotá, La Media Torta
Gratuito
Informações: www.tangolomango.com.br







 
Segunda edição do Festival Cearense de Hip Hop

O evento acontece até quinta feira, com cursos e apresentações no Centro Dragão do Mar e Cuca Che Guevara

Começa nesta terça a segunda edição do Festival Cearense de Hip Hop, com apresentações e cursos no Centro Dragão do Mar e Cuca Che Guevara.

O Festival pretende contribuir com o fortalecimento e difusão da Cultura Hip Hop no estado do Ceará utilizando a dança como veículo de comunicação e expressão cultural.

Além das apresentações, cursos, oficinas e palestras propostas, o festival pretende oferecer uma reciclagem profissional e intercâmbio cultural entre artistas de diversos estados. O evento acontece até quinta-feira.

O Festival Cearense de Hip hop 2012 tem a programação toda gratuita. Além disso, promoverá a participação do Grupo, os vencedores dos concursos do Hip Hop Dance Competitions, nos dois maiores festivais de hip-hop no Sul e Sudeste do país: O Master Crews, de São Paulo, e o FIH 2, do Paraná.

A programação de workshops começa amanhã, às 8h30 e vai até às 12h30, no Anfiteatro do Centro Dragão do Mar, com Funk e Popping do professor Frank Ejara (SP). No CUCA Che Guevara os cursos começam às 9h e vai até às 12h30, com o Breaking de Bispo SB (SP), e Charm, Popping e House - Robson Rondinele (CE), com Composição Coreográfica de Octavio Nassur (PR).

Os ensaios acontecem no Centro Dragão do Mar das 14h às 18h30, no Anfiteatro. No Auditório, das 16h30 às 18h, tem
palestra sobre Mercado de Trabalho, com Octávio Nassur (PR). No Palco sob a Passarela, das 19h às 22h, tem a sessão Intervenções Urbanas Dança e Rap, e no mesmo horário a Mostra Livre - Freestyle Dance Competitions, no Anfiteatro.

No Cuca Che Guevara, os ensaios também acontecem das 14h às 16h, no Teatro. Tem Ensaios da Mostra Livre das 16h às 19h, no Piso Interativo. Às 19h acontece a Cypher - Roda Livre de Bboys, também no Teatro.

Confira a programação dos outros dias aqui no blog Divirta-CE (www.divirta-ce.blogspot.com) . Maiores informações pelos telefones: (85) 9709.9000 ou 8770.5957.






DANÇA

Segunda semana da I Mostra BNB de Dança apresenta dois espetáculos

Amanhã será apresentado o espetáculo “O Jardim das Cerejeiras”, com a Cia. Teatro Mimo, e quarta “O Coração de Anne de Bregtane” com o grupo de pesquisa Poéticas do Corpo

E continua a I Mostra BNB de Dança, apresentando esta semana dois espetáculos, terça e quarta, no Centro Cultural Banco do Nordeste, com entrada gratuita. Dia 16 de Outubro, tem duas sessões, às 15h e 18h, de “O Jardim das Cerejeiras”, com a Cia. de Teatro Mimo. O espetáculo é composto de três quadros - a criação do mundo, a travessia e o jardim de cerejeiras, e nele o diretor Tomaz de Aquino aborda o surgimento do mundo e o eterno ciclo de passagens do que se faz presente no efêmero das relações: passam as alegrias, as tristezas, as conquistas, os amores, as pessoas, o vivo e o não-vivo, e ao mesmo tempo que tudo se faz passagem, tudo se faz permanência. O elenco conta com Tomaz de Aquino, Felipe Abreu, Kardec Miramez, Victor Hugo Portela, Rafaela Diógenes, Fátima Muniz, Maurileni Moreira, Geane Albuquerque, Goretti Smarandescu e Imaculada Gadelha.
Quarta, nessa primeira edição da I Mostra BNB de Dança, será apresentado “O Coração de Anne de Bregtane”, com o grupo de pesquisa Poéticas do Corpo, também com duas sessões, às 15h e 18h. Trata-se de um espetáculo de dança construído a partir de pesquisa teórica e pratica inspirada nas músicas e danças tradicionais da região da Bretanha francesa na idade média. O grupo usou como fonte de inspiração temática, a figura histórica de Anne de Bretanha (1477-1514), duquesa da Bretanha e duas vezes rainha da França. A direção, e Roteiro Final é de Mônica Marçal Dominé. Elenco: Amsraiane Guilherme, Bianca Rodrigues, Caroline Nascimento, Lara Leoncio, Pedro Gonçalves, Vicente Mesquita, Wesdey Alencar e Yasmin Elica.
Os espetáculos de amanhã e quarta são do Ceará. Na última semana de outubro, a I Mostrea BNB de Dança encerra sua programação com o espetáculo do Rio Grande do Norte “Pequenas Partes de um Instante”, com a Domínio Cia. de Dança (Natal). O mote principal do espetáculo que será apresentado dias 30 e 31, com sessões às 15h e 18h, permeia os pequenos momentos que nos pegam de surpresa, segundo o grupo, “aquele que nos faz ter a representação do que mais nos chama a atenção. O espetáculo é um coro de canto de quem dança”, afirma o release do grupo, que tem direção artística de Edeilson Matias e coreografias de Gleidson Vigne. Elenco: Ana Maria Vasconcelos, Franklin Gadelha, Isadora Duarte, Luciene Medeiros, Monir Herts, Tadeanne Dias e Weller Pinheiro. Na quarta (31), essa apresentação conta com o apoio do Projeto SuperAção, que promove audiodescrição para portadores de deficiência visual.
SERVIÇO
I Mostra BNB de Dança
Local: Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941, Centro)
Para mais informações: (85) 3464.3108.






SHOWS



Em “Redescobrir” cantora Maria Rita homenageia sua mãe
 

A filha de Elis está grávida e apresentação em Fortaleza que acontece neste sábado é uma das últimas da artista antes de dar a luz


Um memorável e belíssimo tributo a Elis Regina é o que promete Maria Rita em sua apresentação “Redescobrir”. Com shows específicos, figurino elegantíssimo, canções perfeitas e muito amor, a filha da inesquecível Pimentinha, chega a capital cearense no dia 20 de outubro, neste sábado, e promete emocionar todos que estivem no  Complexo Mucuripe Club, para conferir mais um grande espetáculo, que está marcado para começar por volta das 22 horas.
Desde dezembro a cantora Maria Rita vem trabalhando no show em homenagem a Elis Regina. Fez uma vasta pesquisa de repertório, trabalhou com sua banda nos arranjos durante um mês, pensou roteiro, figurino, cenário - e, enfim, o espetáculo estreou em março. Originalmente montada para o Nivea Viva Elis, a turnê passou apenas pelas cinco capitais contempladas pelo projeto: Porto Alegre, Recife, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. Foram cerca de 240 mil pessoas que lotaram as praças onde ela se apresentou.

