quinta-feira, 4 de junho de 2009

DESTAQUES

Livro constrói paralelo e imagina confronto entre dois mitos populares, Lampião e Dom Quixote

O escritor e jornalista Francisco Cunha lança o livro “O Duelo de Lampião e Dom Quixote”, no Centro Cultural Oboé (rua Maria Tomásia, 531 – Aldeota – fone: (85) 3264.7038), nesta quinta-feira, 2, às 19h30, em Fortaleza.

O lançamento literário acontece em data próxima à efeméride dos 112 anos de nascimento do capitão Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, nascido em Serra Talhada (PE), em 7 de julho de 1897, e morto em Poço Redondo (SE), em 28 de julho de 1938.

A edição do livro “O Duelo de Lampião e Dom Quixote” foi patrocinada pelo Programa Cultura da Gente, que apóia projetos artísticos desenvolvidos por funcionários da ativa e aposentados do Banco do Nordeste do Brasil (BNB).



Cordel em prosa comedida, ficção atemporal e absurda

A definição de uma identidade cultural brasileira se arrasta desde o Império – do Indianismo Alencarino aos manifestos da Semana de Arte Moderna de 1922.

No Nordeste, a Arte Armorial, lançada oficialmente em Pernambuco (1970), tem na pessoa do poeta e escritor Ariano Suassuna seu principal idealizador. O Movimento propunha a construção de uma base cultural genuína a partir da arte popular.

Assim, a Heráldica de Suassuna permite resgatar a estética regional, mesclando o popular com o erudito, e servindo de respaldo às diversas manifestações do imaginário nordestino.

Na Música, com os tocadores de pífanos, ritmos e danças; na Poesia, com os cordelistas, repentistas e suas cantorias fantásticas; na Xilogravura, com as imagens vincadas na madeira, aliada à Escultura dos santeiros e talhadores; no Teatro, com os mamulengos e seus bonequeiros; além de uma estética transplantada para o Cinema.

É nesse pano de fundo que nasce o paralelo entre dois mitos populares: um da cultura regional, mito do Nordeste guerreiro; o outro, da cultura clássica universal, mito e anti-herói dos cavaleiros medievais.

A proposta só poderia resultar no caráter burlesco de personagens tão recorrentes. Obviamente, cada um guardando suas referências, numa ficção atemporal e absurda. Na verdade, um cordel em prosa comedida, com os disparates próprios da imaginação cômica e trágica.
Breve perfil profissional

FRANCISCO das Chagas CUNHA Filho é cearense natural de Massapê. Jornalista formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e funcionário do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), atuando na área de Comunicação Social.

Nos anos 1980 e 1990, trabalhou profissionalmente com ilustração e arte publicitária em Fortaleza (Terraço Comunicação e Marketing, SENAC, Casas Pernambucanas e Diário do Nordeste). Possui especialização em Comunicação e Mídia Contemporânea. Eventualmente, participa de exposições e concursos literários.



Programação de férias tem música para todos

Para os amantes de música, a programação preparada pela Secretaria da Cultura do Estado (Secult) para as Férias no Ceará será bem eclética. Os ouvidos podem sintonizar nas atrações da música popular brasileira, música erudita, boleros, batidas, rock até chegar aos novos ritmos regionais. Pincelada entre artistas nacionais e os artistas cearenses, a programação tem foco ainda na capacitação de estudantes, na formação de platéia e na democratização de acesso aos bens culturais. Confira a programação de férias completa no site www.secult.ce.gov.br

Atrações nacionais - Logo no início do mês, dia 03 de julho, os pernambucanos do Cordel do Fogo Encantado estréiam o lançamento do projeto Festival PontoCe na Praça Verde do Centro Dragão do Mar. O espetáculo cênico-musical montado em Arcoverde (PE) tem repertório permeado pela poesia e histórias da cultura popular. (informações: 3254-2993). No dia 04, o Dragão do Mar também será palco da programação Eu Faço Cultura 2009, Ano da França no Brasil com shows de Jorge Aragão, Moinho e Nicola Krassik (informações: 3272-6929)

No dia 05 de julho é a vez de conferir a única apresentação da artista espanhola Montserrat. Com direção e produção de Roberto Menescal, a turnê Palco da Minha Vida desembarca no Theatro José de Alencar em desfile de boleros e balanços de bossa nova (informações: 3261.0665).

Outro destaque é para o show do percussionista maranhense Papete que se apresenta dias 10 e 11 no anfiteatro do CDMAC. O músico ficou famoso por desenvolver uma técnica excêntrica no berimbau, inovando ritmos e criando uma performance inconfundível no tambor de crioula e nos diversos sotaques do bumba-meu-boi e reggae (informações: 3488-8600)

Atualmente residindo no Rio de Janeiro, a cantora cearense Lucia Menezes (foto) faz apresentação nos dias 22 e 23 de julho no palco principal do TJA. Intérprete original e com um timbre inconfundível, a cantora cearense ganhou ainda mais destaque nacionalmente com o recente CD Pintando & Bordando, sendo indicada ao Prêmio da Música Brasileira (ex-prêmio Sharp). (informações: 3101-2583)

Especial Era do Rádio - No dia 18 de Julho, o especial A Era do Rádio preenche a programação do Museu da Imagem e do Som. Entre vitrolas e lembranças, o público viaja pela história do som com a exibição de curtas-metragens, a palestras do historiador e diretor da casa, Miguel Ângelo, o Nirez, e a apresentação da cantora Joana Angélica com o show “As Divas do Rádio” (informações: 3101-1204)

Formação de platéia – Os programas de formação de platéia consistem em shows no auditório a preços populares. O Centro Dragão do Mar recebe o show do guitarrista, produtor e arranjador Marcos Caetano, dias 05 e 12, em Digimental. Dias 19 e 26, o Grupo Cinco em Ponto apresenta em vozes femininas o show Seara. Já no dia 28, o arranjador e regente Rogério Jales mostra no violão o Recital Começar de Novo (informações: 3488-8600). Já no TJA, o show Piano Brasil com pianista Miguel Proença acontece no dia 17 (dia de Programa Portas Abertas), às 20h30, no palco principal. Os ingressos para todos estes shows tem preço especial de R$ 2,00 e 1,00. (informações: 3101-2583)

Música erudita - Para os amantes da música erudita, a boa notícia é que as apresentações de julho são gratuitas ou com ingresso a preços populares. O Dragão recebe no dia 12 de julho o Quarteto da Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho em repertório que vai do barroco ao contemporâneo. (informações: 3488-8600)

Já o TJA oferece, no dia 10 de julho, o concerto da Orquestra de Câmera SESI/UFC em memória do Maestro Silvio Barbato, desaparecido no acidente da Air France (Informações: 9988-9734). No palco principal, dia 19, tem o concerto da Orquestra Sinfônica do Ceará com entrada gratuita. No dia 30 tem o concerto de canto e piano com o tenor Franklin Dantas e convidados e o ingresso custa R$ 5,00 + 1kg de alimento.

É também no TJA a programação que marca o Ano Villa Lobos, nos dia 05 e 19 de juho, com o Quinteto de Cordas da Orquestra Sinfônica do Ceará e a soprano Rafaelle Cavalcante que se apresentam no fim de tarde, no foyer. Grátis.

Festival - De 25 de julho a 01 de agosto é a vez da IV Festival de Música da Ibiapaba. O festival é uma política pública da Secult para a música brasileira popular e preenche o Maciço da Ibiapaba com oficinas, troca de experiências e shows abertos a toda a população da região serrana do Estado. Voltado para os estudantes de música de todo o Nordeste com diversas ações de formação, o festival vive em clima de encontro cultural. A cidade de Viçosa é a sede do evento.



Montserrat lança CD Palco da Minha Vida

Com produção e direção de Roberto Menescal, cantora espanhola apresenta a suavidade dos boleros em ritmo de bossa e a intensidade dos ritmos tipicamente latinos

Montserrat lança mundialmente seu terceiro CD, Palco da Minha Vida (Albatroz), em turnê que tem início no Brasil e segue em agosto para o Japão. A cantora faz apresentação única no Teatro José de Alencar, dia 5/07, a partir das 21h. O novo cd traz clássicos do bolero com o balanço da bossa nova e a inédita O Palco da Minha Vida, composta por Roberto Menescal especialmente para Montserrat que, além de dar nome ao CD, é a única canção gravada totalmente em português, em ritmo de bossa, e tem participação especial do maestro.

Palco da Minha Vida foi totalmente produzido e dirigido no Brasil e traz, além da música-título, 11 clássicos do bolero – como Quizás, quizás, quizás, Noche de ronda, Frenesi, Solamente una vez e La Barca – suavizados pelo swing da bossa nova. Todas as músicas têm arranjo do maestro Roberto Menescal, que também participa nas faixas tocando violão ou guitarra. “Para esse novo lançamento, fizemos (Bernardo Bittencourt e Eu) uma música em homenagem a Montserrat, na qual colocamos o título de "Palco da minha vida", pois nessa nossa música, retratamos um pouco da trajetória, de nossa hoje grande amiga, seus sonhos e suas conquistas; em contrapartida, Montserrat, nos devolve, essa homenagem, colocando nossa canção como título desse seu novo CD, o que nos deixou super felizes pois além da fusão desses dois ritmos, Montserrat canta com toda alma e emoção. E é assim que temos prazer em ouvir a nossa música.

Assim como no Cd anterior "Boleros com bossa", esse novo lançamento "Palco da Minha vida", é um desfile dos mais lindos e eternos boleros de todos os tempos. Enquanto houver ainda Boleros desse quilate, continuaremos no compasso de "2 p'ra lá, 2 p'ra cá "pelos Palcos da Vida” – resume Menescal.