Os milhares de pedidos dos fãs que não puderam ir a uma das cinco apresentações, mandando mensagens pedindo a extensão da turnê, além da calorosa recepção por onde passou, fizeram com que os planos iniciais mudassem de rumo.  A vontade dos fãs somada ao prazer com o qual a cantora tem se apresentado, fez com que se decidisse prorrogar a turnê, agora com nome Redescobrir. “O que mais chamou a minha atenção foi que o meu objetivo principal se concretizou. Redescobri-la. Reapresentá-la. Relembrá-la. Sim, os “re-” são necessários porque Elis é (in)consciente coletivo. Eu via crianças nos colos de avós, adolescentes nos ombros dos namorados, casais dançando, cirandas se formando, braços pro ar, olhos brilhando com saudades, com amor, com compreensão. E cantoria. Muita cantoria. Aquela voz da massa me atingia, me arrebatava, me orgulhava. Orgulho que só posso (tentar) traduzir com minhas lágrimas, diversas vezes asparramadas em cena. Devido ao tamanho dessa emoção e gratidão aos fãs, decidi seguir um pouco mais com a turnê, para que mais pessoas possam participar dessa homenagem à Elis” – comentou Maria Rita.
SERVIÇO
Show Maria Rita
DIA  20 DE OUTUBR0, SÁBADO, 22H, NO MUCURIPE CLUB
Classificação: 18 anos
Produção: Free Lancer Producções (85- 3261.0665)
VALORES:
Camarote / Front Stage: R$ 100,00
Mesas setor A:  R$ 200,00 (individual)
Mesas setor B:  R$ 150,00 (Individual)
Pista: R$ 40,00
Local: Mucuripe Club - Travessa Maranguape, 108 | Centro | Fortaleza | Ceará | Brasil | 60055-020 | Fone: 85 3254.3020
        INFORMAÇÕES:
        (85) 3261.0665 / 3261.0654
        www.freelancerproduccoes.com.br








CINEMA CEARÁ

Festival FestCine Maracanaú chega a terceira edição

Produção divulgou os filmes selecionados do evento que acontece de 30 de outubro a 4 de novembro

Cenas de "Cine Holliúde", de Halder Gomes, e “O Carteiro”, filme de Reginaldo Faria

Uma mostra da produção de novos realizadores do cinema independente e de grande nomes da Sétima Arte brasileira, acontece em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, de 30 de outubro a 04 de novembro no 3.0 FestCine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias. Novamente superando as expectativas da organização, durante o período de inscrição – entre março e maio - foram recebidas 587 filmes realizados ou finalizados no formato digital, o que comprova a consolidação do FestCine  Maracanaú como um dos mais importantes do país.
Os filmes selecionados participarão das mostras competitivas de longa e curta metragem e da  mostra Novas Mídias, produções com até 05 minutos de duração realizadas em mídias digitais - câmeras fotográficas, celular, web cam, dentre outros.
Sua programação é totalmente gratuita promovendo a democratização do acesso ao cinema, às manifestações culturais, objetivando também o incentivo à produção audiovisual em novas mídias digitais. Concorrem nesta edição produções do Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco e uma produção Brasil-Estados Unidos.
Entre os destaques estão, O Carteiro, de Reginaldo Faria, filme premiado em festivais como 39º Festival de Cinema de Gramado; Cine Holliúde, de Halder Gomes, Cego Aderaldo – O cantador e o mito, de Rosemberg Cariry. Na categoria Curta Metragem, O Brasil de Pero Vaz caminha, de Bruno Laet, com trilha sonora de Chico Buarque, Ruy Guerra e Arnaldo Antunes e roteiro de Janaina Diniz, filha de Ruy Guerra.  Raiz Forte, dirigido por Marcos Pasquim. Confira a lista completa de filmes no blog Divirta-CE (www.divirta-ce.blogspot.com).
O vencedor na  categoria Melhor Longa Metragem, receberá prêmio no valor de R$ 10 mil e o  Troféu Maracanaú; na categoria Melhor  Curta Metragem, R$ 5 mil e o  Troféu Maracanaú; na categoria Novas Mídias, R$ 1.000,00 e o Troféu Maracanaú. As demais categorias vencedoras serão agraciadas com o Troféu Maracanaú. O 3.0 FestCine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias é realizado e produzido pela Abraham Filmes e Estúdios Digitais, sob a direção geral de Afonso Celso.
Serviço
3.0 FestCine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias
Data: 30 de outubro a 04 de novembro
Local: Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Maria Carmem Vieira Moreira
Endereço: Rua Maria Ferreira, 150, Pajuçara.
Maracanaú – CE
Grátis
www.festcinemaracanau.com.br


Filmes selecionados

Longa Metragem
Cine Holliúdy
Halder Gomes. Ficção. Digital. 91min. CE. 2012

Rânia
Roberta Marques. Ficção. 35mm. 85min. CE. 2011

Cego Aderaldo – O cantador e o mito
Rosemberg Cariry. Documentário. Digital. 78min. CE. 2012

O Carteiro
Reginaldo Faria. Ficção. 35mm. 103min. SP. 2011

No fundo nem tudo é memória
Carlos Segundo. Documentário. Digital. 75min. SP. 2012

 
Curta Metragem

Um do outro
Victor Rodrigues e Danielle Rotholi. Ficção. Digital. 14 minutos. CE. 2012

Seu Arlindo vai à Loucura
Raoni Reis Novo. Ficção. Digital. 19min. SP. 2012

Jus
Marcelo Dídimo. Documentário. Digital. 18min18s. CE. 2012

Couro Tecido
Adriana Botelho. Documentário. Digital. 19min. CE. 2012

Realejo,

Marcus Vinícius. Animação. Digital. 12 min47s. SP. 2011
Vasconcelos

Furico & Fiofó
Fernando Miler. Animação. Digital. 8 min. SP. 2011

Aldeia
Zeca Ferreira. Ficção, Digital, 18mi.  RJ. 2012

Laura
Thiago Valente. Ficção. Digital. 20 min. RJ. 2011

O Brasil de Pero Vaz caminha
Bruno Laet. Documentário, Digital, 17 min40s. RJ. 2011

O Cão
 Abel Roland e Emiliano Cunha. Ficção. Digital, 09 min39s. RS. 2011

A arte de andar pelas ruas de Brasília
Rafaela Camelo. Ficção. Digital. 17 min40s. DF. 2011

Raiz Forte
Marcos Pasquim. Ficção. Digital. 15 min. RJ. 2011

Ratão
Satiago Dellape.Ficção, Digital, 20 min. DF. 2010

Coisado
Gabby Egito. Ficção. Digital. 15 min. Brasil/EUA. 2011

Zuleno
Felipe Peres. Documentário. Digital. 19 min38s. PE. 2012


O Contador de Filmes
Elianaldo Rodrigues. Documentário. Digital. 15 min. PB. 2010



Novas Mídias

Mioma
Isaac Chueke. 1 min. 44s. RJ. 2010

Tecnologia de ponta
Isaac Chueke. 4 min30s. RJ. 2010

Pesque e Pague
Ricardo Rodrigues. 2 min8s. RJ. 2011

Animágico! Le Grand Finale
Paulo Henrique de Aragão. 1 min24s. SP.  2011




ESTAS & BOATES

“Tertúlia” relembra sucessos dos anos 70, 80 e 90
 

Noite terá a banda Joãozin Pé de Feijão (foto), Usk’rAS do Flash Back, Dj Gerson Fox e Vjs Tony Rangel e Guido Maia

Reviver as músicas dos anos 70, 80 e 90 em um ambiente agradável e descontraído. Essa é a proposta da Festa Tertúlia – Os Bons Tempos Voltaram. O evento traz nomes como VJ Guido Maia, DJs Gerson Fox, VJ Tony Rangel, a banda Joãozim Pé de Feijão e a banda USk’rAS do Flash Back, que promete agitar o público com canções e baladas que marcaram uma época. Ritmos como os de Donna Summer, Noel, Bee Gees, Madonna, Cyndi Lauper, DepecheMode, Pet Shop Boys, Michael Jackson e muitos outros.Dia 20 de outubro, a partir das 22h, no The Club.
A Tertúlia é na sua essência uma reunião de amigos, familiares ou, simplesmente, frequentadores de um local, que se reúnem de forma mais ou menos regular, para discutir vários temas e assuntos. Essas reuniões, aqui em Fortaleza, lá pelos anos 50 e 60, tornaram-se eventos de amigos e logo depois festas em clubes bem frequentados da época. Sempre que acontecia uma grande festa em Fortaleza, movida apenas ao som das radiolas, sem banda, dava-se o nome de Tertúlia. Ingressos: 1º lote (grátis CD) - R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia) Vendas: Farmácias Pague Menos ou Bilheteria Virtual (www.bilheteriavirtual.com.br). Mais Informações: (85) 3295-2725 / 8774-7074







Líder do Simply Red é destaque do Ceará Music 

Além de Mick Hucknall, festival irá trazer para Fortaleza outras grandes atrações internacionais neste fim de semana

Mick Hucknall nasceu em Denton, Lancashire, Reino Unido, a 8 de Junho de 1960, único filho de Reginald Hucknall (1935-2009), e de Maurren Hucknall. O seu nome artístico surgiu de um mau entendido. Quando perguntado pelo apresentador de um show sobre o seu nome, Hucknall disse "Vermelho (Red)". Devido ao alto barulho, o apresentador voltou a perguntar seu nome, e Hucknall gritou "Apenas Vermelho (Simply Red)". O apresentador entendeu mal e anunciou "Simply Red". Mick é uma das atrações internacionais do Ceará Music 2012, que acontece neste fim de semana no Marina Park.
Mick começou a carreira como DJ e o seu primeiro contato com o meio artístico foi através do cenário inglês setentista do punk, com a banda Frantic Elevators. quando surgiriam bandas como Sex Pistols e Joy Division. O seu sucesso veio, no entanto, com o grupo Simply Red, através do qual conseguiram o primeiro grande hit, que foi "Holding Back the Years". Atualmente, além da música, Mick também produz vinho tinto em Itália, chamado "Il Cantante" (O cantor) e é um dos donos do restaurante Man Ray, em Paris, ao lado de Johnny Depp, John Malkovich e Sean Penn.
Em 2008, lançou um álbum a solo Tribute to Bobby, que foi o primeiro da sua carreira solo. Em 2009, o grupo Simply Red anunciou seu fim, com uma turnê de despedida que durou até dezembro de 2010, após 26 anos de consecutivos sucessos.
Mick Hucknall se prepara para ser uma das estrelas principais do Ceará Music 2012, que irá trazer também hoje e amanhã os shows de Evanescence, Pitbull, Simple Plan, The Used e Ali Campbell (UB40), Pitty, Charllie Brown Jr. Titãs, o Rappa e Biquini Cavadão.
O ex-líder do Simply Red é atração de sexta. Outros artistas estrangeiros que estarão hoje no festival são o rapper americano Pitbull, que já esteve na capital cearense este ano, e Ali Campbell, ex-vocalista da banda UB40, uma das vozes mais populares do Reino Unido.
A banda Evanescence é outra atração internacional muito esperada pelos fãs cearenses. Fundada pela vocalista Amy Lee, a banda tem uma pegada agressiva e um vocal intenso, com influências góticas que agrada, e muito, aos bons amantes do metal alternativo.  Simple Plan, grupo canadense de pop punk, e a banda The Used, referência no estilo post-hardcore atual, estão programados junto com o Evanescence para tocarem na noite rock de sábado no Ceará Music.
Para não deixar uma só pessoa parada, o festival traz a mesma empresa que fez o som  do Rock In Rio, a Gabisom Audio Equipment. O equipamento é de última geração e adequado para levar o melhor áudio a todos os espaços do Marina Park Hotel. Gabisom também é responsável pelo som dos maiores festivais como Rock In Rio Lisboa, SWU, Lollapalooza e shows de Paul Mccartney.