A turnê de Palco da Minha Vida vai levar ao público dois momentos distintos: a suavidade dos boleros em ritmo de bossa e a intensidade dos ritmos tipicamente latinos, como o flamenco, sempre com o toque contemporâneo da artista. Neste segundo momento, Montserrat volta às suas origens hispânicas e mostra ao público a dramaticidade e passionalidade que são suas marcas. E que sempre emocionou e fêz a platéia prender o fôlego.

Depois de passar por oito capitais do Nordeste e Centro-Oeste, a turnê segue para o Japão, onde em agosto e setembro Montserrat será a embaixadora do New Bolero’s Festival, que começa em Osaka e passa por cidades como Nagoya, Kyoto e Okinawa, Tokyo, etc. O festival vai acontecer durante os próximos três anos e Montserrat, além de ser a atração principal do festival) será a mestre de cerimônia em todas as apresentações, pois Montserrat é a artista que mais representa a música hispânica contemporânea no Japão. Ainda este ano, Montserrat apresenta Palco da Minha Vida nos Estados Unidos, Europa e no eixo Rio-São Paulo.

Montserrat – Espanhola das Canárias, a cantora está envolvida com a música desde criança, mas foi só nos últimos anos que passou a dedicar-se inteiramente a ela. Em 2003, gravou seu primeiro CD, Añoranza (saudade), em Havana (Cuba) e São Paulo, que apresenta uma coletânea de boleros cubanos e mexicanos. Representou o Brasil no Festival de Boleros de Ouro em Havana, em 2004, e em 2005 dedicou-se a turnê mundial do CD. O segundo disco, Boleros com Bossa, com arranjos e direção do maestro brasileiro Roberto Menescal, foi lançado em 2006 e mostra toda a versatilidade da cantora temperando a dramaticidade dos boleros com a leveza da bossa nova. 2007 foi dedicado à shows deste trabalho em turnês de sucesso pelo Brasil, América do Sul, America do Norte, Europa e Ásia..

Agenda de Shows:
01/7 – Teatro Tobias Barreto – Aracajú
03/7 – Teatro Santa Izabel – Recife
04/7 – Teatro Alberto Maranhão – Natal
05/7 – Theatro José de Alencar – Fortaleza
09/7 – Teatro Rio Vermelho – Goiânia
10/7 – Teatro Nacional – Brasília
14/7 - Teatro Castro Alves – Salvador
Agosto / Setembro – Japão

Ficha Técnica:
Montserrat (Vocal)
Fabio Canella (bateria)
Sergio Bello (contra baixo)
Adriano Magoo (Piano e acordeom)
Julian Tirado (violão / guitarra)
Pedro Bandera (percurssão)
Liége Xavier (produção nacional)
Hinty Gabriel (produção nacional)

Serviço:
Palco da Minha Vida
Única apresentação no dia 05/07/2009
Local: Theatro José de Alencar
Hora: 21h
Ingressos: R$ 50,00 (inteira) R$ 25,00 (meia)
Informações: 85 3261.0665
Mais Informações: www.montserratmusic.com



Bandas de Fortaleza em trilha sonora de documentário americano sobre MMA!

Bandas de Fortaleza em trilha sonora de documentário americano sobre MMA (Mixed Martial Arts) nos Estados Unidos. As bandas Plastique Noir, Red Run e RoadSideR tiveram suas músicas escolhidas através do myspace para compor a trilha sonora de um documentário sobre lutas nos Estados Unidos. A produtora é uma brasileira radicada nos USA, Livia. O DVD foi lançado há poucas semanas nos USA e conta com várias outras bandas do mundo todo.

http://www.knockoutsecrets.com
http://www.knockoutsecrets.com/soundtrack.html


Lançamento do Festival Ponto.CE com Cordel do Fogo Encantado

No próximo dia 3/7, a Praça Verde do Dragão do Mar será palco do evento de lançamento da quarta edição do Festival Ponto.CE. A atração principal fica por conta dos pernambucanos, Cordel do Fogo Encantado, apresentando show inédito em Fortaleza, de comemoração aos 10 anos de carreira do grupo.

Este ano o festival acontece nos dias 6 e 7 de novembro e traz a temática da unificação de linguagens artísticas, onde ações como esquetes de teatro, apresentação de dança, ação conjunta com os organizadores do Festival Nóia, palestras direcionadas para a temática da produção artística independente, oficinas de instrumentos musicais voltadas para as comunidades do entorno do Dragão do Mar e atividades sócio-ambientais estão previstas.

Desde o seu lançamento, no ano de 2006, o Ponto.CE, em 7 dias de evento reuniu 18 mil pagantes, colocou 64 bandas no palco e 21 Dj’s, entre internacionais e nacionais, gerou o total de 920 empregos diretos/indiretos, além de estimular turismo e a produção artística da cidade.

Leia mais em FORTALEZA ALTERNATIVA


São João invade julho com as últimas etapas do XI Ceará Junino


A Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura recebe um novo colorido sobre a monocromia da grama que lhe deu nome e transforma a calmaria verde em uma enorme festa popular. E quem dá o tom é a cultura tradicional nordestina. O XI Ceará Junino ocorre de 15 a 19 de julho e reúne as quadrilhas juninas de todo o Ceará e ainda as melhores quadrilhas juninas do Brasil para o V Concurso Nacional de Quadrilhas Juninas.

Barracas de comidas típicas, forró, grupos folclóricos compõem o cenário de festa. Nos dias 15, 16 e 17, os vinte e um grupos que ganharam as etapas regionais do VI Campeonato Estadual de Quadrilhas Juninas participam, a partir das 18h, da grande final. No total, serão R$ 20.000,00 em prêmios de participação, além de R$ 6.000,00 para o primeiro lugar.

Já o Campeonato Brasileiro de Quadrilhas Juninas, promovido pela Confebraq (Confederação Brasileira de Entidades de Quadrilhas Juninas) acontece nos dias 18 e 19 de julho e reúne as melhores quadrilhas de 19 Estados do país. O campeonato distribuirá R$ 27.000,00 em prêmios, sendo R$ 1.500,00 para cada quadrilha participante e R$10.000,00 para o primeiro lugar. A programação conta ainda com apresentações dos sanfoneiros Ítalo e Renno, Banda Beija-flor, Regional Serrano, Forró Kafonna e o acordeonista Rodolfo Forte.

XI Ceará Junino- De 15 a 19 de julho, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar. A partir de 18h. Info: (85) 3101- 6763.

Ainda tem São João – Em parceria com a Secult, a Estação João Felipe recebe os usuários do transporte ferroviário da Região Metropolitana de Fortaleza em clima de São João. Dias 1, 6, 7, 13 e 14 de julho, as quadrilhas juninas animam gratuitamente os visitantes. E, no interior do Ceará, ainda acontecem algumas etapas regionais do XI Ceará Junino. (informações: 3101-6763)

Grande Prêmio Vila São João de Quadrilha – Final do Concurso de Quadrilhas
Data de 09 a 12 de julho
Local: Ginásio Paulo Sarasate - Rua Ildefonso Albano, 2050 – Joaquim Távora
Público: 15 mil pessoas
Gratuito

03 e 04/07

II ARRAIÁ FRECHEIRINHA PÉ DE SERRA

FRECHEIRINHA

03 e 04/07

I FESTIVAL REGIONAL DE QUADRILHAS DA SERRA DA MERUOCA

MERUOCA

03 a 05/07

FESTIVAL JUNINO DE PACOTI – 16 ANOS DE TRADIÇÃO

PACOTI

03 a 05/07

II ARRAIAL DA INTEGRAÇÃO

IPAPORANGA

03 a 05/07

XI CHITÃO DOS INHAMUNS

TAUÁ

04 e 05/07

ARRAIA DO BAIRRO CARACARÁ

SENADOR POMPEU


Mais informações sobre o Vila São João pelo fone (85) 3089.5269.

DANÇA

Paracuru, Itapipoca e Trairí recebem o III Festival de Dança Litoral Oeste

Companhias do Ceará, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais vão trocar as salas de espetáculos pelos palcos montados ao ar livre durante o III Festival de Dança Litoral Oeste, um dos principais eventos de dança do interior do Ceará. A ação cultural acontece de 15 a 18 de julho em Itapipoca, Paracuru e Trairí, três municípios da região do Vale do Curú (Litoral Oeste do Ceará), que desenvolvem ações significativas em torno da dança. Nas três cidades, moradores e turistas, leigos e profissionais da área vão poder conferir apresentações totalmente gratuitas e participar de atividades formativas, como mesas redondas, palestras e oficinas dos mais diversos gêneros. O Festival tem público estimado de 15 mil pessoas, entre população local e turistas.




Poucas vendas para “Quidam”

Cirque Du Soleil foi assaltado na Praça 31 de março


O Cirque du Soleil, que está em temporada em Fortaleza desde o dia 11 de junho, foi assaltado, na noite da sexta-feira (12). Segundo informações veiculadas na TV Diário, e no Diario do Nordeste, seis homens armados invadiram o local e fugiram levando dinheiro e equipamentos. A quantia roubada ainda não foi revelada. Nesta quarta, 17, moradores viram a presença massiva da polícia, investigando ou tentando evitar novos assaltos. O circo está localizado na Praça 31 de Março, na praia do Futuro, e deve se apresentar na Capital até o dia 28 de junho. Desde o começo das vendas do espetáculo “Quidam” no stand do Iguatemi, nunca se viu muitas filas, nem o burburinho típico de eventos grandiosos como Ceará Music e Fortal. O Cirque Du Soleil anuncia na TV e jornais uma promoção “estendida” do Dia dos Namorados (que foi dia 12 de junho), onde quem compra um ingresso, tem desconto de 50% no próximo. Segundo funcionários, a maioria das apresentações em Fortaleza não estão com lotação esgotada. Muitos comentam que mesmo se tratando de um show internacional, o ingresso é caro, principalmente por ser um evento que tem apoio de Lei de Incentivo do Ministério da Cultura, da Prefeitura, e até de um banco.