CLIQUE AQUI E CONFIRA FOTOS DO CEARÁ MUSIC 2012

 

 





CEARÁ MUSIC 2012
Conheça sete bandas regionais que irão se apresentar no Palco Brasilis

Banda Mafalda Morfina é uma das atrações locais confirmadas para o evento que acontece nesse fim de semana

Elas foram escolhidas entre mais de 200 bandas que se inscreveram para a seleção regional para o Ceará Music 2012. A seleção foi feita por uma curadoria montada pela Empire Records, que conta com representantes do Festival Ponto.ce, Panela Discos, Festival Forcaos, Fora do Eixo, Rock Cordel e Prodisc, além da votação do público no site do Ceará Music. As bandas foram anunciadas com exclusividade no Programa Se Liga, que foi ao ar no sábado (06). São vencedoras da seleção as bandas: Mafalda Morfina, Phelipe Carvalho, Lavage, Artigo 19.
Por conta da disputa acirrada entre as bandas e da excelente qualidade do material enviado, a escolha das bandas foi muito difícil para a curadoria. Pensando nisso, o Ceará Music buscou mais espaços no palco Brasilis para incluir mais três bandas na seleção. A novidade foi apresentada no momento do anúncio das bandas selecionadas como uma grande surpresa para os concorrentes. As outras três bandas sortudas que conseguiram entrar na programação são: Eletrocactus, Reite e O Verbo.
As sete bandas vão se apresentar no Palco Brasilis do Ceará Music 2012, realizado nos dias 12 e 13 de outubro, no Marina Park Hotel, em Fortaleza. Como um espaço para a boa música, o Ceará Music sempre vem dando oportunidades de crescimento para bandas locais se apresentarem num dos maiores festivais de música da América Latina, ao lado das principais bandas internacionais e nacionais.
O Ceará Music 2012 será realizado nos dias 12 e 13 de outubro e chega com grade de programação fortíssima, trazendo Evanescence, Pitbull, Mick Huknall (Simply Red), Simple Plan, The Used e Ali Campbell (UB40), Pitty, Charllie Brown Jr. Titãs, o Rappa e Biquini Cavadão.
SERVIÇO
Ceará Music 2012
Data: 12 e 13 de outubro
Local: Marina Park Hotel
Ingressos: Lojas Renner de Fortaleza, Lojas Oi (Iguatemi, North Shopping, Via Sul) e internet (sites Ingressando e Bilheteria Virtual)
Informações: www.cearamusic.com.br / (85) 3230.1917





Dupla Patati Patatá fará show em Fortaleza no Dia das Crianças

Os palhaços que fazem sucesso no SBT estarão nessa sexta, dia 12 de outubro, apresentando seu show no Centro de Eventos

Sucesso na televisão, a dupla de palhaços Patati Patatá, interpretados, respectivamente, por Agnaldo Soares e Renato de Oliveira, fará show em Fortaleza no Dia das Crianças, dia 12 de outubro, às 17h, no Centro de Eventos.
Diferentemente de outras atrações e produtos para crianças, a dupla Patati Patatá não nasceu na TV. Com o objetivo de conquistar de imediato seu público, os primeiros passos desse caminho foi dado por Rinaldo Helder Faria, o Rinaldi como hoje é conhecido, no “projeto escola” em que oferecia o show gratuito da dupla de palhaços e entregava para as crianças os CDs das músicas. As crianças, que avaliando de perto o que gostavam ou o que não gostavam, foram responsáveis pelo direcionamento das mudanças dos palhaços originais até o grande sucesso que são hoje. Já no primeiro CD, em 1997, a dupla Patati Patatá vendeu 60 mil cópias.
Em 2008 o lançamento do CD/DVD acompanhado de dois bonecos “Patati Patatá” chegou a 1.3000.000 cópias, e hoje o volume de produtos vendidos já alcançou a marca de mais de 10 milhões. Números impressionantes para um mercado de atrações infantis que parecia não ter mais espaço para grandes realizações. Apesar do enorme sucesso, a Rinaldi Produções, detentora da marca, preserva o conceito e o objetivo do “projeto escola” - duplas de palhaços visitam anualmente  escolas em todos os estados brasileiros mantendo a magia e a alegria do contato direto. Como os desafios e conquistas não param, 2012 é um ano de grandes transformações e crescimento para a dupla de palhaços do SBT que estará nessa sexta, Dia das Crianças, fazendo show em Fortaleza, no novo Centro de Eventos, em mais uma produção local da Free Lancer.
 “Sonho e Magia com Patati Patatá” é um show de alegria, colorido , com figurinos divertidos e surpreendentes, com a  presença dos Bailarinos Maluquinhos, fiéis companheiros da dupla. O show usa novos recursos de tecnologia, utilizando painel de led em alta definição, misturados aos adereços que representam plasticamente o universo das brincadeiras da infância. Os palhaços levarão encantamento, impacto, deslumbramento  a cada número musical  através de efeitos que ainda não foram oferecidos ao seu público.
“Carrossel Animado”, o programa de Patati Patatá no SBT vai ao ar diariamente, ao vivo, das 7h30 às 9h30, em rede nacional. A atração traz os grandes sucessos musicais da dupla, brincadeiras interativas com os telespectadores via telefone e web, desenhos inéditos, matérias externas, um divertido elenco e platéia de puppets, sendo sucesso de audiência. O programa conta com Arlindo Barreto, (ex palhaço Bozo), como diretor das matérias externas,  e Oswald Berry, o renomado coreógrafo da Xuxa como assistente de direção. A supervisão geral está a cargo de Silvia Abravanel, diretora do núcleo infantil do SBT. O  fã clube da dupla conta hoje com mais de 600 mil sócios, e esse número não para de crescer, já que a cada minuto um novo sócio se inscreve pela internet.
SERVIÇO:
Patati Patatá em Fortaleza
Platéia Premium (Numeradas) :  R$ 80,00 (Valor único)
Platéia Pista:  R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Local: Centro de Eventos do Ceará  (Av Washington Soares, 999 Edson Queiroz, Fortaleza – Ceará)
Ingressos à venda:
*LOJA JACRIS:  North Shopping 2 piso -  FONE: 33919292
*LOJA ZASTRAS: Av. Senador Virgílio Távora, 665 – Lojas 08 do shopping Pátio Meireles
Informações:  (85) 3261.0665 / 3261.0654 ou www.freelancerproduccoes.com.br