Confira no blog Coió Online: Polícia desmente assalto, e surge a operação "abafa" Quidam



Circo da magia


Temporada de "Quidam" em Fortaleza até dia 28 de junho

A magia do espetáculo “Quidam”, em temporada atual pelo Brasil, e pela primeira vez em Fortaleza se reflete na própria história do grupo, que começou com 20 artistas de rua formado no início de 1984 na Baía de Saint-Paul em Quebec, no Canadá. Atualmente sediada em Montreal, conta com mais de quatro mil funcionários, sendo cerca de mil artistas, de 40 nacionalidades, os shows do Cirque tem como missão instigar a imaginação, provocar sensações e evocar a emoção do público.
Em 2009, o Cirque du Soleil apresentará 19 shows simultâneos em diversas partes do mundo, para uma platéia estimada em 15 milhões de pessoas. Em itinerância estarão Saltimbanco, Varekai, Dralion, Quidam, Alegría, Corteo, KOOZA and Cirque 2009 (título em definição); em locais fixos, “O”, Mystère, ZUMANITY, La Nouba, KÀ, LOVE, ZAIA, CRISS ANGEL Believe, ZED e Wintuk.

A história de Quidam gira em torno de uma adolescente ignorada pelos pais, que passa a usar a imaginação e vive um mundo de fantasias. Deste mundo surgem seus amigos imaginários, personsagens apresentados ao público ao longo do show, e também é através deles que se conhece o lado obscuro das coisas com as quais a menina sonha. Com direção de Franco Dragone e direção criativa de Gilles Ste-Croix, traz uma combinação única de performances acrobáticas, domínio técnico, figurinos e cenários extravagantes.

Na abertura já ficamos hipnotizados com “Aerial Hoops”, o número de arcos suspensos acima do palco, os artistas giram e contorcem-se no ar, realizando proezas com graciosidade e destreza. Mas as outras atrações de “Quidam” interagem – você acaba sem saber para onde olha e o lúdico domina a narrativa sem falas do show que com figurinos (de Dominique Lemieux) e trilha sonora (Benoit Jutras) impecáveis, com músicos, tocando ao vivo e revezando-se em vários instrumentos, desde violinos até guitarras.

”Aerial Contortion in Silk”, uma coluna de tecido vermelho suporta e embala a contorcionista Anna, em um número que alia a intensidade, e o número “Banquine” (Premiado em 1999 com o “Palhaço de Ouro”, no Festival Internacional de Circo de Monte Carlo), com quinze artistas realizam seqüências acrobáticas e formando pirâmides humanas em ação sincronizada, seguem o espetáculo. Nessa hora já estamos envolvidos na magia de “Quidam” e de sua viagem lisérgica.
As técnicas do trapézio e da rede espanhola combinam-se no audacioso número Cloud Swing. Logo após, quatro jovens artistas chineses equilibram e manuseiam um carretel num fio sustentado por hastes, tentando superar um ao outro. Número de destreza e talento, “Diabolos” foi premiado com a Medalha de Ouro do Festival do Cirque de Demain, em Paris, 1995. O diabolo, ou ioiô chinês, é um jogo infantil que se transformou em arte.
Em “German Wheel”, número criado a partir de um exercício alemão de ginástica, a roda é elevada a um grau absolutamente inovador. E Shayne transforma-se num raio humano enquanto roda, gira, rodopia e manobra a roda, executando saltos mortais e acrobacias que desafiam as leis da gravidade.

Há também muitas palhaçadas, com clowns dando show de maestria e bom humor, interagindo com o público e convidando pessoas da plateia para "participações especiais".

Dança, acrobacias e manipulação inspiraram o Cirque du Soleil a transformar uma conhecida brincadeira de criança estrangeira (Skipping Ropes) num efeito coreográfico. À medida que as cordas marcam o ritmo, 20 acrobatas dotados de excepcional capacidade de coordenação e ritmo executam uma corrente seguida, a solo, em duos ou em grupo, de saltos e dança.
Quebrando a tradição, Quidam traz as redes espanholas numa performance em grupo. Em “Spanish Webs”, os artistas voam pelo palco, presos a um transportador especialmente criado para o número, chamado “teleférico”. Subitamente os acrobatas mergulham no vazio, suspensos por cordas enroladas às cinturas ou tornozelos.
O último número é “Statue – Vis Versa”. Sem perder o contato um com o outro, dois artistas movem-se de forma quase imperceptível, realizando movimentos que revelam extremo sentido de equilíbrio. Parte que alia sensibilidade e poder de concentração em busca da perfeita harmonia, “Statue” conquistou o Palhaço de Prata, em 2000, no Festival Internacional de Circo de Monte Carlo.
A grandiosidade do espetáculo também pode ser traduzida em números: desde que estreou, no Canadá, já foi visto por mais de 9 milhões de espectadores em 20 países. No palco, 50 artistas de 15 nacionalidades, sendo três brasileiros – entre acrobatas, ginastas, palhaços, atores, músicos, cantores, dançarinos e demais artistas circenses. A montagem utiliza mais de 250 figurinos, 200 pares de sapato e 500 objetos de cena, além de arrojadas plataformas invertidas suspensas, que trazem os artistas à cena.
A Secretaria de Turismo de Fortaleza, responsável pela inclusão da capital cearense no roteiro de espetáculos do Cirque du Soleil pelo Brasil, organizou uma noite inesquecível para 200 crianças. São todos alunos de escolas públicas municipais de Fortaleza que tiveram a oportunidade de prestigiar a abertura de “Quidam” na quinta passada.

Depois do sucesso absoluto de Saltimbanco e Alegría no Brasil, que reuniram quase um milhão de espectadores,a Tim for Fun promove a maior temporada já realizada com o Cirque du Soleil na America Latina. Com o espetáculo Quidam, a companhia canadense que revolucionou o mundo do entretenimento se apresenta em nove capitais, començando em Fortaleza. A temporada terá um ano, 330 apresentações, com um público estimado em mais de 800 mil pessoas.
As apresentações na capital cearense acontecem até dia 28, na Praça 31 de Março - Praia do Futuro - às quintas e sextas-feiras, a partir das 21h; sábados, a partir das 17h e 21h e domingos, a partir das 16h e 20h. Informações:4004 3100. ***** 5 ESTRELAS / Excelente




Feira do Artesanato Mundial pela segunda vez em Fortaleza

A expectativa é de mais de 50 mil visitantes no maior encontro da cultura e do artesanato com as diversas manifestações locais, estaduais e de vários países.

Até o dia 5 de julho, os cearenses poderão conferir a diversidade, a riqueza e a criatividade do artesanato de mais de 30 países e nove estados brasileiros. A 11ª edição da Feira do Artesanato Mundial – FAM ficará na capital cearense até 5 de julho, no Shopping Iguatemi, estacionamento G, das 14hs às 22hs.

É a segunda vez que o evento será realizado em Fortaleza, que nesta edição reunirá cerca de 30 países participantes. A expectativa é de que mais de 50 mil pessoas visitem os mais de 100 stands e conheça a arte de diferentes povos num mesmo local.

Da rica porcelana da Palestina até inusitados utensílios de couro de camelo e crocodilo do Quênia e da África do Su até bonsais decorativos do Japão, a feira é um grande passeio prela inventidade de artesãos de cultura milenares.

Nesta 11ª edição e pela segunda vez em Fortaleza, A FAM promove uma verdadeira viagem por manuseios artesanais, que refletem as origens de diferentes povos e características de cada uma dessas culturas. Serão centenas de expositores comercializando produtos que variam de R$ 5,00 a R$ 4 mil. O Brasil será representado pelos artesãos de pelo menos nove estados, entre eles Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Tocantins além de Ceará. Uma boa opção para o Dia dos Namorados ou mesmo presentear alguém especial com um presente bem original.