Boa opção de feriado no Beach Park

Até o dia 16 de outubro haverá uma programação especial para a criançada

O Complexo Turístico Beach Park é uma ótima pedida para quem quer curtir o Dia das Crianças (12/10) com muita alegria, diversão e conforto. Até o dia 16 de outubro o Complexo preparou uma programação especial para a criançada. O Aqua Park possui 18 atrações como o rio artificial, piscinas com ondas e toboáguas. Há também música ao vivo e saborosas delícias gastronômicas no Restaurante da Praia, além do charmoso espaço Chandon Bubble Lounge. A boa hospedagem é garantida no Beach Park Suítes Resort, Beach Park Acqua Resort e Oceani Beach Park Resort. As atividades começam às 10h45 e seguem até as 17h30.
Dentre as atrações do Aqua Park, destaque para o Acqua Circo, maior e melhor playground aquático para crianças de até 12 anos. Composta por 52 diferentes brinquedos, a atração movimenta mais de 1 milhão de litros de água retornável por hora. Além de possuir capacidade para cerca 430 pessoas por dia é formada por canhões, jatos, duchas, chafarizes, escorregadores, túneis, pedalinhos fixos e gangorras.
Já o Restaurante da Praia, que fica à beira mar, oferece delícias gastronômicas da culinária cearense e será embalado pelos ritmos do Beach Sounds, que traz apresentações de grupos de pop rock em um palco montado na areia da praia. Tudo em um clima bem descontraído. As apresentações começam ao meio-dia e a música só para as 16h.
E para quem não abre mão de exclusividade e bom gosto, o espaço Chandon Bubble Lounge é a combinação perfeita para o encontro entre amigos na praia do Beach Park. Com a brisa e a vista privilegiada do mar, o lounge possui um ambiente com sofás, puffs, espreguiçadeiras e boa música. No cardápio exclusivo, pratos assinados pelo Chef Bernard Twardy são harmonizados com espumantes Chandon.
Os hóspedes dos resorts Beach Park Suítes Resort, Beach Park Acqua Resort e Oceani Resort e o público em geral poderão aproveitar de uma semana cheia de atrações e atividades lúdicas no Complexo. Todas as manhãs, a banda Cia Mix da Alegria fará um cortejo com personagens animados levando a turminha em direção ao Aqua Park, para curtir as apresentações e truques de mágica na Tenda do Mágico. Os pimpolhos podem aproveitar ainda a Tenda Recreativa que terá oficinas de arte, contação de histórias e pintura facial.
Das 14h às 15h, o Maremoto, piscina de ondas do Beach Park, será palco para a aula de hidroginástica e logo após, haverá apresentação especial da turminha Beach Park na escada que dá acesso a Zona do Dilúvio. Já os adultos vão poder curtir caminhadas na praia, esportes de praia, hidroginásticas recreativas e localizadas, jogos de piscina, gincanas e aulas de alongamento.

Serviço
Endereço: Rua Porto das Dunas, 2734 – Aquiraz/CE.
Parque Aquático: funciona das 11h às 17h. Valor ingresso: adulto - R$ 140,00 e Criança - R$ 130,00 (até 12 anos de idade).
Restaurante da Praia: diariamente, das 09h30 às 17h30.
Chandon Bubble Lounge: quinta a terça, das 9h30 às 17h30.
Beach Sounds: a partir do meio-dia – Couvert: R$ 7,00 por pessoa.
Beach Park Acqua Resort, Beach Park Suites Resort e Oceani Resort
Informações e reservas: (85) 4012-3000 ou por meio do site: www.beachpark.com.br









Aberta a temporada 2012 da Casa Cor Ceará

Universo da moda é tema da mostra de arquitetura e decoração que acontece esse ano em uma casa próxima a Praça Portugal

A Casa Cor Ceará chega a sua 14ª edição e apresenta o tema “Moda, Estilo, Tecnologia ”, retratando o universo fashion que se faz cada vez mais presente nos projetos de decoração. A edição de 2012 acontece até 20 de novembro, em uma casa próxima a Praça Portugal. Após a realização em prédios comercias nas suas duas últimas edições, a mostra volta a acontecer em um imóvel residencial. Com 3.200 m² de terreno, a sede da edição de 2012 pertence a SPE Fujita Mercurius, localizado em uma das áreas mais nobres e centrais de Fortaleza, com entrada pela rua Visconde de Mauá, 777, na Aldeota, com fácil acesso e serviço de manobrista. Como de costume, a preocupação em todos os projetos com a acessibilidade e a sustentabilidade, adotada desde as primeiras edições, estão cada vez mais presentes nos eventos Casa Cor.
Ponto de referência em um dos bairros mais tradicionais de Fortaleza, a Praça Portugal representa afinidade cultural e histórica da cidade com os Portugueses. Aproveitando o Ano de Portugal no Brasil – Brasil em Portugal (2012-2013), o evento, em iniciativa conjunta com a Câmara Brasil-Portugal no Ceará (CBP-CE), homenageia Portugal durante no evento. Destaque para o Muro e Calçada de entrada, com temática Portuguesa, por Pedro Esdras, e a presença da arquiteta Emília Porto assinando o rico ambiente Passeio das Artes.
A edição deste anos conta com 40 ambientes assinados por 56 profissionais, antecipando as tendências em arquitetura, decoração e paisagismo. As estampas, materiais, elementos, texturas e cores que servem de referência para os estilistas, estão sendo rapidamente absorvidos e ganham novas interpretações nos projetos de arquitetura, design de interiores e nos itens de construção. A moda, o estilo, a arquitetura e a tecnologia interagem e apresentam espaços modernos e confortáveis, sem deixar de lado a beleza e a funcionalidade.
Em todas suas edições a mostra homenageia grandes personalidades do Ceará. Neste ano, três grandes nomes do Estado ganham destaque: o empresário Everardo Telles; o humorista, pintor, escritor e ator Chico Anísio, no ambiente “Studio do Chico”, assinado pela arquiteta Renata Targino; e o estilista Lino Villaventura, no Studio do Criador de Moda, espaço do arquiteto André Monte.
Além de conferir as novidades do setor e ambientes de renomados arquitetos, os visitantes podem aproveitar a programação diversificada do evento, que já virou tradição, entrando na agenda e opção de passeio de Fortaleza durante os dias de realização da mostra. São oferecidos serviços de entretenimento, gastronômicos, culturais e de lazer para todas as idades e públicos, com restaurante, café, bar, revistaria, entre outros.
Para garantir que o público desfrute o máximo do evento, a mostra oferece o Passaporte Casa Cor - um cartão individual e intransferível no valor de R$ 70. Com o passaporte é possível visitar o evento quantas vezes quiser durante todo o período de exibição.