Na primeira vez que esteve em Fortaleza, em junho de 2008, a FAM atraiu mais de 50 mil pessoas e movimentou o volume de R$ 1 milhão em negócios gerados. O Ceará estará representado pela CEART-CE

Países participantes:

1. Palestina: diversos produtos em cerâmica, acessórios de decoração etc
2. Marrocos – Batizado como Caravana do Marrocos, o estande ganhou traz um pouco da arte de cada uma das principais cidades do país. Em um ambiente charmoso e convidativo, decorado com as cores da bandeira marroquina, a arte é representada principalmente pelos tecidos fabricados em tear manual e as luminárias em latão, ferro forjado e zinco. Há também réplicas em cerâmica gravação em couro e babuchas, sapatos típicos do Marrocos.
3. África do Sul e Leste Africano – (arte negra) quadros em cristais, ovos de avestruz decorados, bijouterias em madeira e osso.
4. Kênia- artigos de decoração em geral
5. Austrália– semi-jóias em pedra e móveis
6. GHANA – moda e decoração
7. Guatemala – tecelagem em geral
8. Paquistão – Móveis feitos à mão, sapatos, xales, colchas, bijuterias, objetos de decoração em madeira, ônix branco.
9. Peru – Vestuário em lã e objetos de decoração em porcelana.
10. Índia – Pashminas, colchas, tapetes, almofadas, roupas, objetos de decoração em ossos, prata e pedras.
11. Itália – jóias em murano e móveis.
12. Indonésia – Objetos de decoração em rattan, madeira, flores artificiais, móveis, corais, madre-pérola, prata e pedras típicas. Na tenda da Indonésia, os animais estão em artigos de decoração como cadeiras e mesas. Elefantes, gatos, corujas e girafas tomam conta de parte do estande. Há também máscaras com pequenos pontilhados de várias cores e fabricadas com materiais diversos. As máscaras são peças produzidas artesanalmente e o processo de cada uma leva em média 15 dias.
13. China – Objetos de decoração de porcelana e bambu da sorte
14. Nova-Zelândia – jóias em pedra
15. Colômbia – artigos de decoração.
16. Egito – bijuterias, artigos de decoração, moda, acessórios e utilidades para o lar.
17. Tunísia – Couro de camelo e essências. Entre os aromas apresentados na feira estão os de sândalo, ópio, mil e uma noites, baunilha, limão e outros. O cliente escolhe o perfume em um dos vários frascos feitos artesanalmente de vidro, soprado e pintados com ouro.
18. Japão – origamis, coleções diversificadas de camisetas com ideogramas japoneses e outros ornamentos típicos.
19. Turquia – acessórios diversos
20. Síria - Marchetaria, Caixas em Marchetaria, Objetos em Cobre, Luminárias entre outros.
21. Líbano – Toalhas, Caminhos de Mesa, Capas de almofada, Mantas, Móveis em Marchetaria, Caixas em Marchetaria, Objetos em Cobre, Luminárias entre outros.
22. Zimbábue– almofadas, artigos de decoração
23. Senegal – esculturas em madeira, quadros, objetos de decoração
24. Uganda – esculturas, peças de decoração
25. Tailândia – decoração e móveis
26. Vietnã – acessórios artigos de decoração e móveis.
27. Itália – jóia em murano.


Serviço:

7ª Feira do Artesanato Mundial
Data: 5 a 21 de junho, no Shopping Iguatemi
Horário: das 14 às 22h – durante a semana, sábados e domingos.
Entrada: R$4,00 ou 1 Kg de alimento não perecível (exceto sal). A arrecadação (dos alimentos) será destinada as familias desabrigadas com as chuvas no Estado do Ceará.


MÚSICA

TITÃS lança novo CD,"Sacos Plásticos"

Para uma banda com 27 anos de estrada, o desafio maior é conseguir se renovar sem perder a essência. Vivendo um momento especial de inspiração, os Titãs, com seu novo disco, SACOS PLÁSTICOS - o primeiro só com músicas inéditas depois de cinco anos -, reinventam-se mais uma vez e surpreendem com um trabalho diferente e ousado, mas que se reconhece como titânico ao primeiro acorde de qualquer uma das 14 canções do cd. Logo à primeira ouvida, SACOS PLÁSTICOS se anuncia como um trabalho à altura das melhores obras titânicas.

Trabalhando pela primeira vez com o produtor Rick Bonadio – que também participa como músico convidado, tocando vários instrumentos em diversas faixas -, os Titãs retomam experiências com programações eletrônicas, como já haviam feito em álbuns anteriores, como os clássicos Jesus Não Tem Dentes No País Dos Banguelas (1987) e O Blesq Blom (1989). Pode-se observar essas experimentações em canções como Amor Por Dinheiro, Sacos Plásticos, Quanto Tempo, Agora eu Vou Sonhar e Múmias. Recuperam também, em duas canções, Porque Eu Sei Que é Amor e Deixa eu Sangrar, os arranjos orquestrais sensíveis e criativos, assinados por Eric Silver e gravados em Nashville, nos Estados Unidos. Em SACOS PLÁSTICOS, como os próprios Titãs afirmam, a referência principal são eles mesmos. E isso assegura-lhes relevância e perenidade.

Branco Mello, Charles Gavin, Paulo Miklos, Sérgio Britto e Tony Bellotto voltam às origens e assumem o controle de todos os instrumentos, levando adiante uma experiência que já vinham exercitando em shows, com Branco no baixo e Paulo na guitarra. Em algumas músicas cantadas por Branco, Britto também assume o baixo. Isso cria novas possibilidades e dá ao disco o frescor de uma banda renovada.
A química sonora dos Titãs se revela com toda a potência em SACOS PLÁSTICOS: melodias inspiradas, letras diretas e a mistura rítmica de rock, reggae, funk, punk e pop, típica da banda. Com temas variados, refletem sobre as contradições do mundo atual, o consumismo, a ganância e os encontros e desencontros do amor. Todos estes ingredientes somam-se para transformar o novo álbum numa obra fundamental na carreira da banda. *** 3 ESTRELAS / Bom



Convidados animam o Trio Virgulino

Alceu Valença, Dominguinhos, Leo Maia, Zeca Baleiro e Zélia Duncan estão no novo CD “Isso aqui tá bom demais”

Perto do período de festas juninas, as gravadoras põem nas lojas (as que restam) CDs voltados para o mercado que consome a música nordestina. É nesse contexto que se insere Isso Aqui Tá Bom Demais, disco do Trio Virgulino que soaria até trivial não fosse o time de convidados que aceitou gravar com Enok Virgulino (sanfona), Roberto Pinheiro (zabumba) e Adelmo Nascimento (triângulo). Alceu Valença, Dominguinhos, Leo Maia, Zeca Baleiro e Zélia Duncan valorizam o arrasta-pé do trio que, vez por outra, escorrega no terreno populista por abarcar no repertório músicas como Pelados em Santos e Melô da Pipa (Tá com Medo, Tabaréu), esta um hit do efêmero grupo Superbacanas cuja letra de duplo sentido até se ajusta no universo malicioso dos forrós. Das faixas gravadas com os convidados, a melhor é a que traz Alceu Valença, Forró Lunar, tema pouco batido de autoria do compositor pernambucano - de quem o trio regrava também Estação da Luz. Já o xote Eu Só Quero um Xodó - revisitado com Zélia Duncan - tem sua beleza diluída no ritmo acelerado moldado para os arrasta-pés. Lançado por Gilberto Gil em 1973, o xote é parceria de Anastácia com Dominguinhos, convidado de Pedras que Cantam, sucesso que deu título ao álbum lançado por Fagner em 1991. Já Zeca Baleiro chora as mágoas de Qui Nem Jiló no tom arretado do Trio Virgulino. Que lembra com Leo Maia o elo nordestino da obra do pai deste, Tim Maia (1942 - 1998), no medley que une Coroné Antonio Bento (1970) e A Festa do Santo Reis (1971), hits da fase áurea em que o Síndico juntava a pegada da soul music com o balanço dos ritmos genericamente rotulados como forró. Entre temas direcionados para as festas juninas (Chegada de São João e No Lume da Fogueira), o Trio Virgulino arma arraial no ritmo populista do mercado fonográfico nacional. *** 3 ESTRELAS / Bom


CINEMA

Intrigas na imprensa

Suspense político com Russell Crowe e Ben Affleck resgata o valor do jornalismo impresso


Depois de várias decepções, Russell Crowe e Ben Affleck estão de volta com Intrigas de Estado (“State of play”), o thriller político de Kevin MacDonald que resgata o suspense conspiratório das fitas dos anos 70 (especialmente de Alan Pakula), que tantos diretores e roteiristas admiram e desejam emular. Todos sabemos que o jornalismo impresso e investigativo está incrivelmente defasado em relação à crescente importância da Internet e outras mídias eletrônicas. Como resultado, essa fita é um mergulho a nostalgia dos velhos tempos, quando os jornais se importavam realmente com repórteres fortes e empenhados, verdadeiros heróis e figuras públicas. Trata-se de um filme ideal para um público maduro e inteligente, uma seqüência de um diretor engajado, cuja reputação só tem a ganhar depois do documentário “One Day in september” e do filme “O último rei da Escócia” que rendeu o Oscar de Melhor Ator para Forrest Withaker. No entanto,”Intrigas de Estado” é tão (ou mais) estimulante que a biografia de Idi Amin, que enquanto thriller deixava a desejar.
“Intrigas de Estado” apresenta dois velhos amigos que são envolvidos em um grande (e típico) conflito entre suas respectivas profissões: um ambicioso político procura manter sua posição diante de uma investigação jornalística ou, mais especificamente, a divulgação de corrupção e abuso associados a esse poder. Entrelaçado nessa situação já complicada, perdura uma história pessoal de amizade e uma mulher (Robin Wright Penn) que se coloca entre os dois adversários que se encontram em posições comprometedoras, profissionalmente, moralmente, e pessoalmente. Trata de um congressista em ascensão e um jornalista investigativo que se envolvem em dois casos de homicídio, aparentemente independentes. Primeiro, um jovem é baleado nas ruas, em seguida , uma jovem aparece morta no metrô. A tarefa do roteiro é justamente decifrar a forma complexa em que esses assassinatos estão inter-relacionados. Russel Crowe interpreta Cal McAffrey, um repórter veterano, cuja determinação investigativa lhe conduz a relacionar um estranho homicídio a uma conspiração entre políticos e empresarios mais proeminentes do país. McAffrey é assessorado pela novata Della Frye (Rachel McAdams) em seus esforços para descobrir a identidade do assassino. No contraponto, Stephen Collins (Ben Affleck) é o futuro do seu partido político e provável candidato para a próxima corrida presidencial. Até que sua assistente é brutalmente assassinada.
'Intrigas de Estado' é baseado na minissérie BBC, que gira em torno de um político eleito e seu ex-administrador de campanha, que hoje é jornalista de um importante jornal nacional. Brad Pitt deixou o elenco de 'State of Play', após várias reuniões com o diretor Kevin Macdonald e brigas para alterar o roteiro - Russell Crowe o substituiu. Edward Norton abandonou o elenco. Para seu lugar, foi escalado Ben Affleck. **** 4 ESTRELAS / Ótimo