Outro momento aguardado do evento é o Special Sale. Os dois últimos dias, 19 e 20 de novembro, serão dedicados a ação, período em que o público poderá adquirir objetos, produtos e móveis expostos na com descontos de até 70%.
Um dos destaques desse ano, além do tema “fashion”, é a iluminação, com lustres iluminarias diferentes e deslumbrantes.  Um dos ambientes, “Atrium da Luz”, do arquiteto Erico Monteiro, tem efeitos luminotécnicos impactantes: 30 bolas de luz fazem a iluminação indireta e lúdica do painel cerâmico criado por Rian Fontenele. Os lustres pendentes de cristal dialogam com o espelho neoclássico e proporcionam requinte ao espaço, em contraponto as cabaças gigantes imprimem um toque regional.  As variações de madeira aplicadas no piso e no banco aquecem e aconchegam o ambiente.
O projeto da sala de jantar, do decorador Dito Machado, segue a linha do clássico revisitado. Para valorizar a arquitetura do espaço dói usado recurso de volumetrias em drywall, com iluminação de leds, os móveis de estilo inglês são realçados pelo luminotécnico, onde dois lustras de cristal são as peças de destaque, e lâmpadas pontuais direcionadas valorizam as peças do acervo particular do profissional, tais como bronze faianças, mármores, pratarias, cristais e peças de arte. Para finalizar o ambiente,  um tapete de procedência oriental.
Vale a pena apreciar a criatividade na “Suíte da Filha Blogueira de Moda”. A concepção do arquiteto Marçal Barros tem como tema uma jovem conectada no mundo da tecnologia e da moda. O objetivo foi transformar o espaço disponível no ambiente ideal para que a blogueira pudesse ter a disposição suas inspirações, livros, filmes, séries, revistas, internet, sem deixar de lado o espaço para o relaxamento e contemplação.  O espaço conta ainda com moderna iluminação projetada.

Serviço:
CASA COR CEARÁ 2012
Data: 11 de outubro a 20 de novembro
Horário: terça a domingo, das 16h às 22h
Local: Praça Portugal – entrada pela rua Visconde de Mauá, 777 – Aldeota
Ingresso  Inteira: R$ 34,00 /Meia: R$ 17,00
Serviço de manobrista
Estacionamentos (particulares e de shoppings) próximos ao local do evento
Informações: (85) 3112-4144







Evanescence retorna ao Brasil para divulgar álbum homônimo
 

Banda vem pela primeira vez a Fortaleza, sendo uma das principais atrações do Ceará Music 2012, esta semana
 

Voltando ao Brasil após tocar no festival Rock in Rio, em 2011, a banda norte-americana Evanescence apresenta para os fãs brasileiros a turnê do último álbum de estúdio --o homônimo 'Evanescence'. Além de ter tocado ontem, dia 7 de outubro, no Espaço das Américas, em São Paulo, a banda passa pelo Rio de Janeiro (6/10), Recife (11/10) e Fortaleza (13/10) – na capital cearense a banda é uma das principais atrações internacionais do Ceará Music 2012.
O grupo, que já vendeu cerca de 25 milhões de discos e ganhou dois prêmios Grammy, tem como característica principal a mistura de música clássica, hard rock, e os vocais angelicais de Amy Lee. "Nossas principais características são as composições épicas, algumas partes mais obscuras, e também as influências da música clássica e do hard rock, além, é claro, das letras que complementam bem tudo isso", descreve a vocalista. Leia abaixo entrevista com Amy Lee.

Como você se sente voltando ao Brasil em tão pouco tempo?

Muito honrada. Nossos melhores fãs vêm do Brasil e também são mais "quentes" e amáveis do que os de qualquer outro país que já visitei. Além disso, uma das línguas que mais quero aprender a falar é o português. Fico muito ansiosa toda vez que temos uma turnê na América do Sul, principalmente no Brasil.

E como foi tocar no festival Rock in Rio em 2011?

Foi excelente, mas essa foi a nossa primeira apresentação no país depois de um bom tempo, então resolvemos celebrar esse fato com os fãs tocando músicas de toda nossa carreira. Além disso, foi uma honra tocar com tantas bandas excelentes e a produção foi maravilhosa.

Como você vê a sonoridade do Evanescence se comparada com outras bandas com mulheres no vocal?
Essa é uma pergunta bem difícil. Realmente existem muitas excelentes bandas com mulheres no vocal em todo o mundo e prefiro não comentar somente uma. Agora, falando exclusivamente sobre o Evanescence, nossas principais características são as composições épicas, algumas partes mais obscuras, e também com influências da música clássica e do hard rock, além, é claro, das letras que complementam bem a nossa música.

No Brasil, por exemplo, no começo de carreira do Evanescence vocês eram bastante comparados com o Nightwish. Você conhece e gosta da banda?

Eu escutei boatos sobre isso na época, mas nada muito além. Eles vêm para o Brasil neste ano?

Sim, o Nightwish vem em dezembro para o Brasil.

Bem legal saber disso! Eu escutei a banda poucas vezes e não tenho tanta familiaridade com o som do Nightwish, mas eles são muito bons no que fazem.

Mudando um pouco de assunto, como é o processo de composição após a saída do guitarrista Ben Moody?

O processo de composição tem ido muito bem até agora, digamos assim. Evoluímos bastante como músicos. Além disso, estamos com menos pressão no estúdio e na hora de gravar, principalmente. Nos sentimos mais livres na hora de compor. Desde o disco 'The Open Door', de 2006, temos feito tudo da nossa maneira e muitas coisas positivas têm aparecido desde então.

Você não pensou em colocar mais peso na banda depois de anos de carreira?
Eu acho que a banda mudou bastante durante esses anos, mas não exatamente nesse sentido. Acredito que quando começamos um processo de composição, temos que seguir nossos instintos. Colocar mais peso nos discos sempre é muito bom, é claro, porém não como foco principal. Temos que ser o mais honesta possível com os fãs porque eles sempre percebem isso.

Em recentes entrevistas, você disse que o último álbum da banda, 'Evanescence', tem influências de Björk, Depeche Mode, Massive Attack, MGMT e Portishead. Como essas bandas mudam ou interferem na hora de compor as suas músicas?
Amo a Björk, ela é uma das minhas principais heroínas. Adoro os grupos Depeche Mode, Massive Attack, entre outras bandas, mas também escuto vários outros grupos gêneros diferentes como a música eletrônica. É claro que elas influenciam o Evanescence, mas na hora de compor eu não penso exatamente nelas. Sou muito fã de Michael Jackson, por exemplo, porém não necessariamente preciso soar como ele nos discos da banda.

Como você divide sua carreira musical e a vida pessoal?
Essa é difícil, primeiro me diga como você faz que eu te falo a minha maneira de dividir (risos). Na verdade, é bem complicado porque tem muita gente envolvida. Alguns músicos podem achar que é somente um trabalho, mas não é um trabalho normal porque tem muito sentimento envolvido, fãs que se espelham em mim. Ao mesmo tempo, tenho minha família e meu jeito de viver. Às vezes é duro ficar muito tempo fora de casa, mas faz parte e agradeço todos os dias pela vida que tenho na estrada e com meus fãs.

Por último, pode deixar um recado para seus fãs em todo o Brasil?
Eu agradeço o apoio incondicional dos meus fãs brasileiros por todos estes anos. Vejo vocês em breve nos shows do Evanescence! 




CONFIRA CLIPES DO EVANESCENCE














Novo espetáculo dos Parlapatões chega a Fortaleza

Apresentações acontecem no Teatro da CAIXA Cultural


Parapapá! Circo Musical é o novo espetáculo infantil dos Parlapatões que chega em Fortaleza através do patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal com apresentações no Teatro da CAIXA Cultural. Com roteiro de Hugo Possolo, traz diversas canções da MPB que se inspiram no circo, também algumas cantilenas típicas da tradição circense e recupera antigos lundus, músicas típicas dos circos do final do século XVIII.
No espetáculo Parapapá! Circo Musical o mote são as canções, que fazem a narrativa de uma história singela. Um menino pobre do interior vê a chegada do circo em sua cidade, mas não tem dinheiro para ir ao espetáculo. Não se sabe se é sua imaginação ou realidade, mas ele vê os seus brinquedos simples – como peões, iô-iôs e bolas de gude – se transformarem em números circenses. Passam por ele, mágicos, malabaristas, trapezistas e acrobatas. Nessa mistura entre sonho e realidade, o Menino ajuda o Palhaço da trupe a conquistar a Trapezista, por quem é apaixonado. Em retribuição o palhaço ensina ao menino como fazer algumas brincadeiras, até transformar o Menino e um Palhaço também. Mas tudo que é bom acaba, chegando a hora da partida... Será que esse Menino seguirá com o Circo? Ou o Circo seguirá nele?
Parapapá! Circo Musical é um espetáculo de características visuais e musicais bem brasileiras, inspirado no artesanato e brincadeiras populares. Fruto da pesquisa de 20 anos dos Parlapatões em torno da arte da palhaçaria e dos brincantes brasileiros. Resgata músicas e jogos que fizeram o nascimento do circo brasileiro. O ponto de partida do espetáculo foi o CD Circo, gravado pelos Parlapatões e diversos convidados em 1998 (Gravadora Atração), que foi naquele ano indicado ao Prêmio Sharp de melhor CD Infantil.
Parapapá! Circo Musical estreou em São Paulo, em abril de 2010, na lona Circo Roda, localizada no Memorial da América Latina. Hoje, segue em turnê por diversas cidades paulistas, e já passou também pelo Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Salvador.
Em cena os parlapatões Alexandre Bamba (Menino), Rodrigo Mangal (Palhaço) e Hélio Pottes (Anão) encabeçam o elenco que traz também os atores-cantores Fabeck Capreri e Lia Bernardes e os acrobatas Wallace Alcântara e Nayara Nascimento.
A música executada ao vivo conta, além dos atores-cantores com os músicos da Banda Strombólica: Fernando Thomaz (percussão) e Daniel Xingu (violão). Os arranjos são de Alexandre Dalóia, indicado ao Prêmio Pananco-Coca Cola  2010 como melhor trilha sonora. O espetáculo também foi indicado ao Prêmio Pananco na categoria de melhor Produção em 2010. Parapapá! Circo Musical uma parceira entre música e circo para divertir crianças de todas as idades.

Ficha Técnica
Roteiro e textos: Hugo Possolo
Direção: Hugo Possolo e Henrique Stroeter

Elenco:
Alexandre Bamba (Menino)
Rodrigo Mangal (Palhaço)
Fabek Capreri (Apresentador-Cantor)
Hélio Pottes (Palhaço Gigante)
Wallace Alcântara (Acrobata e Malabarista)
Nayara Nascimento (Trapezista)

Músicos:
         Lia Bernardes (Apresentadora-Cantora)
         Fernando Thomaz (Bateria e percussão)
         Daniel Xingu (Violão e viola)

Figurinos: Hugo Possolo
Cenário e Objetos de Cena: Hugo Possolo e Werner Schultz
Coreografias: Henrique Stroeter e Paulo Goulart Filho
Produção Executiva: Cristiani Zonzini
Assistente de Produção: Amanda Yamada
Contra Regra: Juciê Batista
Operador de luz: Reynaldo Thomaz
Operador de som: Samuel Gambini


Serviço
Parapapá! Circo Musical
De 9 a 14 de outubro
terça a domingo às 16h00Ingressos gratuitos nos dias 9, 10 e 11 de outubro (terça a quinta) e R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia-entrada nos dias 12, 13 e 14 de outubro (sexta à domingo)

CAIXA Cultural Fortaleza
Teatro da CAIXA
Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema]
Informações: (85) 3453-2750
www.caixa.gov.br/caixacultural
Classificação LIVRE








CINEMA DE ARTE

Drama biográfico “As Sessões” ganhou o prêmio do público no Festival de San Sebastián


Em cartaz no Rio, filme conta a história verdadeira de Mark O’Brien, que sofria de poliomielite, mas queria perder a virgindade  

O longa “As Sessões”, do cineasta Ben Lewin, foi condecorado com o prêmio do público no Festival de San Sebastián, na Espanha, na cerimônia que aconteceu nesse final de semana.

O filme foi inspirado nos escritos autobiográficos do jornalista e poeta Mark O’Brien e conta a sua história, um homem que passou a maior parte de sua vida em um pulmão de ferro e decide que, aos 38 anos, quer perder a sua virgindade. Com a ajuda de uma terapeuta especializada e orientação de seu padre, ele se propõe a tornar o sonho realidade.

“As Sessões”, um lançamento da Fox Searchlight, conta com Helen Hunt no elenco como a terapeuta, em um dos papéis mais elogiados de sua carreira.
O filme, que estreou no Festival do Rio na semana passada, ainda pode ser visto em duas sessões amanhã, quinta-feira, no Kinoplex Leblon, às 14h ou às 19h. O lançamento de "As Sessões" está previsto para o primeiro bimestre de 2013.

John Hawkes é um grande ator e tem roubado a cena no papel de sujeitos sujos e horripilantes em filmes como “Inverno da Alma” e “Martha Marcy May Marlene”. Assim, é bacana vê-lo exibindo outro lado em “As Sessões”, dirigido por Ben Lewin, que está sendo exibido no Festival do Rio .

Ele interpreta Mark O’Brien, um homem de 36 anos que passa boa parte do tempo num pulmão de aço e não levanta da cama devido a sequelas da poliomielite. Virgem, decide que é hora de mudar a situação. E contrata Cheryl (a sumida Helen Hunt), uma terapeuta sexual, para dar jeito no assunto.