“Exterminador” sem Arnold Schwarzenegger

Passado no pós-apocalíptico ano de 2018, 'O Exterminador do Futuro - A Salvação' (Terminator Salvation), estréia da semana no Multiplex UCI Ribeiro Iguatemi, é estrelado por Christian Bale como John Connor, o homem destinado a liderar a resistência humana contra a Skynet e seu exército de Exterminadores.
Mas o futuro no qual Connor foi criado para acreditar é parcialmente alterado pela chegada de Marcus Wright (Sam Worthington), um estranho cuja última memória é a de estar no corredor da morte. Connor precisa determinar se Marcus foi enviado do futuro ou resgatado do passado. Enquanto a Skynet prepara seu massacre final, Connor e Marcus embarcam numa odisséia que os levará até o coração das operações da Skynet, onde eles descobrirão o terrível segredo por trás da possível aniquilação da raça humana.
Christian Bale não estará somente em 'O Exterminador do Futuro 4', mas em toda a nova trilogia de filmes. Tentando alcançar um público maior, os produtores anunciaram que o filme será classificado como PG-13, assim adolescentes podem ir ao cinema desacompanhados. Vale lembrar que os primeiros três filmes tiveram classificação R, proibindo que menores de 17 anos assistissem ao filme. Ou seja: nada de violência...
Arnold Schwarzenegger e seu T-800 podem aparecer no filme, mas de maneira digital. O filme conta com um novo robô: o T-600. Parecido com T-800 (vivido por Schwarzenegger), ele possuí menos tecnologia e 2,5 metros de altura. *** 3 ESTRELAS / Bom

NOVELAS

Aventuras em Israel

Rodrigo Hilbert (à dir.) e Thiago Lacerda começam a gravar "Viver a Vida", de Manoel Carlos, nova novela das 21h da Globo

Próxima novela das oito da Globo, "Viver a Vida" terá metade de seu elenco composto por atores inéditos na TV, a maioria recrutada em teatros. A emissora quer mesclar novas caras com rostos já conhecidos. A Globo começou a gravar, na semana passada, em Israel, sua próxima novela das 20h, escrita por Manoel Carlos e dirigida por Jayme Monjardim. Uma equipe de 24 pessoas, entre direção, produção, caracterização, figurino e elenco, viajou para a cidade de Jerusalém, onde iniciaram as filmagens internacionais que devem durar mais de 40 dias.
Na cidade, os atores Thiago Lacerda e Rodrigo Hilbert começaram a dar vida a seus personagens, Bruno e Felipe, respectivamente. Aventureiros, os personagens viajam o mundo fazendo trabalhos temporários e praticando esportes radicais. As atrizes Thianna Bialli e Natasha Haydt também foram para Jerusalém para interpretar as acompanhantes dos aventureiros.
Entre as locações escolhidas por Monjardim e Manoel Carlos estão o Santo Sepulcro, o Muro das Lamentações e o Monte das Oliveiras, além das ruas da cidade.


LIVROS NÃO-FICÇÃO

Panorama da história recente do Irã

“Minha vida como traidora” conta história real de uma jovem que
sobreviveu à tortura em uma prisão no Irã

Zarah era apenas mais uma universitária iraniana, que cumpria suas obrigações acadêmicas, acreditava seguir as rígidas normas de comportamento do seu país e encantou-se por Arash, um estudante e ativista político, líder de protestos. Tudo parecia normal em sua vida até se envolver em um movimento estudantil que resultou em sua prisão em Evin, a mais notória penitenciária do Teerã.
Em Minha vida como traidora Zarah compartilha com o leitor tudo o que viveu na prisão. A tortura, o medo, o desespero para não enlouquecer, nem perder o controle nas mãos de seus carrascos. Enquanto narra sua traumática experiência, ela relembra o caminho que a levou até aquela pequena cela de concreto, sem janelas. Desde sua criação, seus pais liberais - que entendiam a importância da educação não só como um privilégio dos homens - a incentivaram a estudar e respeitar as diferenças. Na adolescência sonhou como qualquer menina e na faculdade, ao lado de Arash, defendeu a liberdade.
Ao relembrar tudo o que passou, Zarah apresenta um panorama da história recente do Irã, falando da cultura, das crenças e religiões, da origem persa de seu povo e das mudanças que o governo e a guerra causaram a vida de todos. Neste livro é possível acompanhar a angústia de uma jovem tentando compreender como, apesar de acreditar não ter feito nada de errado, foi julgada e condenada como uma mulher desleal. Minha vida como traidora revela uma sociedade iraniana escondida sob as burcas de suas mulheres.
Zarah Ghahramani nasceu em Teerã, em 1981, e vive atualmente na Austrália.



O Guinness dos games

Livro dos recordes lança edição especial com curiosidades sobre o mundo dos jogos eletrônicos


Depois do sucesso da primeira edição, o Guinness World Records Games 2009 está de volta com recordes, curiosidades e informações ainda mais atualizadas. A 2ª edição do livro foi lançada pela Ediouro, durante o evento Rio Anime Club, que aconteceu no Rio de Janeiro.
Para satisfazer os que têm sede por informações sobre games, o livro apresenta a história dos jogos desde 1889 quando Fusajiro Yamauchi criou a Marafuku para produzir cartas de baralho hanafuda - que em 1951 mudou de nome para Nintendo Playing Card Co. - até 2008, quando Grand Theft Auto IV bateu o recorde de lançamento de maior sucesso da indústria de entretenimento. Contém milhares de fatos e recorde únicos, informações históricas, sobre tecnologia, sobre os jogos de guerra, de super-heróis, espaciais, nos mais diferentes consoles; capítulos especiais sobre colecionadores, jogos proibidos e polêmicos, filmes e games, além de uma entrevista com Ralph H. Baer, inventor dos consoles caseiros e um quiz para testar o conhecimento do leitor.
“A idéia desta edição dedicada aos games é ser mais do que uma reunião das melhores pontuações e dos jogos mais vendidos”, diz o editor chefe do Guinness Games, Craig Glenday. O livro também ensina os passos para os que querem se tornar um recordista mundial. Afinal, crianças e adultos de todo o mundo passam horas jogando os mais diferentes videogames, sem saber que tais habilidades podem ser reconhecidas e entrar para o livro dos recordes, que já conta com a presença do brasileiro Rodrigo Lopes, recordista do menor tempo para concluir o Metal Gear Solid, em apenas 1h55min31s. “A edição Guinness World Records Games 2009 é para jogadores eventuais, para os assíduos e para qualquer pessoa que esteja interessada em acompanhar a evolução dos videogames”, completa Glenday. *** 3 ESTRELAS / Bom



LIVROS FICÇÃO


Novo sucesso do alemão Bernhard Schlink

“O outro”, assim como “O leitor”, ganhou as telas do cinema, com Antonio Banderas e Liam Neesom


Livro que deu origem ao filme O amante — estrelado por Liam Neeson, Laura Linney e Antonio Banderas —, “O outro” é uma bela e austera narrativa sobre o esforço para preencher o vazio da perda. Numa linguagem limpa e concisa, Schlink questiona sobre assuntos como a culpa, a moral, a natureza do amor, o luto. E mostra porque, junto com W. G. Sebald, é considerado uma das vozes mais fortes da atual literatura alemã. Uma geração que, mesmo não tendo vivido os horrores da Segunda Guerra, cresceram no clima caótico e turbulento pós-conflito.
Em “O outro”, Sclink conta a história de Bengt, que após a morte da esposa, tenta se acostumar à vida solitária, desenvolvendo e mantendo novos hábitos.


TOP DVD - NAS LOCADORAS


Sony lança séries moderninhas

A comédia “Til Death” e o drama adulto “Breaking Bad” estão à venda nos sites e lojas especializadas

Duas novas séries acabam de ser lançadas em DVD no Brasil. A Sony Pictures colocou na semana passada nas lojas boxes da sitcom ‘Til Death e do drama adulto Breaking Bad.
Com apenas sete episódios em sua primeira temporada, Breaking Bad foi uma das grandes surpresas de 2008 na TV americana. Desenvolvida por Vince Gilligan, produtor executivo de Arquivo X, para o canal AMC (o mesmo que emplacou Mad Men), a série mostra um professor de química que descobre que está com câncer – e, com pouco tempo de vida, resolve ganhar dinheiro para a família produzindo drogas.
Na sua primeira temporada a série recebeu quatro indicações ao Emmy Awards e levou duas importantes estatuetas – melhor edição para série dramática (pelo episódio piloto) e melhor ator em série drama, para Bryan Cranston. O episódio piloto ainda levou o Writer’s Guild Award de melhor roteiro de episódio de série dramática.
Breaking Bad - A 1ª Temporada Completa chega em um box com 3 DVDs, com preço de lançamento de R$ 69,90.
Também em um box de 3 DVDs, chega ao Brasil ‘Til Death - A Primeira Temporada Completa, que reúne os 22 episódios da primeira temporada da sitcom estrelada por Brad Garrett e Joely Fisher. O seriado, que na primeira temporava girava em torno das diferenças de relacionamento entre um casal que vive junto há 25 anos com os vizinhos recém-casados, é assinado pela dupla Josh Goldsmith e Cathy Yuspa, produtores executivos de The King of Queens. O preço de lançamento é R$ 69,90.




Novo Bloco Mucuripe Sensation no Fortal 2009

Em mais uma empreitada de sucesso, o Mucuripe, um dos maiores nomes do ramo de entretenimento de Fortaleza, lança seu próprio bloco no Fortal 2009. Além da tenda eletrônica, o evento abre mais um espaço para a música eletrônica com um trio elétrico voltado exclusivamente para este estilo. O bloco Mucuripe Sensation começa a incendiar o corredor da folia no fim da noite da quinta-feira, dia 23 de julho. O primeiro bloco eletrônico do Fortal terá no comando do som, dois Top DJs : Alex Gaudino (Produtora Crash), italiano dono do single "Destination Unknown" e o brasileiríssimo Júlio Torres (Produtora Tune). Outra novidade é que no meio da festa, o trio irá parar em frente ao camarote do Mucuripe, que ganhará uma iluminação exclusiva de boate. Nesse momento, toda a área se transformará em uma grande pista de dança. DJs consagrados, alta tecnologia, organização, muita energia, integração, vibrações e novas sensações. Tudo isso é o que o Bloco Mucuripe Sensation pretende proporcionar ao público do evento. Definitivamente, este novo bloco tem tudo para entrar para a história do Fortal e de todas as micaretas do Brasil. Mais informações: 3254.3020

ARTES PLÁSTICAS, ARQUITETURA, DESIGN

Exposição discute noções de público em práticas artísticas

“Sobrepostas, permeáveis e intercambiáveis”, mostra de Vitor César, está em cartaz no Centro Cultural Banco do Nordeste


Artista, público e esfera pública. Esses três conceitos – próximos e imbricados, cada vez mais atuais na arte contemporânea – são o ponto de partida para a discussão que o artista Vitor César intenta através da exposição “Sobrepostas, permeáveis e intercambiáveis”, no Centro Cultural Banco do Nordeste. A exposição apresenta – formalmente – a figura do curador, o também artista Jorge Menna Barreto. Curador quase entre aspas: a relação que se procura aqui é de horizontalidade. “O Jorge é um interlocutor com quem eu discuti essas questões a partir do trabalho”, explica Vitor. Os dois são orientandos da mesma professora, Ana Maria Tavares, na Escola de Comunicação e Artes da USP. Vitor no mestrado e Jorge no doutorado. As afinidades intelectuais aproximaram os dois, e a troca de ideias ficou cada vez mais profunda, até chegar aqui.
Vitor aponta outra característica da exposição. Mais que uma mostra de obras de arte, o artista apresenta trabalhos que discutem, sob o viés da arte contemporânea, o conceito de esfera pública. “A ideia de esfera pública que tem me interessado no momento é a de um lugar que se cria – independente do assunto – para se discutir e definir posições políticas em relação ao mundo”. Arte como postura política. Os trabalhos refletem essa escolha. O primeiro deles está posto do lado de fora do CCBNB e piscam em neon: Centro (é) Cultural. “Esse tem diferentes camadas para se pensar. Eu sou artista, ele é, portanto, um trabalho de arte, mas o expectador não precisa olhar como se fosse um trabalho de arte”. Dentro das salas, outros trabalhos acompanham não essa camada, mas outras, no intuito de dar amplitude ao debate: “Artista é público”, “Hoje grátis fotocópias com a palavra público” e “Vocabulário de artista”.



Sustentabilidade marca a edição 2009 da Casa Cor Ceará

A Casa é composta por 58 ambientes distribuídos em 10 mil m² de área


A Casa Cor Ceará chega à sua 11ª edição trazendo grandes novidades. Este ano, a versão local da mais importante mostra de arquitetura, decoração e paisagismo da América Latina é realizado em área privilegiada de Fortaleza, a Aldeota, com mais facilidade de acesso e estacionamento, proporcionando maior comodidade aos visitantes.

A mostra, realizada entre os dias 30 de setembro e 10 de novembro, está sediada em imóvel pertencente ao Grupo J.Macêdo. A sede deste ano é a maior a receber o evento desde 1999, com 10 mil m² de área, que incluem residência e um prédio comercial projetados pelo arquiteto Acácio Gil Borsoi. Um dos destaques fica por conta do jardim, revitalizado com base no projeto original do consagrado paisagista Roberto Burle Marx, que recebe homenagem da Casa Cor em comemoração aos 100 anos de seu nascimento.

Além de Burle Marx, a Casa Cor Ceará 2009 fará homenagem a dois cearenses: o arquiteto, urbanista e músico Fausto Nilo, cujos títulos das canções de sua autoria batizam os ambientes, e o médico neuro-cirurgião Dr. Mairton Lucena.

Como nas edições anteriores, o evento adota um tema em evidência. “Sustentabilidade” é o foco dos 58 ambientes que irão compor a Casa Cor Ceará, apresentando as principais tendências do segmento tendo como preocupação a preservação ambiental. Nessa perspectiva, todos os ambientes recebem pintura com tinta especial da Hidracor, produzida a base de água.

Além de usar todo o terreno do imóvel, o evento conta com área construída de 4.200 m², com espaços divididos em Residencial, com mais de 25 ambientes como Adega, Living, Home-Theater, Suites e outros, ocupando os cômodos da mansão; Entretenimento, com Praça para Encontros, Restaurante, Café, Chocolateria, Cozinha dos Cheffs, Oficina de Arte, além de um dos destaques da edição: o Sítio Dona Benta, cuja ambientação faz homenagem aos personagens do Sítio do Pica-Pau Amarelo, uma grande atração para as crianças que acompanham os pais durante a visita.

A edição 2009 apresenta também o Hotel Casa Cor, realizado em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae-CE) e o Governo do Estado do Ceará. O primeiro andar do prédio comercial abriga o Hotel, com cinco suítes (Master, Nupcial, Urbana, Serra e Praia), expondo as novidades para o segmento. Neste andar, o público também pode visitar espaços como Lobby do Hotel, Joalheria, Agência de Viagens, Loja Íntima e a Loja Casa Cor, com produtos licenciados pela marca (livros, CD’s, louças, cerâmicas Porto Brasil e peças do artesanato cearense). Nestes ambientes, os visitantes poderão adquirir os produtos e serviços. Já o segundo piso do Hotel conta com ambientação do Salão de Festas e Eventos, cenário para os coquetéis, festas e palestras realizados durante a mostra.

A Casa Cor Ceará dá, ainda, continuidade à parceria com a indústria moveleira do município de Marco (CE). Os móveis produzidos na região terão lugar de destaque nos ambientes. Além disso, a Prefeitura de Maracanaú (CE) também firma parceria com o evento este ano, divulgando o artesanato produzido na cidade.

Outra novidade apresentada em 2009 é o “Passaporte Casa Cor”. Após adquiri-lo (ao valor de dois ingressos), o visitante tem acesso ao evento durante todo o período de exibição da mostra. Além disso, nos dois últimos dias de funcionamento, 9 e 10 de novembro, acontece a “Special Sale”, quando o público pode comprar peças expostas nos ambientes com descontos de 30% a 70%.

O evento conta com patrocínio da Deca, HSBC, Governo do Estado do Ceará, Sebrae-CE, Tintas Hidracor, Viva Imóveis, Unimed Fortaleza, Prefeitura de Maracanaú , Grupo J. Macedo e apoio da Nextel, além de apoio institucional da SustentaX e Grenn Building.

Saiba mais sobre o imóvel da Casa Cor Ceará 2009

Projetada pelo renomado arquiteto carioca Acácio Gil Borsoi, o imóvel foi construído em 1969 com a finalidade de criar uma residência para a família do empresário Benedito Dias Macêdo. O jardim da casa conta com assinatura de Roberto Burle Marx, contemplando um conjunto de plantas e lagos projetados por um dos maiores paisagistas do século XX.

O local serviu de moradia para Benedito e sua família até 1975, quando passou a pertencer ao grupo J.Macêdo. Após reforma e ampliação com novo projeto de Borsoi, em 1978 o imóvel passou a sediar a holding do Grupo. A sede da J.Macêdo permaneceu no espaço até 2003. Desde então o imóvel está desabitado.

Serviço:

Casa Cor Ceará 2009

De 30/09 a 10/11

Coquetel de abertura: 29/09

Endereço: Rua Visconde de Mauá, 1000 (entre as ruas Maria Tomásia e Marcos Macêdo)

(85) 3261.3533

www.casacorceara.com.br

BARES, CAFÉS, SANDUÍCHES

BASTIDORES, CELEBRIDADES

Gugu recebe proposta da Record

Silvio Santos procura humoristas do "Pânico da TV"

Desta vez é pra valer. Gugu Liberato está muito próximo de assinar contrato com a Rede Record. A proposta é irrecusável: R$ 3 milhões por mês, com toda a produção por conta da emissora. Hoje, no SBT, Gugu realiza o seu programa em sistema de sociedade. Pagas todas as despesas, as partes dividem o que sobra.

Silvio Santos, informado de tudo, não cobriu a oferta e já estaria pensando em outras opções para o seu domingo. Como consequência disso, Tutinha e Emílio Surita, "donos" do Pânico, foram convidados às pressas para almoçar hoje no SBT, onde se encontraram com Daniela Beyruti, diretora-geral do SBT e filha de Silvio Santos, e Guilherme Stoliar, superintendente-comercial da emissora.