A história é baseada em fatos reais e dirigida com doçura por Ben Lewin, ele próprio uma vítima da mesma doença, que consegue alcançar o difícil equilíbrio entre drama e comédia pedido pela trama.
É o tipo do papel talhado para o Oscar , e Hawkes deve estar entre os indicados na categoria de ator principal por seu retrato sem maneirismos fáceis, apoiado nos sentimentos com os quais qualquer um consegue se identificar. Helen Hunt também se destaca, assim como William H. Macy no papel de um padre moderninho.



“As Sessões” levou o prêmio do público no Sundance Festival e foi um dos mais comentados em Toronto. Só não encontra vaga no Oscar se os conservadores membros da Academia incomodarem-se com as cenas de nu frontal e de sexo, mesmo que discretas.












MÚSICA


Roqueiro André Matos lança novo CD solo

"The Turn of the Lights" é o álbum mais eclético da carreira do cantor


Mesmo com o retorno providencial e transitório do grupo Viper, Andre Matos não deixou de lado sua carreira solo, e acaba de voltar à ativa com um novo lançamento, "The Turn of the Lights", com algumas mudanças na formação. E esse terceiro disco vem para consolidar de vez a carreira solo do vocalista, demonstrando uma maturidade musical ainda maior do que em relação aos discos anteriores.

Contando com a produção de Brendan Duffey e Adriano Daga, que deixou a sonoridade do material bem encorpada e consistente, "The Turn of the Lights" é, de longe, o disco mais variado da carreira do músico (o que não significa que seja o melhor!). A banda conta com na formação atual, além de Andre e seu fiel escudeiro Hugo Mariutti, o guitarrista Andre Hernandes, o baixista Bruno Landislau, e o baterista Rodrigo Silveira,

O disco varia entre momentos mais pesados e voltados ao power/melodic metal que marcaram a carreira de Andre, como na excelente abertura "Liberty", assim como em "Course of Life", "Unreplaceable", "Oversoul" e "Light-Years", que contam com belos riffs, passagens intrincadas, e com Andre mostrando todos os predicados que o levaram a ser considerado um dos maiores vocalistas da história do metal brasileiro, e mesmo com mais de 25 anos de carreira, consegue cantar como se ainda estivesse iniciando.

Contudo, há outros momentos mais experimentais e repletos de influências variadas, como na faixa título, com uma bateria bem tribal, e ótimas melodias; "Gaza", bem climática e com influências setentistas, lembrando o que Andre fez na época do Virgo; "On Your Own", que alia peso e melodia com muita naturalidade; e a balada "Sometimes", que encerra o disco.

Em virtude desta maior variedade de influências, o disco não é de fácil assimilação logo de cara, mas após algumas poucas audições mais apuradas acaba por mostrar todas as suas qualidades e, embora não seja nem de longe o melhor álbum já lançado pelo músico, é um disco bem legal de se ouvir, que foge do lugar comum, e com certeza não desapontará os fãs.



OUÇA AGORA TODO O NOVO CD DE ANDRÉ MATOS









OUT CE




Titãs reúnem formação original para celebrar 30 anos do primeiro show

Quando subiram ao palco do então recém-inaugurado Sesc Pompeia, em
outubro de 1982 --no show que consideram a estreia da banda--, os Titãs
do Iê Iê tinham todos por volta de 20 anos.

"Era bem caótico, mas já tinha algum direcionamento", conta Paulo Miklos, hoje aos 53. "Que aquele projeto pudesse virar algo comercial era difícil de supor, mas a gente estava caprichando!". Exatos 30 anos depois, com 17 álbuns na bagagem e após superar diversas reviravoltas na carreira --como a saída de alguns membros e a morte do guitarrista Marcelo Frommer, em 2001-- os Titãs sobem neste sábado ao palco do Espaço das Américas para uma grande celebração (ainda há ingressos à venda).

- CLIQUE NA FOTO E VEJA TODA A DISCOGRAFIA DA BANDA

Pela primeira vez desde a época do "Acústico MTV", de 1997, estarão reunidos no mesmo palco todos os sete integrantes vivos de um dos mais
importantes grupos do rock nacional.

Arnaldo Antunes, Nando Reis e Charles Gavin se juntam aos integrantes
Paulo Miklos, Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Bellotto para relembrar clássicos como "Marvin", "Igreja" e "O Pulso". Mesmo que as saídas dos três primeiros não tenham ocorrido sempre de forma tranquila --a de Nando, tida pelos colegas como muito abrupta, foi a mais turbulenta--, Miklos diz que rusgas ficaram para trás. "São coisas menores, a vida anda. E existe uma admiração entre nós; tenho orgulho de ter tido esses caras na banda."

Nando vai na mesma linha: "Não são só 30 anos da banda, mas da minha vida. Vou encontrar meus amigos", diz. Para os quatro que ficam, a vocação para ser banda é certamente o que mantém o grupo vivo e, até hoje, ativo. "É natural que alguns dos membros tenham partido para a carreira solo, nos moldes dos 'divos' da MPB", diz Miklos, rindo, e relembrando que até  os anos 1980 eram raras as bandas no cenário nacional. "Mas não acredito nesse papo de que você cresce e vira solo. Ser um grupo é um
outro barato. É único."


TRAJETÓRIA
Nos primeiros discos, como "Cabeça Dinossauro", de 1986, a banda surgiu em São Paulo com um som pesado (que ia do punk ao reggae), e um discurso contundente. Nos anos seguintes passaram por levadas mais brasileiras ("Õ BlésqBlom", de 1989) ou por discos de rock pesado ("Titanomaquia", de 1993),
até virarem fenômeno pop no fim dos anos 1990. Com o acústico (97), conheceram sucesso inédito. "Quando você vende dois  milhões de discos, deixa de ser underground", diz Miklos. Momentos mais turbulentos vieram nos anos 2000, começando pela morte de Frommer --"o período mais difícil não só da carreira, mas de nossas vidas pessoais"-- e passando por fortes críticas negativas aos novos
álbuns. "Tem épocas em que buscamos caminhos novos, e aí você fica vulnerável e leva cada cacetada! Talvez seja merecido, talvez não. Mas as pessoas não percebem que você pode aparecer ali na frente com uma solução." "Agora mesmo estamos revigorados". Cinquentões, mas, diz Miklos, ainda "sujos, malvados e agressivos!"

TITÃS 30 ANOS
QUANDO sáb., às 22h30
ONDE Espaço das Américas (r. Tagipurú, 795; tel. 2027-0777)
QUANTO de R$ 120 a R$ 200
CLASSIFICAÇÃO 18 anos