Este interesse da Record vem de algum tempo. Antes de assinar seu atual contrato, Gugu chegou a conversar com a emissora, mas naquela ocasião não houve acordo porque existiam complicações com o horário de domingo. Essas dificuldades, ao que parece, foram superadas.

Consultado pela coluna, Gugu diz que "no momento ainda não pode falar" do acordo. As demais partes envolvidas ainda não se manifestam de forma oficial.

# Gugu deve aceitar a proposta? Comente




LUIZA BRUNET É A NOVA INTEGRANTE DO ‘DREAM TEAM’ DE L’ORÉAL PARIS

Luiza Brunet, aos 47 anos, se mantém como ícone de elegância e beleza. Prova disso é que, em uma pesquisa encomendada pela marca L’Oréal Paris, ela foi a escolhida para estrelar a nova campanha de Imédia Excellence.

Para as fotos da campanha, feitas em um estúdio no Rio de Janeiro e assinadas por Daniel Klajmic, Alê de Souza foi o maquiador e Marcos Padilha o cabeleireiro.

Luiza faz sua estreia como porta-voz de L’Oréal Paris, passando a integrar o ‘Dream Team’ da marca, e traz ainda mais brilho às comemorações pelos 100 anos do Grupo L’Oréal no mundo e 50 anos no Brasil.

BELEZA

COSMÉTICOS: O SETOR DA INDÚSTRIA QUE CRESCE MAIS QUE O PIB DO PAÍS

Na contra mão da crise econômica mundial, os ativos e produtos de beleza e cuidados pessoais não deixaram de ser consumidos. Pelo contrário, esse mercado cresce a cada ano


A beleza é levada a sério pelos brasileiros. Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) mostram que enquanto o PIB do país e das indústrias gerais em 2008 cresceu, respectivamente, 5,1 e 4,3, o do setor das indústrias de cosméticos bateu 7,1%.



Também segundo a ABIHPEC, alguns fatores podem explicar o bom resultado deste setor, são eles: maior participação feminina no mercado de trabalho, lançamentos constantes de produtos e utilização de tecnologia de ponta nas indústrias de higiene pessoal, perfumaria e cosmética, que faz com que haja aumento da produção e conseqüente venda de produtos com preços mais competitivos. E o Brasil, mais uma vez, desponta neste ramo: é o terceiro mercado de cosméticos mundial, perdendo apenas para Japão e Estados Unidos.



Dentro do setor, uma linha ganha força: a de ativos e produtos naturais e orgânicos. Uma projeção da Organic Monitor aponta para o fato de que atualmente o consumo destes produtos é de 4%, mas que em 2012 poderá chegar aos 10%.



É neste nicho que a BERACA, empresa reconhecida por ser uma das maiores fornecedoras de ingredientes naturais e orgânicos para as indústrias farmacêuticas, cosméticas e de fragrâncias nacionais e internacionais por meio de sua divisão Health & Personal Care – HPC, ganha destaque. Um levantamento feito pela companhia mostra que esta divisão apresentou um crescimento de 28%, o que representa uma importante participação no faturamento anual de R$ 84 milhões da empresa.



Para Cassiano Braccialli, responsável pelo marketing da BERACA “a divisão HPC tem foco em inovação. Por isso, busca alternativas vegetais naturais, que substituam ingredientes sintéticos presentes na maioria dos produtos de beleza e higiene oferecidos aos consumidores”.



A BERACA é a única companhia brasileira de matérias-primas, centrada em produtos da biodiversidade da Amazônia, que conta com fábrica própria na região, inaugurada em 2008. A pesquisa e o desenvolvimento de produtos também são feitos em parceria com universidades locais.



Esse empreendimento foi projetado para aumentar em quatro vezes a produção da empresa e garantir um fornecimento contínuo de seus produtos, mesmo fora de temporada de alguns insumos. Até hoje, U$$ 11 milhões de dólares foram investidos, dos quais quase 50% apenas em novas tecnologias.



Seguindo a tendência do mercado de cosmético de se internacionalizar, a BERACA, além da sua atuação no território nacional, também está presente no exterior. Por meio de distribuidoras, tem seus ativos comercializados em mais de 47 países e, em 2008, inaugural uma filial em Paris – considerada o berço da sofisticação quando o assunto é beleza.



Sobre a BERACA

A BERACA, empresa genuinamente brasileira e com mais de 50 anos de atuação em diferentes segmentos, é considerada hoje uma das organizações que mais investe no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis no país. Oferece ingredientes, produtos e serviços a diversos mercados, atuando em quatro divisões: Animal Nutrition & Health, Food Ingredients, Health & Personal Care e Water Technologies.

Em 2008, a empresa se aproximou ainda mais do mercado europeu com a abertura de sua primeira filial no exterior, sediada em Paris e ganhou, pela segunda vez consecutiva, o prêmio de “Fornecedor mais lembrado da Indústria da Alimentação”.



DERMAGE LANÇA UMA NOVA LINHA DE PRODUTOS ANTIIDADE

A flacidez é um problema que atinge principalmente as mulheres, geralmente a partir dos 35 anos, quando a pele começa a perder a firmeza e a elasticidade naturais. Com a finalidade de reverter este quadro, a Dermage desenvolveu a linha Firm&Lift, com o exclusivo Complexo Tensor A.T.P.Flex *, ideal para um tratamento completo e eficaz.



* Complexo Tensor A.T.P.Flex: é a associação de quatro poderosos ativos tensores que agem estimulando as proteínas, em especial o colágeno. Atua na reorganização das fibras de colágeno, aumentando o tônus muscular. Forma um filme na superfície da pele, uniformizando-a aumentando a firmeza cutânea e tornando a expressão facial imperceptível.



A linha é formada por dois produtos: Firm&lift Face e Firm&lift Eyes. Além do efeito lifting, estes produtos atuam também na hidratação profunda e contínua, reduzindo rugas e linhas de expressão, deixando a aparência mais jovem e sedosa.



RESULTADO DOS TESTES REALIZADOS

Nos testes realizados pelo Laboratório Kosmoscience, verificou-se os seguintes resultados: Em apenas 15 minutos após a aplicação o efeito tensor já foi evidente, além do aumento significativo da firmeza e elasticidade da pele.



Firm&Lift Face age fortalecendo a estrutura molecular da derme, aumentando a firmeza de peles flácidas devido seu efeito lifting e reduzindo rugas e linhas de expressão, deixando a aparência mais jovem e sedosa. Resultados visíveis 15 minutos após a aplicação.

Principais ativos: Tensine, Raffermine, Pentacare, Aquaflex XL-30, Pca-Na.

Preço: R$ 124,00



A área dos olhos é muito sensível e por isso necessita de cuidados especiais. Firm&lift Eyes atua na flacidez da área dos olhos, aumentando a elasticidade, diminuindo as rugas e linhas de expressão, além de promover uma profunda hidratação. Resultados visíveis 15 minutos após a aplicação.

Principais ativos: Tensine, Raffermine, Pentacare, Aquaflex XL-30, Pca-Na.

Preço: R$ 92,00







Sobre a Dermage

Empresa brasileira especializada no segmento de dermocosmética, a Dermage é reconhecida pelos dermatologistas, e pelo público em geral, com base no alto padrão de qualidade de seus produtos e na constante busca por inovação e eficácia.



O portfólio de produtos Dermage conta hoje com mais de 100 produtos nas linhas rosto, corpo, solar, capilar e make-up. Os produtos são produzidos com tecnologia de ponta e matérias-prima de última geração, e são submetidos a rigorosos testes de eficácia e segurança, sob a supervisão da Anvisa e de institutos de análise.



Fundada em 1990, a Dermage tem hoje mais de 34 lojas em todo o Brasil, além estar presente em mais de 74 lojas multimarcas nas principais cidades do país.



Central de Atendimento ao Cliente: 0800 024 1064

www.dermage.com.br



LINHA JOHNSON’S® LANÇA DEO COLÔNIA LAVANDA E CAMOMILA

Com uma linha completa de produtos para todas as faixas etárias, a Johnson & Johnson, fabricante líder da categoria de Deo colônias no varejo[1], tem novidades com a chegada ao mercado da JOHNSON’S® Deo Colônia Lavanda e Camomila: o cheirinho que já é sucesso entre suas loções hidratantes agora em nova versão.



A fragrância Lavanda e Camomila se destaca entre todos os produtos para adultos de JOHNSON’S®. É o aroma com maior aceitação das mulheres e chega a representar quase 50% das vendas[2] de hidratantes da marca. Na formulação da nova deo colônia, notas de saída de camomila, lavanda e frutas cítricas. No corpo da fragrância, jasmim, rosa e tuberosa. As notas de fundo são compostas por âmbar, musk, sândalo e cedro.



O cheirinho Lavanda e Camomila chega para completar a linha de deo colônias JOHNSON’S®, que contempla outras três fragrâncias especialmente formuladas para cada momento da mulher: Sonhos (Rosa e Jasmim), Equilíbrio (Essências Herbais) e Brisa (Essências Cítricas).



Perfumes suaves e refrescantes são características da linha, desenvolvida a partir de puros ingredientes naturais combinados com um leve, exclusivo e delicado toque feminino. Elaboradas com a qualidade, suavidade e delicadeza dos produtos Johnson & Johnson, as quatro versões de deo colônia são ideais para o uso diário, prolongando a sensação de frescor após o banho.



Para reforçar a divulgação, a nova Deo Colônia JOHNSON’S® Lavanda e Camomila contará com materiais de ponto de venda diferenciados, que irão fazer o consumidor da loção hidratante JOHNSON’S® Softlotion Lavanda e Camomila conhecer a nova Deo Colônia e vice versa.



Mercado – Perfumaria é uma das maiores categorias do mercado de higiene e beleza com quase R$ 2 bilhões[3] e crescimento acelerado de 23,3%[4] ao ano. “Estamos falando de um mercado significativo e em expansão, daí a importância da linha de deo colônias JOHNSON’S® se renovar e, ao mesmo tempo, manter-se alinhada às preferências do seu público consumidor”, comenta Christina Larroude, gerente de produtos da marca.



Preço sugerido Deo Colônia JOHNSON’S®: R$ 8,90

CRC – Central de Relacionamento com o Consumidor: 0800 703 6363




Cabelos maravilhosos, mesmo no inverno

A estação mais fria do ano pode prejudicar, e muito, os cabelos. É que é comum recorrermos a banhos muito quentes e o uso diário de secadores e chapinhas, causando o ressecamento e a opacidade dos fios. Por isso, abuse de produtos hidratantes, condicionantes e reestruturantes, que preservam as características naturais das madeixas, protegem contra as agressões, e garanta cabelos maravilhosos, mesmo no inverno.



A linha de tratamento para os cabelos Bio-Kortex, da Futura Biotech (http://www.futurabiotech.com.br), empresa brasileira focada no setor de dermocosméticos, é composta por ativos que atuam em todas as estruturas da fibra capilar, desde o interior até a superfície. Protege os fios contra os radicais livres, devolvendo a massa perdida por meio de processos oxidativos (tinturas, permanentes, luz UV, secador) e repõe os nutrientes, melhorando o brilho, a penteabilidade e a maciez.



Além disso, os produtos contêm o Bioativo Positivo, um sistema composto por ativos de alta tecnologia, silicones e aminoácidos. “É um repositor de massa capilar, que devolve a condição mais próxima à original, permitindo que a fibra capilar retorne ao seu comportamento natural, porém com proteção extra aos danos da oxidação”, explica a gerente de desenvolvimento de produtos da Futura Biotech, Monica Sanches. Além disso, tem ação condicionante, defrisante, emoliente, de proteção solar e selante dos fios, e ainda protege os cabelos contra a ação dos radicais livres, pois contém Vitamina E.



A Linha Bio-Kortex



O Bio-Kortex Shampoo deve ser utilizado em todas as lavagens dos cabelos, e proporciona uma limpeza suave e profunda, melhora a maciez dos fios e contribui para a nutrição e manutenção da cor dos cabelos. O produto tem filtro solar quaternizado que se adere ao fio permanecendo mesmo após o enxágue e protetor térmico. Não contém sal.



O Bio-Kortex Reestruturador repõe a massa capilar e promove o retorno da fibra ao seu comportamento natural. Queratiniza os fios diminuindo o ressecamento, quebras, pontas duplas e reduz o frizz. Deve ser usado três vezes por semana ou para manutenção do tratamento.

Já as ampolas Bio-Kortex i promovem ação imediata e proteção extra aos danos térmicos e químicos. Condicionam, hidratam, protegem e dão brilho intenso aos cabelos. Pode ser utilizado uma vez por semana ou com mais intensidade de acordo com os danos dos fios.

CENA GLS




SÁBADO (27/06)



COMISSÁRIOS:
THIAGO COSTTA (85) 8690-7052
LÍDIA (85) 8623-9320

_________________________________________________________________________________________________________________

ACESSE:

www.musicfortaleza.com

MAIORES INFORMAÇÕES:
+ 55 85 3224-6419




Longa-metragem “De repente, Califórnia” estréia em circuito nacional

Filme que retrata o amor de dois jovens, destaque em diversos festivais ao redor do mundo, chega agora ao Brasil

“De repente, Califórnia” é o debut do escritor e diretor Jonah Markowitz, com lançamento no Brasil em 5 de junho (São Paulo) e 19 de junho (Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre), nas salas de cinema do Espaço Unibanco e Unibanco Arteplex. O longa-metragem, de nome original “Shelter”, chega ao Brasil pelo Filmes do Mix, selo de distribuição especializado no nicho GLS, de Suzy Capó.



“De repente, Califórnia” foi eleito pelo público como Melhor Filme no Festival Mix Brasil 2007, além de ter arrebatado o Prêmio Especial para Diretor Estreante no Festival Internacional de Cinema Gay & Lésbico da Filadélfia. “O filme é feito por e para quem tem um grande coração. E nossa intenção, ao trazê-lo para o Brasil, é apresentar ao público uma obra que faz muito sucesso entre o público gay, mas que faz qualquer espectador se apaixonar”, relata Suzy Capó.



O filme retrata a trajetória do jovem Zach (Trevor Wright) que foi obrigado a abandonar seus sonhos de estudar numa escola de artes para poder ajudar sua família, em que o pai se torna inativo por conta de um problema de saúde. Ele passa os dias trabalhando em uma lanchonete, sem perspectivas, e dando suporte à sua irmã Jeanne (Tina Holmes) – cujas prioridades são outras que não a família - a cuidar de seu filho, Cody (Jackson Wurth).



Zach arrisca o escapismo quando surfa, anda de skate ou pratica a arte do graffiti pelas ruas da cidade, seu principal talento que o faz manter o desejo pela formação em artes. Seu melhor amigo, Gabe (Ross Thomas), que mora em uma mansão na Costa do Pacífico, é quem compartilha desses momentos típicos do frescor da juventude e que são raros a Zach.



Quando o escritor Shaun (Brad Rowe), o irmão mais velho de Gabe, retorna para uma temporada em busca da cura pelo seu desbloqueio criativo, em casa, ele logo se interessa pelos talentos de Zach, além de relembrar a infância juntos. É neste ponto que uma amizade casual motivada pelo surf se transforma em uma verdadeira e íntima relação a dois. Zach, ainda desconfortável com a novidade e separado de sua então namorada Tori (Katie Walder), se apaixona perdidamente por Shaun e inicia o exercício de aprender a equilibrar seus desejos com sua responsabilidade familiar e, por que não, consigo mesmo.



Além da ligação que Zach tem com seu sobrinho, principalmente pela ausência da imagem paterna e pelo desapego da mãe, Shaun também desenvolve um forte vínculo com a criança. À medida que o tempo avança, uma série de novos problemas surge. Zach trava uma disputa pela sua real identidade, pela família e, sobretudo pelo que realmente importa em sua vida, numa atitude menos altruísta.



Sobre Jonah Markowitz

Markowitz estudou cinema no Emerson College em Boston, mas passou pela Holanda e República Checa para estudar história da arte e cinema. Após a formatura, mudou-se para Los Angeles para seguir carreira no cinema. Começou na Columbia Pictures, e logo foi transferido para produção com enfoque na arte da direção.



Como diretor assistente de arte, Markowitz trabalhou em filmes, como “Blue Crush”, “A Casa de Areia e Névoa” e “Rocky Balboa”. Passou, então, para a produção e design do filme “Quinceañera”, que ganhou o prêmio Sundance nas categorias Audiência e Júri.



Paralelamente, Markowitz escreveu e dirigiu os aclamados curtas-metragens “I Left Me” e “Hung Up”, apresentados em mais de cem festivais em todo o mundo. “De repente, Califórnia” marcou a estréia de Markowitz como diretor.



Sobre Trevor Wright (Zach)

Carismático e jovem, o ator californiano Trevor Wright é um talento em ascensão de acordo com a pesquisa "Young Hollywood", da Teen Vogue, que recentemente o nomeou como "a nova estrela jovem" ao lado de talentos, como Kate Bosworth, Derek Luke e Scarlett Johansson.



Em 2004, no filme “MXP”, Wright desempenhou o papel de um aspirante a rock star, que permitiu que o sul da Califórnia conhecesse tanto suas habilidades musicais quanto cômicas. Ele também chamou a atenção pela atuação no single de Stacie Orrico, "Stuck". Também atuou no filme independente “Flipside”, dirigido por Dustin Voight, e “The Midnight Hour”, de Paul Rachman.



Sobre Brad Rowe (Shaun)

Brad Rowe, formado pela Universidade de Wisconsin, com licenciatura em Economia, fez uma estréia auspiciosa como Gabriel, um músico garçom de origem húngara, que é convidado para modelar para um fotógrafo gay em “Billy's Hollywood Screen Kiss”, filme de Tommy O'Haver, de 1998.



A partir daí, sua carreira segue em ascensão, tendo atuado ao lado de Nicolas Cage em “A lenda do tesouro perdido – O livro dos segredos”.



“De repente, Califórnia” e seus prêmios

* HBO Outstanding First Dramatic Feature Outfest Los Angeles Gay and Lesbian Film Festival (Jonah Markowits);
* SCION First Time Director Philadelphia International Gay and Lesbian Film Festival (Jonah Markowits);
* Best New Director Seattle Lesbian & Gay Film Festival (Jonah Markowits);
* Seattle Lesbian & Gay Film Festival (Favorite Narrative Feature);
* Best Feature Vancouver Queer Film Festival (People’s Choice Award);
* Best Actor Tampa Gay & Lesbian Film Festival (Trevor Wright);
* 15º Festival Mix Brasil de Cinema da Diversidade Sexu al (Melhor Filme, eleito pelo público).



“De Repente, Califórnia” (Shelter)

Diretor: Jonah Markowitz

Tempo: 97 minutos

Melhor Filme Mix Brasil 2007, eleito pelo público